Um pequeno case sobre o comércio legal de maconha

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

Alta no turismo e queda no número de crimes. Quer índices mais empolgantes para a economia de uma cidade, estado ou país? Infelizmente não se trata de nenhuma novidade no Brasil, aliás, estamos longe disso quando o assunto é legalização do comércio de maconha. 

A novidade vem do Colorado (EUA), de acordo com essa matéria do The Independent.

Liberado há um ano, o comércio de cannabis para uso recreativo recolheu tanto dinheiro em impostos que já se fala em devolver os lucros em benefícios para a população local. Pela legislação local, o Estado pode ver US$ 50 milhões revertidos pela venda de maconha recreativa.

Inusitado, não? Tanto que até democratas e republicanos concordam que sim. Por conta dessa situação “tão fora da curva” (será?), especula-se consultar a população, em referendo sobre a isenção do imposto do comércio da erva e, assim, reverter os 50 milhões para investimentos, exclusivamente, na educação sobre drogas e formação policial.

A polícia de Denver confirmou que, um ano após a legalização, os índices criminais no estado têm realmente caído.

Pot shop em Denver, no Colorado

É por essas e por outras que, por mais utópico que pareça no Brasil, precisamos falar da descriminalização das drogas, aborto, casamento entre pessoas do mesmo sexo, laicidade do estado e por aí vai. 

Com um pouquinho, só um pouquinho de boa vontade político-social e menos conservadorismo, podemos ver uma evolução acontecer.


publicado em 06 de Fevereiro de 2015, 09:50
File

Danilo Gonçalves

Um cara alegre e gosta de ser lembrado assim. Jornalista de formação, com um pé na publicidade, gosta de Novos Baianos, Doces Bárbaros e Beatles. Já gostou de Calypso e como todo gay que se preze, é fã da Beyonce.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: