Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Vocês podem não acreditar, mas isso existe de verdade

Oi.

Ó, tem muito incrédulo nesse mundo. As pessoas simplesmente não acreditam em mais nada. Vejam os Deuses por exemplo, antigamente tinha Deus pra cachoeira, pra pedra no meio do caminho, Deus para gordurinha localizada, pra tudo. Hoje tem uns dois ou três e olhe lá.

Em 1969 o mundo parou para ver o homem na Lua, hoje todo mundo fala que foi tudo balela, coisa do Kubric. Uns falam que o maior conquistador da história foi o Casagrande, digo, o Alexandre o Grande, já outros falam que foi a Rainha Vitória, e eu tenho amigos que juram de pé junto que foi o Kubanacan, ou melhor, Genghis Khan.

A grande verdade é que o mundo antigamente era mais lúdico, mais inocente. Hoje as pessoas fazem questão de ser um tipo bizarro de Fox Moulder. Se o agente secreto “queria acreditar”, agora a moda é a mineiridade de “quero desconfiar”.

True Story

***

Marcos estava voltando para casa quando foi abordado por um rapaz enrolado em trapos, um capuz cobria parcialmente o rosto e ele foi logo desconfiando.

— O que foi?

— Você não teria 100 reais aí pra me dar?

— 100 REAIS? Tá louco amigo? Que tipo de pessoa pede 100 reais de esmola?

— Não é esmola. Tô juntando pra voltar pro meu planeta.

— Oi?

— Eu sou o ET de Varginha.

— Amigo, olha só, minha tia trabalha num centro muito bacana para jovens iguais a você, é uma chácara bem bacana, tem altas histórias de gente que se livrou das...

— Esquece. Ninguém acredita em mim.

— Se você é o ET de Varginha, porque você parece um mendigo muito sujo?

— Não é sujeira, eu sou assim.

— Cê não era pra ter três chifres e o olho vermelh... ah, sim, o olho vermelho você tem. Mas isso aí... ó, posso te levar para minha tia te ajudar.

— Já falei que não é isso. E os chifres... eu perdi uma aposta. Tinha que vir na terra e assustar alguns humanos. Deu tudo errado. E meus amigos foram embora, os humanos são muito agressivos com a gente, devem ter achado que eu morri. Preciso da grana pra terminar o comunicador...

— Foi mal cara. Não tenho. Fica pruma próxima.

Marcus foi se afastando rindo da história do mendigo maluco.

Já o “mendigo” tirou um aparelho estranho, algo jamais visto no planeta Terra. Um tipo de comunicador que alcançava qualquer ponto do universo. Porém faltava uma peça essencial. A última. Custava 100 reais.

***

Rainer Pereira da Silva não podia acreditar no que estava ouvindo. Estava sendo expulso da federação, seria impedido de exercer a profissão que escolhera. Aquilo que ele tinha o dom. Juiz de Futebol.

— Pera aí, vocês estão me mandando embora porque eu sou bom demais? – indagou Rainer, furioso

— Não pô... é mais complexo que isso. Você não erra nunca, em nada, em nenhuma jogada. E não existe juiz que não erra.

— Existe eu uai!

— Aí é que pega. “Não existe” do verbo “não pode existir” entende?

— NÃO! Essa loucura não faz o menor sentido. Eu vou falar. Todo mundo vai saber!

— Olha Rainer. Ponha juízo nessa cabeça rapaz. É só errar um pouco, pros dois lados, que fica tudo bem. Já tivemos essa conversa antes, mas você não aceita errar pô! NÃO EXISTE JUÍZ PERFEITO! Se você errar, pode apitar até final de Copa rapaz. Você tem potenci...

— Vocês são loucos! Eu posso ser o melhor juiz da história do futebol! Me dê um motivo para eu não poder apitar bem?

— O povo Rainer, o povo! Nego não aceita. Vai achar que tá mancomunado com a TV, e você sabe que não isso não pode. O povo não aceita. Vão desconfiar que tem treta, que tem coisa errada. O campeonato vai perder credibilidade, não vai dar mais audiência... uma bola de neve, aí neca de pitibiriba. Finite! Nada de futebol.

Rainer estava sem palavras.

O pior é que fazia sentido.

***

O Rocky cêis já conhecem, né?

— Ó.. ó.. ó... ó... que isso!

O gerente estava perplexo. Não podia acreditar no que estava acontecendo ali. Já foi correndo em direção a entrada da loja de cristais mais conhecida e cultuada do Brasil com o coração saindo pela boca. Só podiam estar de brincadeira, e logo no turno dele.

— Meu rapaz, o que diabos você acha que você está pensando em fazer?

O rapaz prontamente respondeu com um sorriso amigável – Bom dia, é que o Renatinho vai casar, acredita? O Renatinho!. Vou comprar um presente pra ele.

— COM UM RINOCERONTE?

— Ué, qual o problema? Ele precisa de exercícios.

— Ó... ó... ó... ó...

— Ó o que? Vai dizer que ele não pode entrar na loja?

— Isso é brincadeira. É aquele negócio da televisão. Só pode. Como que chama? Pegadinha. Isso. Cadê a câmera? Não é possível meu Deus. No meu turno. – Cada frase do gerente era pontuada com olhadas para o céu e para o chão. Deixando o rapaz com uma impressão um pouco ruim daquele homenzinho ranzinza.

— Posso voltar em outro turno..

— Eu sei o que é isso. É o Carlos do Marketing, fazendo piadinha. Sabe que fico possesso com qualquer problema no turno, ele quer vingança por causa da Marcinha.

— Olha lá, por que aquela senhora lá pode entrar com o cachorro dela e eu não posso levar o Rocky?

— Rá. Rá. Rá. Um rinoceronte numa loja de cristal. Já saquei. Seu trabalho aqui já foi feito tá? Pode ir receber o cachê, eu não vou cair.

— Como assim? Ele é super dóc...

Antes do rapaz completar a frase, sentiu um puxão. Tudo aconteceu muito rápido. Num segundo ouviu-se o barulho da loja inteirinha se quebrando. Acontece que o cachorro da cliente que estava na loja era um Beagle. Aí ninguém segura.

Dizem que depois de 5 anos o gerente da loja finalmente acordou do coma. O rapaz coitado, está pagando até hoje pelos cristais.

No fim, a coisa boa de verdade foi comprovação de um ditado.

Mecenas: MAPFRE

Hoje em dia as pessoas andam cada vez mais desconfiadas das histórias que contam por ai e até mesmo as celebridades estão céticas.

Essa semana mesmo tentaram gravar um comercial com o Casagrande mas ele recusou dizendo que o roteiro estava errado e que aquilo não podia ser verdade. O Diretor tentou convencer o rapaz mas não adiantou nada, não conseguiram gravar o comercial.

Link YouTube

Você pode não acreditar nas histórias do ET de Varginha, do Juiz que não errava e do Rinoceronte da loja de cristais, mas o Seguro Auto MAPFRE realmente oferece tudo isso:


  • 40% de desconto na franquia;

  • Indenização em até 5 dias úteis para perda total;

  • Assistência residencial gratuita;

  • Guincho pra até 250km gratuito; 

  • Assistência emergencial 24 horas para grávidas;

  • e muitas outras vantagens.

Pode acreditar, checamos com o nosso anunciante antes de publicar. Se quiser saber mais sobre o seguro dos caras, é só entrar lá no site deles.


publicado em 30 de Setembro de 2012, 21:00
28d2dc073d6cdf08302c0ed5fa15db8a?s=130

Pedro Turambar

Pedro tinha 25 anos e já foi publicitário. Ganha a vida fazendo layouts, sonha em poder continuar escrevendo e, quem sabe, ganhar algum dinheiro com isso. Fundou o blog O Crepúsculo e tem que aguentar as piadinhas até hoje. No Twitter, atende por @pedroturambar.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura