World Bike Tour: pedale para produzir energia limpa

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Asm selo png
  • 130x50 jpg

Vou participar do projeto Volta ao Mundo em 26 dias e resolvi vir aqui compartilhar e chamar os bicicleteiros desavisados. A iniciativa do World Bike Tour (WBT) deseja ampliar a visão das pessoas sobre a necessidade de mudança de hábitos frente aos problemas ambientais, estimular a prática de exercícios físicos e produzir energia limpa.

Com estrutura montada no Modelódromo do Ibirapuera, foram instaladas 12 bicicletas de diferentes tamanhos, duas delas para deficientes físicos de membros inferiores (handbike). O projeto pretende alcançar a marca de aproximadamente 82.000 km percorridos em 26 dias. A cada 1.000 km percorridos uma árvore será plantada na cidade de São Paulo.

Todas as bicicletas são acopladas a um sistema de captação da energia mecânica gerada pelo esforço do ciclista. O suor é transformado em energia limpa, armazenada em baterias específicas para utilização futura. Toda essa energia captada será doada a uma instituição de caridade (ainda não definida pela organização).

O funcionamento do projeto é 24h por dia até momentos antes da largada do World Bike Tour São Paulo na manhã do dia 25/1, aniversário de São Paulo.

Evento do ano passado | Foto: Anuska Nardelli

Road show

Um caminhão percorrerá vários parques de São Paulo para oferecer aulas gratuitas de spinning com um professor que ministrará a aula de cima do caminhão e outro que ficará auxiliando as pessoas no manuseio da bike no solo. Se gostou da ideia, veja o calendário.

Como participar

Se você não conseguiu garantir sua inscrição para participar do World Bike Tour São Paulo, vou dar três dicas:

1. Participe do projeto "Volta ao Mundo em 26 Dias": todos os dias à meia-noite será sorteada uma inscrição entre os participantes do dia que deram seu suor nas bikes instaladas no Modelódromo e contribuíram para a produção de energia limpa e alguns quilômetros para a conclusão da volta ao mundo.

"Ah, mas e essa chuva que nao para?". A chuva pode ser um aliado seu, pois espanta as pessoas e aumenta suas chances.

2. Participe do Road Show: todos os dias os participantes do Road Show concorrerão a uma inscrição por dia para participar do evento do dia 25/1.

Quem for sorteado no Volta ao Mundo ou Road Show não pagará nenhum centavo para participar do World Bike Tour.

3. Participe do sorteio no site do WBT: 500 inscrições serão sorteadas amanhã, dia 19/1, para as pessoas maiores de 12 anos que preencherem o formulário de inscrição até o dia 18/1 (hoje!) no site do World Bike Tour sob o pagamento da taxa de inscrição de R$ 180,00. Além dessas, serão disponibilizadas também 10 inscrições para deficientes físicos de membros inferiores, 10 inscrições para deficientes visuais e 10 inscrições para crianças até 11 anos, todas essas na faixa.

Link YouTube | Amigos com lesão modular voltando a pedalar no WBT São Paulo 2010

Lembrando que a inscrição dá direito ao Kit World Bike Tour composto por bicicleta, capacete, mochila, medalha e diploma de participação. Nada mal. Mas, infelizmente será só pra quem estiver em São Paulo nos dias de entrega do kit que acontecerá entre 21 e 24/1 e no dia do evento, 25/1.

Apesar desse evento acontecer somente na cidade de São Paulo, acredito que a ideia de produzir energia limpa e a conscientização da necessidade de mudança de hábitos para termos um estilo de vida mais saudável, sustentável e preocupado com o meio ambiente devem servir de inspiração independente de localização geográfica.

Já pensou se todas as academias de ginástica que oferecem aulas de spinning tivessem esse sistema de captação de energia? Quanta energia não economizaríamos para o meio ambiente e para os nossos bolsos?


publicado em 18 de Janeiro de 2011, 15:21
Aac4aa4e0dff44264d36036023539294?s=130

Fábio Bergamo

É personal trainer e mestre em educação física pela USP. Põe a culpa nos amigos e mulheres por não conseguir treinar para o triathlon que sonha em fazer. Responde por @fbergamo no Twitter.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: