Zuckerberg vai doar 99% de sua fortuna – ou como ter uma filha pode recuperar a fé no mundo

99% das ações do casal devem ser usadas para filantropia via Chan Zuckerberg Initiative

Há alguns textos, fomos gravemente questionados por um leitor nos comentários:

“Por que vocês sempre falam mal do Facebook?”

Ora, estar contra a rede social, em tempos de colocar filtro na foto de perfil, significaria não menos do que a morte pública. Não somos contra a rede social, foi a minha resposta – mas é uma pena que uma breve busca no nosso site possa colocá-la em posição questionável.

Talvez sejamos um pouco chatos e gostemos de criticar, mas hoje eu tomo licença pra elogiar Mark Zuckerberg e sua esposa, Priscilla Chan.

Há de se dar os parabéns, antes de qualquer coisa, por sua recém-nascida Max – uma fofa menina que veio ao mundo depois de três abortos espontâneos e alguns anos de tentativas. Nasceu perseverante, percebe-se.

O nascimento parece ter levado as energias produtivas de Mark e Priscilla pra ventos mais sensíveis porque eles anunciaram, também, a criação de uma iniciativa filantrópica que deve receber, ao longo de suas vidas, 99% das suas ações do próprio Facebook.

Atualmente, isso equivale a 45 bilhões de dólares doados à chamada Chan Zuckerberg Initiative – que não é exatamente uma instituição de caridade, mas uma LLC, espécie de sociedade limitada, que permite que Zuckerberg continue no controle de ambas as instituições e ainda detenha a posição de votação por maioria no Facebook.

Junto do anúncio, o casal publicou uma carta à filha Max, que diz muito sobre sua vontade de ampliar os recursos destinados à iniciativa filantrópica. Tomei a liberdade de traduzi-la:

“Querida Max,

Sua mãe e eu ainda não temos palavras para descrever a esperança que você nos dá em relação ao futuro. Sua nova vida vem cheia de promessas, e esperamos que você seja feliz e saudável para poder explorá-las ao máximo. Você já nos deu uma razão para refletir sobre o mundo em que queremos que você viva e, como todos os pais, esperamos que você cresça em um melhor que o nosso.

Embora as manchetes normalmente se atenham ao que há de ruim, o mundo está melhorando de diversas maneiras. A saúde e a medicina estão se desenvolvendo. A pobreza está diminuindo. O conhecimento está crescendo. As pessoas estão se conectando. O desenvolvimento tecnológico de diversas áreas significa que a sua vida deve ser criticamente melhor que as nossas hoje.

Faremos a nossa parte pra que isso aconteça, não só porque te amamos, mas também porque temos uma responsabilidade moral em relação às crianças da próxima geração.

Acreditamos que todas as vidas têm o mesmo valor, e isso inclui a de muitas outras pessoas das próximas gerações que virão. Nossa sociedade tem a obrigação de investir no presente pra melhorar também a vida de quem ainda está pra chegar nesse mundo, não só de quem aqui já habita.”

Dinheiros já foram doados e coisas já foram feitas, mesmo antes do anúncio, e têm foco na área da saúde e educação, como os US$75 milhões destinados à um novo pronto-socorro de traumas do San Francisco General Hospital.

Vale acompanhar o que vem por aí.


publicado em 02 de Dezembro de 2015, 15:09
10710799 10152759290008996 1807417555040828999 n

Marcela Campos

Tão encantada com as possibilidades da vida que tem um pézinho aqui e outro acolá – estuda Jornalismo na Universidade de São Paulo, mas também cursa Saúde Reprodutiva Holística no Justisse College. Compõe a equipe de conteúdo do PapodeHomem, modera uma comunidade de quase dez mil mulheres e não tem preguiça de bater um papo bom.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura