Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Antes dos nudes no Instagram e Facebook: como as revistas eróticas tailandesas escondiam a nudez na época da censura

Artista reune milhares de fotografias de revistas adultas publicadas na Tailândia para publicar em livros

Os anos 60 e 70. Sabemos da importância dessas décadas para o surgimento de contraculturas e de endurecimento de regimes ditatoriais, governos abusivos etc.

Na Tailândia, nesses tempos, era proibida a nudez em publicações adultas. Nada de peitinho nem de coisas lá de baixo.

Nada.

Mas também é de nosso conhecimento que isso nunca impediu o ser humano da vontade de consumir este tipo de material erótico e com nudez. Para burlar a censura, efeitos gráficos diversos e criativos eram usados para cobrir as vergonhas. Mamilos e pelos ficavam escondidinhos atrás de desenhos de passarinhos coloridos e símbolos das cartas de baralho, quadradinhos azuis e simulacros de brilhos ou figuras que simulavam algo "acoplado" nas partes.

Você já deve ter visto algo parecido no Instagram ou no Facebook, com ensaios que precisam apagar bicos e riscas por conta de represálias que vão de apagar a foto à exclusão da conta.

Pois o artista visual francês Tiane Doan Na Champassak acumulou centenas dessas revistas tailandesas do século passado e compilou as melhores imagens em seis livros (sim, seis!).

A série, intitulada de "Censored", anos depois da campanha "Free the Nipple" ("Liberte os Mamilos", na tradução livre), iniciada em 2013, e do documentário sobre o assunto e com mesmo nome lançado em 2014, justamente para se iniciar a conversa sobre imagens com os mamilos de fora - especialmente de mulheres - ainda serem consideradas inapropriadas nas redes hoje, em 2017.

Afina, cinquenta e tantos anos nos separam das censuras tailandesas, mas ainda precisamos de estrelinhas e copas e outros enfeites gráficos para colocas atrás da cortina o que temos de mais humanos, o que todo humano tem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


publicado em 24 de Outubro de 2017, 00:00
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura