Burro, burríssimo, burro pra caramba

Bom, eu gostaria de saber se minha noiva já me traiu alguma vez.

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Pergunta: "Olá doutor!

Bom, eu gostaria de saber se minha noiva já me traiu alguma vez porque já fiz
de tudo, já joguei verde, já disse que iria terminar mas ela sempre diz que
nunca fez.

Eu até já traí ela pra ver se descobria algo, dizendo a ela tudo que eu fiz."

- Junior

Caro Junior,

três pontos se destacam nessa pergunta:

- A sua burrice

Veja bem, se relacionar com qualquer pessoa, especialmente com mulheres, é como cuidar de um jardim virgem. Você planta sementes a todo momento. Cada uma delas irá crescer, ou não, dependendo da atenção recebida.

A maioria das pessoas não tem consciência disso e age como se fossem jardineiros ensandecidos, plantando sementes de feijão, arroz e abóbora no mesmo buraco, só pra ver no que dá.

Chega a ser cômico trombar com casais que se orgulham de ter uma relação maravilhosa, quando na verdade estão perdidos em uma gigantesca e bizarra floresta cultivada por eles mesmos, cuja saída nem o Papa seria capaz de encontrar.

Desconfiar da sua mulher é como criar uma planta fedorenta dentro de sua própria casa. Essa planta não dá frutos, não floresce, necessita atenção diária e ainda por cima fede. Fede a insegurança, medo e fraqueza, com notas suaves de insipiência.

Traí-la na tentativa de acabar com sua desconfiança foi uma exemplar demonstração de burrice, a qual nos leva ao ponto seguinte.

- Sua incapacidade de conectar ação e reação

Isso é uma lei da física, seu jumento.

Uma mulher traída reage basicamente das seguintes formas:

A. Traindo de volta, veladamente. E sem sair da relação. O legal é que sua mulher vai fazer com o outro coisas que nunca tinha ousado fazer contigo. Vai ser um momento de grande aprendizado. Pra ela.

B. Traindo de volta, fazendo você ficar sabendo, para se humilhar e implorar pra voltar com ela. Com direito a troca de tapas e escândalo em ambiente público aleatório com presença de amigos e/ou familiares, à critério do casal.

C. Plantando uma semente de ódio eterno. É uma sementinha que chega a parecer pequena ao ser plantada, especialmente se comparada a todo amor que teoricamente existe na relação.

Com o tempo, nasce uma planta carnívora.

Sua mulher vai se tornar bipolar e alternar - ad infinitum - entre um ser que te ama e outro capaz de traí-lo com seu chefe, cuspir na sua cara, gastar todo o dinheiro da sua conta e te enviar um postal quando estiver com o amante cubano dela nas Bahamas.

Você agiu, a reação já veio, apesar de não ter se dado conta disso, o que nos leva ao terceiro e último ponto.

- Sua semelhança com um asno

asno
Eu sou um animal selvagem com capacidade mental reduzida, mas pode me chamar de Junior

Dr. Love, consultor amoroso e especialista em fauna exótica

ps: meu palpite para sua noiva é a opção A.


publicado em 21 de Fevereiro de 2008, 10:09
92e8d9697a8dd2faf3d0bc4f9d3a08fc?s=130

Dr. Love

Consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: