Muitos filtros, poucas bocas

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

Aberto aqui em casa tem um maço daquele de filtro vermelho, um site cujo título diz 'Sexy brunette pleasing a lucky guy', uma garrafa de um whisky que parece bom só até antes da minha garganta enxergá-lo e meu peito. Sim, a porra do meu peito tá aberto.

Hoje é domingo e faz uma semana que aquela vagabunda enviou uma mensagem no meu celular assim: ‘vamos conversar’. Fui lá, achei que tinha bola gato depois da conversa, mas só ouvi um vaza, gato.

A real é que eu quero que ela se foda, pra casa dela eu sempre levei chocolate, um filme, minha língua com sede de virilha e umas geladas que eram mais pra mim do que pra ela. O meu plano inicial era ter cerveja gelada e mulher quente, domingo passado eu só vi cerveja quente e mulher gelada.

Peraê, o telefone tá tocando, deve ser ela...

...não era, já são 23h17.

Vou no boteco aqui do lado de casa, o foda é que meu cigarro tá acabando e o porra do brand manager do boteco não vende filtro vermelho, só vende dos brancos e dos saborzinhos, sabe aqueles cigarros de cereja? Puta maneira gay de pegar câncer.

Vou subir lá no telhado, acender o penúltimo trago e ver o tempo passar.

Mas vou levar o celular, vai que aquela vagabunda resolva conversar de novo.


publicado em 10 de Abril de 2011, 20:17
2e6fecb55f42d355ffb030fd0297bacc?s=130

Fábio Chap

Tem dois blogs. Em um, escreve sobre amenidades; em outro, sobre intensidades. \r\nO blog ameno: fabiochap.wordpress.com \r\nO blog intenso: tiveumsonhoporno.wordpress.com (18+)


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: