Não consigo ejacular no sexo | ID #66

Além da ejaculação precoce: já ouviu falar em ejaculação retardada?

"Estou encarando esse problema a um bom tempo. 

Desde que comecei a namorar minha ex (que por sinal foi quando perdi a virgindade) nunca consegui ejacular durante a relação sexual

Eu sentia tesão. Muito. Nunca brochei nem nada, sempre tentei dar o máximo de prazer para ela também. Sem contar que fazíamos sexo entre duas a três vezes por semana num namoro que durou mais de um ano e, mesmo assim, nunca consegui sequer chegar perto de um clímax satisfatório enquanto via ela gozar várias vezes.

O que me deixa mais intrigado é que sou uma pessoa realmente ansiosa, de roer unhas e ficar balançando as pernas.

Informações extras: desde o começo da adolescência me masturbo muito, chegando ao cúmulo de fazer 3-4 vezes por dia em certas ocasiões, principalmente depois do término. Fico preocupado, pois não sei o que fazer. Acho que a masturbação ajuda a piorar minha situação. E, para finalizar, estou prestes a namorar uma mulher que estou gostando muito e fico com essa dúvida: será que se a gente for para a cama, vou ficar sem me satisfazer, assim como da outra vez? 

Agradeço desde já,

G.B."

Caro G.B.,

Obrigado pela sua coragem de expor essa questão. Quase nenhum homem consegue abrir suas aflições sexuais com essa honestidade.

A ejaculação masculina tem muitas dimensões, apesar da aparente simplicidade do ato. Não se pode confundir ejaculação com orgasmo, ainda que ambas costumem caminhar de mãos dadas.

Às vezes, um homem pode ejacular mas não gozar e em outras, gozar e não ejacular. A ejaculação que acontece sem o orgasmo é aquela situação em que mesmo depois de expelir o líquido, não acontece uma descarga global em ondas de prazer que irradiam pelo corpo e fazem a gente ficar de pernas bambas.

O orgasmo sem ejaculação pode acontecer quando essas mesmas ondas de prazer não vem acompanhadas de nenhuma eliminação de líquido e, inclusive, o homem conseque seguir na penetração. Mas isso acontece com quem tem treinamento, como praticantes sexo tântrico, por exemplo. Essas pessoas conseguem atingir essa dimensão com mais facilidade.

Orgasmo diz respeito e relaxamento, liberação de tensões, descarga de pressão interna, ou seja, depende de uma mente aberta, leve, fluida, entregue. O grande desafio da maior parte dos homens é que em 23 horas do dia eles permanecem tensos, competitivos, vendo inimigos onde não existe, assumindo mais carga emocional do que podem aguentar e nunca se abrindo para elaborar suas emoções.

Por que raios o orgasmo, que depende de qualidades emocionais opostas, viria com facilidade para essas pessoas? É como pedir para um destro escrever com a mão esquerda de repente. Simplesmente não vai rolar.

Personalidades ansiosas e obsessivas, são as principais responsáveis por criar problemas na esfera da sexualidade. Tanto os problemas com ereção, quanto a ejaculação precoce ou tardia/retardada estão no mesmo barco: revelam uma personalidade obcecada por controle.

No caso de brochadas, o sujeito mal consegue levantar vôo de tanto que é inundado por emoções e pensamentos difusos, os mesmos que cultiva no resto do dia. A ejaculação tardia é a dificuldade de sair de uma posição de de tensão e passar a de relaxamento. Ambas sofrem do medo de uma performance ruim.

A masturbação costuma ser um tipo de vivência sexual saudável, mas o problema é quando ela vem carregada de vícios comportamentais que, ao invés de preparar o sujeito para o sexo com uma pessoa real, atrapalham.

Masturbação preocupada, rápida, focada no visual e não no global e em imagens de erotização extrema (diferentes da trepada da vida cotidiana) são os principais sinais de alerta para a vida real. Tudo o que acontece no jogo do cinco-contra-um não representa com qualidade o que é demandado no corpo como um todo. O resultado é que na hora de acionar todos os gatilhos complexos de mãos, pernas, olhos, pele, zonas erógenas (não só o pênis), o sujeito não se preparou para isso.

Esse macaquinho está preocupado.

Como seria esse preparo? Masturbação tranquila, demorada, usando vários sentidos, toque em várias partes do corpo, cheiro, som, olhos fechados ou abertos, mas não concentrados em filme pornô, deixando a fantasia correr do começo ao fim de uma transa, desde as preliminares até o pós-gozo.

Fora da cama o seu desafio será de outra ordem. Cuidar da sua maneira de enxergar o mundo, suas relações e estilo de vida. É muito fácil cair na tentação de praticar meia dúzia de truques (espalhados pela internet), mas a verdade é que, se olhar o sexo como um lugar para encontrar descarga de tensão interna, vai passar muito tempo da sua vida trombando com a ejaculação tardia.

Olhar as pessoas como pessoas inteiras, não como mero depósito de satisfação; viver como alguém que está disposto a oferecer algo de si, não como um sanguessuga emocional; ancorar suas emoções naquilo que estiver fazendo no presente, não devaneando em excessos de imaginação distraída; soltar o corpo e as emoções e deixar de cultivar uma vida carregada de controle e ansiedade. Se não se dedicar a isso, seu problema só vai mudar de lugar e seguirá empobrecendo a sua vida de maneira diferente.

* * *

Temos também alguns outros artigos que não são especificamente sobre ejaculação retardada, mas são sobre o tema da ereção e ejaculação precoce. Se lidos com o devido filtro, podem te ajudar:

* * *

Nota da edição: a coluna ID não é terapia (que deve ser buscada em situações mais delicadas). É apenas um apoio, um incentivo, um caminho, uma provocação, um aconselhamento, uma proposta. Não espere precisão cirúrgica e não condene por generalizações. Sua vida não pode ser resumida em algumas linhas, e minha resposta não abrangerá tudo.

A ideia é que possamos nos comunicar a partir de uma dimensão ampla, de ferocidade saudável. Não enrole ou justifique desnecessariamente, apenas relate sua questão da forma mais honesta possível.

Antes de enviar sua pergunta, leia as outras respostas da coluna ID e veja se sua questão é parecida com a de outra pessoa. Se ainda assim considerar sua dúvida benéfica, envie para id@papodehomem.com.br. A casa agradece.


publicado em 29 de Março de 2018, 00:05
File

Frederico Mattos

Sonhador, psicólogo provocador, autor dos livros "Relacionamento para Leigos" e "Como se libertar do ex". Adora contar e ouvir histórias de vida. Nas demais horas cultiva a felicidade, lava pratos, oferece treinamentos online em A Mente Humana e escreve no blog Sobre a vida.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura