Não fique só no mundo virtual da cerveja: 20 livros para você aprender com quem sabe

Porque nem só de mundo conectado e online se vive o homem. Leituras boas estão também nos livros sobre cerveja

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

Hoje em dia é muito cômodo buscar toda a informação necessária na Internet. Milhares de sites, jornais, blogs e portais espalham notícias, teorias e imagens sobre tudo que existe por aí. Mas não esqueçamos que também há muita informação offline sobre os milhares de anos de estudo e ciência do mundo nas páginas dos livros. 

Ainda bem. 

Pegue sua cerveja e vamos escolher um livro para ler calmamente enquanto apreciamos nossa bebida favorita.

Publicações com tradução em português

Nos últimos anos foram publicados excelentes livros que chegaram às livrarias já com tradução. Isso ajuda muito pois temos exemplares que fariam falta para grande parte de pessoas que não possuem uma segunda língua fluente em assuntos tão técnicos. 

Alguns são mais didáticos e complementam os cursos de técnico, homebrew e sommelier que estão à toda no país. Para alguns é um delicioso hobby, para outros mais uma forma de se educar e prestar um melhor serviço.

A Mesa com o mestre Cervejeiro (Garret Oliver)

Esta é a nova bíblia da cerveja. 

O mestre cervejeiro da badalada Brooklyn de NY tem um texto de fácil compreensão e parece dar uma aula diretamente à você. Ele é um dos grandes especialistas em harmonização que temos hoje. De babar e de beber. Lindas as imagens! 

Eu sempre o consulto para os eventos que organizo.

Vinho versus Cerveja (Charlie Bamfoth)

Comecei a ler esse livro logo que entrei no mercado cervejeiro, já que vinha do mundo dos vinhos. Diria que tomei um banho ao descobrir tantas coisas diferentes e bacanas sobre o processo da cerveja. 

Para tirar alguns mitos de que vinho é melhor que cerveja. 

O buraco é muito mais embaixo.

Cerveja em casa (Hallie Beaune e Christina Perozzi)

Duas simpáticas cervejeiras caseiras vão dar dicas animadas e sinceras sobre como fazer em casa sua bebida favorita. 

Com receitas que parecem bem simples e explicação sem complicação, este livro vai fazer você comprar panelas novas.

Cerveja e Filosofia (Steven D. Hales)

Cilene Saorin foi a responsável por este livro chegar em solo brasileiro e lembro de ter ido ao seu lançamento no bar Brejas em Campinas alguns anos atrás. Os textos são muito aprofundados e nos ajudam a ter uma visão mais holística da cerveja e seu papel. 

Caras como Garret Oliver estão lá filosofando o copo. O livro é composto por diversos artigos de diferentes profissionais. 

Muito interessante de ler!

A revolução da cerveja artesanal (Steve Hindy)

A revolução da cerveja artesanal é um relato empolgante do renascimento da indústria cervejeira norte-americana ao longo das últimas quatro décadas.

Publicações nacionais

São raros os exemplares de livros que temos escritos aqui. Possivelmente os nossos futuros escritores hoje trabalhem na área e não tenham tanto tempo para desenvolver uma tese, mas já temos novidades e técnicas que merecem ser descritas e profissionais gabaritados para isso.

As 100 melhores cervejas Brasileiras (Mauricio Beltramelli)

Maurício não sofreu quando escreveu esse livro, vamos pensar assim! 

Escolher 100 cervejas brasileiras hoje em dia é uma árdua tarefa e acredito que tenha tido bom degustador. Dono de um dos bares mais premiados em cartas de cervejas do Brasil, Maurício ainda sedia o curso de sommelier do Science of a Beer em Campinas. Tô em falta com esse, mas tá na lista!

Brasil Beer (Henrique Oliveira e Helcio Drumond)

Comprei este livro para me ajudar nas pesquisas das cervejarias e roteiros possíveis para um rico e bonito Brasil Cervejeiro. Ele dá bastante detalhe para até as menores cervejarias que surgiram até a última edição. 

Os meninos são muito simpáticos e tiveram o trabalho(!) de visitar as cervejarias do livro.

Os primórdios da cerveja no Brasil (Sergio de Paula Santos)

Na lista dos livros que estou de olho. Ainda não consegui saber muito sobre ele, mas é o único da lista de história do país com registros além das cervejarias Barbantes, assim espero.

Cervejas Brejas e Birras (Maurício Beltramelli)

Pegue logo o balde todo em vez de só uma cerveja só. Aconchegue-se na rede, melhore a luz e viaje junto com o Maurício. Com um diálogo fácil, ele te leva a aprender sobre cerveja no mundo inteiro. 

Conta suas próprias histórias, que transformaram-no em um grande especialista no Brasil.

Larousse da Cerveja (Ronaldo Morado)

Há muitos anos o país era um deserto seco de conhecimento cervejeiro. Surge então o Larousse da cerveja do Ronaldo Morado. 

Uma gota de esperança. 

Lembro que vendeu muitos exemplares, uma época em que as vendas online também começavam a disparar. Ajudou muito cervejeiro quando ainda usavam “fraldas” e tomavam alegremente qualquer pilsen.

Publicações em outras línguas

No site Brewers Publications você tem uma lista enorme de livros e autores americanos. Bem completo e invejável o site. 

Um sonho que vamos conquistando aos poucos no Brasil é poder organizar a forma como a cultura cervejeira é divulgada por aqui. Os livros americanos hoje chegam mais facilmente nas prateleiras. Tem livrarias fazendo encomendas diretas e que você recebe após cerca de 6 semanas. O site da Amazon também entrega aqui no Brasil para felicidade geral, e quase todos (se não todos) dessa lista você consegue com um pouco de paciência e ainda tem os que já tem versão online!

Tasting Beer (Randy Mosher)

É um dos meus livros favoritos e também foi o primeiro. 

Não há versão em português ainda, mas os cervejeiros brasileiros e até mesmo você já deve conhece Randy Mosher por causa dos rótulos da famosa Cervejaria Colorado, de Ribeirão Preto. Randy foi o responsável por tornar o urso mais brasileiro e com um semblante confiável para caracterizar as cervejas artesanais brasileiras que hoje correm o mundo. 

Além disso, Randy - que mora em Chicago - foi e é professor das mentes mais brilhantes da cerveja no mundo. Simpático design, apreciador de boas cervejas, vira e mexe está no Brasil onde fez muitas amizades e desenhou para muita gente. Seu livro tem uma didática muito boa e imagens lindas. 

Vale o esforço de ler em uma língua diferente. 

Pode ser comprado pela Amazon e encomendado pela Livraria Cultura, e até muitas vezes em festivais por aí. Para quem tem o Kindle, sai por $10 Obamas. Mosher tem no total 5 livros, todos, obviamente muito bons! 

Seu primeiro ele escreveu junto com o mito da cerveja Michael Jackson em 2004 e lançou este ano (2015) dois livros.

Designing great Beers (Ray Daniels)

Este ainda está um pouco longe de eu ler, é mais técnico e fala sobre como fabricar cerveja em casa, especifica 14 receitas clássicas usando muitos gráficos, histórias e dicas.

Ray Daniels tem cerca de duas dúzias de livros escritos e é do Cicerone Certification Programam (um curso de sommelier de cervejas) e membro da Siebel Institute (um Instituto muito famoso de cervejas).

The Oxford Companion to Beer (Garret Oliver)

Já ganhou como melhor livro de cerveja no ano de 2012 no Gourmand Award for Best in the World. Com editoração de Garret Oliver, tem texto de mais de 160 profissionais do setor cervejeiro. Um importante livro que trata desde agricultura até questões sociais e políticas. Um livro muito completo para aqueles que querem ir além do copo.

How to Brew (John J. Palmer)

Este livro fica na cabeceira de muitos mestres cervejeiros e homebrew no mundo. Também chamado de “o guia definitivo para se fazer cerveja em casa”. 

O livro foi escrito em 1999 e faz sucesso até hoje.

Malt: a Pratical Guide from field to brewhouse (John Mallet)

Este pequeno livro fala sobre a alma da cerveja: o malte. 

Do campo às receitas de cerveja, eles explicam em detalhes sobre essa importante matéria prima, história, processos e técnicas. Faz parte de uma série de livros sobre cada um dos ingredientes principais da cerveja.

Beer for Pete’s Sake (Pete Slosberg)

Pete é um dos caras mais simpáticos que a cerveja artesanal poderia ter trazido para o Brasil. Além de ser um cara gente boa, ele foi um dos pioneiros no mercado de microcervejarias nos USA e hoje tem uma fábrica de chocolates, a Cocoa Pete’s Chocolate Adventures

No livro ele compartilha sua experiência no setor cervejeiro.

The Brewmasters Table (Garret Oliver)

A mesa com o mestre cervejeiro é a tradução deste, que é o original.

Brewpub Cookbook (Stephen Beaumonts)

Neste livro, as 100 receitas dos 30 mais famosos brewpubs da América do Norte.

Autor e co-autor de mais de uma dúzia de livros publicados, Stephen é um simpático canadense que gosta de bebidas em geral. Ele viaja o mundo provando boas cervejas e destilados e escrevendo sobre suas experiências.

Modern Homebrew Recipes (Gordon Strong)

Neste livro, também mais técnico para quem produz cerveja (pequenas ou grandes panelas), Gordon dá suas dicas pessoais para fazer cervejas boas e inovadoras. 

Ele também explica sobre os desafios de se acertar uma receita para competições. Ninguém melhor que o presidente do BJCP (Beer Judge Certification Program) para dar dicas tão importantes.

The Brewers Association’s Guide to start your own Brewery (Dick Cantwell)

Um tema que não tem muitos títulos é o de como montar sua cervejaria. 

Muitos explicam como fazer cerveja, mas quase nenhum fala sobre o negócio em si. Cantwell é um dos pioneiros em cervejaria artesanal em Seattle. Ele tem uma cervejaria e três pubs na cidade. Claro que muito do que tem no livro serve para o mercado americano, mas acredito que existam dicas preciosas para quem vai começar por aqui também.

* * *

Mais livros, mais títulos, mais autores, mais conversas. Nos falamos aqui embaixo, nos comentários.


publicado em 08 de Agosto de 2015, 00:00
Bio jpg

Bia Amorim

Formada em Hotelaria e pós-graduada em Gastronomia, com especialização em Sommelier de Cervejas. Está no Twitter (@biasamorim) e Instagram (@biasommelier), além do Farofa Magazine, projeto que nasceu para para atender a crescente demanda de comensais que gostam de harmonizar, aprender, conversar e filosofar.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: