Não ignore suas ideias estúpidas

Acontece comigo o tempo inteiro. Tenho alguma ideia realmente idiota, começo a rir sozinho, rapidamente ignoro o conteúdo do pensamento e continuo com minha rotina produtiva. Agora, um cara chamado William Wilkinson me fez rever essa atitude.

Ele relata em seu Tumblr como foi o processo criativo de um aplicativo para o iPhone que consiste, basicamente, em carregar balas em um revolver, girar o tambor e atirar. Sim, a infame roleta-russa.

Segundo ele, todo o trabalho envolveu apenas duas horas em frente ao computador, uma foto de 6 dólares e 3 dólares em um áudio de tiro. Em seguida, entrou no Twitter, convidando um desenvolvedor de aplicativos para iPhone. Em vinte minutos, alguém respondeu e topou o projeto. Em alguns dias submeteu o projeto à aprovação e, surpreendentemente, recebeu carta branca.

Era o primeiro simulador de tiro para iPhone.

Link YouTube | Todo o marketing utilizado foi esse vídeoe alguns tweets.

Com a brincadeira, ele conseguiu em apenas um mês faturar 16.000 dólares. Tinha 17 anos, na época. Dois anos depois, o aplicativo ainda rende uns trocados suficientes para comprar o almoço. Nada mal para um investimento de duas horas e 9 doletas.

Repito a recomendação do William: não ignore suas ideias estúpidas.

E ainda tomo a liberdade de adicionar uma importante observação: uma ação no mundo vale muito mais do que uma cabeça cheia de ideias sentada sobre a confortável cadeira da apatia.


publicado em 31 de Março de 2011, 11:37
Avatar01

Luciano Andolini

Cantor, guitarrista, compositor e editor do PapodeHomem nas horas vagas. Você pode ouvir no Spotify. Também escreve no Medium e em seu blog pessoal. Quer ser seu amigo no Facebook e Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura