A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

O caminho do não-resultado | Mente de Principiante #7

A sabedoria de Shunryu Suzuki em mais uma tirinha de Daniel Gisé

No contato com o livro Mente zen, mente de principiante, desenvolvo pouco a pouco uma admiração cada vez maior pelos ensinamentos de Shunryu Suzuki. A tirinha acima ilustra uma das falas desse grande mestre (veja aqui outras tirinhas).

Em nosso cotidiano somos cobrados a sermos eficientes e produtivos. Alcançar, conquistar, não perder tempo. O presente não está bom, o futuro vai ser melhor. Se você não está correndo atrás de um objetivo, não está fazendo do jeito certo e por aí vai... Com o tempo, desse esforço vem estresse, doenças, depressão.

Ao contrário dessa corrente, Suzuki (e junto com ele várias linhagens de mestres, há séculos) sugere — pasme! — que o lugar onde estamos é o lugar certo para estar neste momento. Não há nada para alcançar nem conquistar. Nós já temos o que é mais importante, apenas precisamos reconhecer isso. A forma de perceber isso é a meditação, o zazen. A instrução do zazen é "apenas sentar". Quem senta para meditar com a ideia de alcançar um objetivo logo se cansa e se frustra.

Suzuki diz:

"Há pessoas que perguntam o que significa praticar zazen sem idéia de ganho, que tipo de esforço é necessário para essa prática. A resposta é: esforço para libertar nossa prática de tudo o que estiver demais."

No budismo há a imagem da Lua refletida em um lago para falar da natureza de Buda presente em nós. Todos nós temos a natureza de buda, ela está lá, sempre presente e disponível a todos como a luz da Lua. Nós somos como lagos refletindo essa Lua, sem esforço.

Inscreva-se na oficina "Desbloqueio do desenho" em São Paulo

Queria aproveitar e convidar os leitores e leitoras para o próximo encontro da oficina "Desbloqueio do desenho", que conduzo com a Eliza Mania, para quem deseja começar a desenhar e trabalhar com a criatividade. Vai rolar 6 de junho, sábado, na Laboriosa 89, na Vila Madalena, em São Paulo.

Vamos trabalhar com a ideia de que desenhar é uma habilidade que se aprende e se desenvolve com a prática. Ao contrário do que se pode imaginar, a dificuldade não é uma questão de habilidade motora mas está ligada com a forma como enxergamos as coisas ao nosso redor. Aprender a desenhar é também aprender a ver.

Mais informações e inscrições aqui

Quer colocar isso em prática?

Para quem está cansado de apenas ler, entender e compartilhar sabedorias que não sabemos como praticar, criamos o lugar: um espaço online para pessoas dispostas a fazer o trabalho (diário, paciente e às vezes sujo) da transformação.

veja como entrar e participar →


publicado em 02 de Junho de 2015, 15:42
5d27c0c0b5ec791eda33f14792b8f9ce?s=130

Daniel Gisé

Nasceu e vive em São Paulo. Formado em artes plásticas pela UNESP. É quadrinhista, ilustrador e web designer, também dá oficinas de desenho e HQ, e é praticante de meditação iniciante. Mais no Facebook e no site www.danielgise.com.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura