Quer dar um tapa no visual mas não sabe por onde começar? Fizemos um curso online de estilo pra isso, o “Mas você vai de chinelo?”. Inscreva-se agora! É gratuito!

O problema é a referência

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 47 nh 1 png
  • Logo havaianas 130x50 png

Em um bar, na mesa que estava ao meu lado, ouvi algo que me assustou. Ao serem servidos os copos de chopp, um rapaz pergunta ao garçom:

"Ei, amigo, por acaso você sabe quantas calorias tem um copo desses?"

O garçom, polido e parceiro, como deve ser, levou na esportiva e respondeu amigavelmente que não sabia. Mas poxa, como um cara senta em uma sagrada mesa de bar e fala um despautério desses?

Analisando detalhadamente a situação (ou seja, bebendo mais), pensei que a culpa não era daquele pobre afeminado, e sim das imagens com as quais ele convive. Infelizmente, vivemos em um mundo onde os galãs da televisão e cinema não são mais símbolos de masculinidade, mas de algo politicamente correto, fruto da orientação de um gerente de imagem "altamente qualificado".

Podia ter só mudado o vestuário, não?

O resultado é um Richard Gere vegetariano, um Tom Cruise cientologista e comedor de placentas (depois disso, ele morreu pra mim!) e um Gianecchini garoto-propaganda do Shopping Pintos... Tá tudo errado!

Bem diferente dos tempos de Elvis Presley, Marlon Brando, James Dean. Verdadeiros homens (ui!), que faziam o que queriam, praticavam o politicamente incorreto e, mesmo assim, moldavam mentes jovens, marcavam sua época e – o mais importante –pegavam todas as mulheres que queriam!

O que falar de um Frank Sinatra, que além de mestre da música, era abertamente beberrão, mulherengo e envolvido até os dentes com a máfia? Gênio.

Al Pacino e Robert De Niro são dois dos últimos sobreviventes desta safra. Você não vê o De Niro saindo de uma clínica de estética ou o Al Pacino tomando iogurte light e fazendo compras pelas ruas de Beverly Hills. Simplesmente porque esta não é a natureza do homem, isso não está certo!

Recado de Al Pacino para Ricky Martin e seu novo livro ("Eu"), belo exemplo dessa nova geração de homens vaidosos.

Vivemos em tempos caóticos. Homens leem revistas de saúde, fazem drenagem linfática, peeling e ficam imunes a humilhação e depreciação coletiva que isso deve gerar.

Portanto, seja homem, dê-se ao respeito e dê uma porrada em seu amigo caso ele pergunte quantas calorias tem um copo de chopp. Faça isso por ele, por você e todos os homens que ainda pedem aquela porção de torresmo bem servida no boteco da esquina!

Rupert Everett e Robert de Niro: a diferença entre aceitar ou não as rugas.

publicado em 16 de Fevereiro de 2011, 13:54
44f5cf4080a03fec6787de04ee5f9055?s=130

Luiz Gallo

Filho do seu Walter e da dona Leni, Luiz Gallo (@luiz_gallo) é jornalista, roteirista, odeia pés e não dispensa uma cerveja gelada num barzinho de esquina. Aqui no PdH dispara textos na série "Entre umas e outras".


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: