Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

13 filmes para assistir em junho

Junho marca o fim de mais um semestre, o lançamento do primeiro filme da Mulher Maravilha, de diversos documentários e de um longa onde a personagem principal é uma vaca. Sim, uma vaca.

Ah, eis a chegada de junho e o fim de mais um semestre.

Para alguns cinéfilos mais veementes, é o tempo de refletir a metade que já passou e se organizar para o que ainda está por vir. De fazer as primeiras listas, colocar no papel tudo aquilo que viu sorrindo solto e aqueles filmes que pouco valeram o ingresso. É a hora da crítica fazer seus primeiros palpites para o próximo Oscar e da ansiedade dos aguardados lançamentos ir lá em cima. Afinal, é só olhar o calendário e ver que tantos filmes de grandes diretores logo estarão em cartaz, que em poucos meses teremos outro Star Wars, e de pensar "nossa, como o tempo passa rápido" e o ano já ter acabado e estarmos falando sobre os lançamentos do ano seguinte.  

Junho é tempo bom. É tempo de começar a ir mais ao cinema, aquecendo para os principais meses que estão chegando. Com esse pensamento, fizemos nossa tradicional curadoria do que pode valer ser visto na telona:

1. Mulher Maravilha (01/06)


Dirigido por Patty Jenkins e estrelado por Gal Gadot, Mulher Maravilha é o primeiro filme solo da icônica heroína. O filme conta a origem da personagem, seu crescimento e como foi mandada ao mundo dos homens pela primeira vez, para garantir a paz.

O filme já foi lançado e tem tido boas críticas, assim como já listamos cinco razões pra você ir ao cinema assisti-lo

2. Z - A Cidade Perdida (01/06)


Do diretor querido pelo crítica James Gray, Z se inspira na história do Coronel Percy Harrison Fawcett, famoso arqueólogo e explorador britânico, que acreditava na existência de uma sociedade perdida em uma região serrana do Mato Grosso.

Como Z também já foi lançado, você pode ver as críticas que o filme tem recebido aqui - já adianto que são positivas.

3. Animal Político (08/06)


Já imaginou um filme onde a atriz e personagem principal é uma vaca? Animal Político é assim. Sério. A ideia é tão maluca que já me faz querer ir ao cinema só pra ver o resultado. Aumenta ainda mais quando parece ser uma bem construída crítica a nossa sociedade.

O filme é nacional, com direção do Tião - sim, só Tião. 

4. Neve Negra (08/06)


Se quando fala em cinema argentino você lembra do Ricardo Darín, vai ficar feliz com essa indicação. Ele, que parece atuar em todos os filmes do hermanos, encarna no longa dirigido pelo diretor Martin Hodara o papel de um misterioso e isolado homem, que entra em conflito com seu irmão ao não aceitar vender as terras que os dois receberam em herança.

5. Paris Pode Esperar (08/06)


Eleanor Copolla assina a direção e roteiro de seu primeiro filme com a impressionante idade de oitenta e um anos. O longa conta a história Anne, interpretada pela outrora indicada ao Oscar Diane Lane, que tem sua vida alterada quando parte em uma viagem pela França com o sócio de seu marido.

6. A Múmia (08/06)


Sem precisar se aprofundar muito, aqui estamos falando de uma releitura do filme A Múmia e estrelada pelo Tom Cruise. Daqueles filmes pipocas que pode ser uma boa de ir ao cinema com os amigos.

7. Cidades Fantasmas (15/06)


Vencedor de melhor longa nacional do festival É Tudo Verdade, a maior competição de documentários do Brasil, Cidades Fantasmas é o retrato de quatro cidades abandonadas e de seus moradores, que se viram obrigados a deixarem suas casas por algum motivo maior. 

Assisti o filme no festival e recomendo - tem uma interessante abordagem e levanta pertinentes questões.

8. À Sombra de Duas Mulheres (15/06)


Dirigido em preto e branco por Philippe Garrel, À Sombra de Duas Mulheres parece ser aquele filme francês que pode levar ao delírio uns e ao sono outros. O filme conta a história do casal Pierre e Manon, que tem um tradicional relacionamento até este ser abalado quando Pierre conhecendo Elizabeth e deseja ter uma relação com as duas mulheres. Como é de ser, as coisas não acontecem como ele esperava. 

9. Quem é Primavera das Neves? (15/06)


Outro documentário nacional que esteve presente no É Tudo Verdade, Quem é Primavera das Neves foi recebido como uma obra leve e tocante. Dirigido e pensando por Jorge Furtado, o filme busca contar a história e o processo de descoberta de quem era Primavera das Neves, uma tradutora de nome atípico e que, em um primeiro momento, parecia impossível de ser encontrada. 

10. O Círculo (22/06)


Mae Holland, interpretada por Emma Watson, fica empolgada ao ser contratada pela empresa The Circle, uma supergigante do ramo da tecnologia que tem seus empresários entre os homens mais poderosos do planeta, até perceber que seu trabalho - e a empresa - não é bem o que ela esperava. 

O filme também tem a atuação de Tom Hanks e é dirigido por James Ponsoldt. 

11. Garoto Fantasma (22/06)


Leon tem onze anos e se sente triste por estar internado e não poder brincar com outras crianças. Encontra algum sentido ao ajudar com seu inusitado superpoder um policial cadeirante: eles juntos buscam completar a missão de acabar com um mafioso. 

Garoto Fantasma é uma animação franco belga dirigida por Jean-Loup Felicioli e Alain Gagnol e lançada em 2015, mas só chega agora aos cinemas nacionais.

12. Divinas Divas (22/06)


O primeiro filme dirigido pela famosa atriz Leandra Leal é um documentário que conta os causos e histórias da primeira geração de travestis no Brasil e o auge da região da Cinelândia, o entorno de uma praça no Rio, famosa pela sua agitação cultural, com seus teatros e cinemas.

13. Meu Malvado Favorito 3 (29/06)


Para o possível êxtase das crianças de sua família, a série Meu Malvado Favorito chega ao seu terceiro filme. A história segue as aventuras de Gru, Margo, Agnes, Edith, Dr. Nefario e os atrapalhados Minions, desta vez enfrentando um novo antagonista: o astro de TV quase esquecido Balthazar Bratt, outrora malvado bem sucedido e agora quer voltar a ter sucesso.


publicado em 03 de Junho de 2017, 08:34
000b0026

Bruno Pinho

Estagiário do PapodeHomem e estudante de jornalismo.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura