9 quadrinhos online gratuitos para ler agora

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Apesar de ser um grande defensor do livro físico como objeto de experiência sensorial, é inegável dizer que a internet se tornou uma plataforma extremamente propícia aos quadrinhos. Antes, achar público disposto a ler os seus trabalhos era extremamente difícil, você dependia de ter boas conexões, amigos, dinheiro para impressão, etc. Hoje, no entanto, vemos tirinhas sendo compartilhadas em escala geométrica, com o potencial de atingir milhares de pessoas.

De tão repetido, falar sobre isso já se torna clichê. O que realmente interessa é saber filtrar, garimpar o que há de melhor nessa produção em constante crescimento. O Guilherme já abordou esse assunto por aqui, agora complemento com a minha seleção, meu top 9 – porque 10 é mutio mainstream – de quadrinhos online e gratuitos. A maioria deles tem uma opção física, portanto, caso goste, compre e dê uma forcinha pro artista.

Promessas de amor a desconhecidos enquanto espero o fim do mundo

 Pedro Franz é um artista e pesquisador de Florianópolis que, na minha opinião, é uma das melhores revelações dos últimos tempos. Promessas é um história dividida em três livros, todos disponíveis gratuitamente em seu site. Porém, recomendo fortemente que comprem os exemplares físicos.

Em Promessas, ele não se limita aos formatos tradicionais, levando a narrativa aos limites da experimentação. Por exemplo, no segundo volume, Underground, as páginas do quadrinho são soltas, podendo ser lidas na ordem que quiser, gerando múltiplas visões acerca da mesma história.

Para quem gosta de temas políticos, Promessas é uma ótima pedida.

http://sobreofim.wordpress.com/

Ordinário

O Rafael Sica é foda. Seus quadrinhos são como haikais. Os conceitos inerentes aos desenhos são complexos e te deixam pensando (e muitas vezes depressivo) por horas. Em um primeiro momento as tiras podem parecer simples, mas não se iluda, tente esboçar algo parecido no papel e verá que a tarefa não é tão fácil assim.

http://rafaelsica.zip.net/

Bangolê Bongoró

Já aviso de antemão que Bangolê é uma obra complexa. As suas 96 páginas reúnem quadrinhos, experimentações, textos, colagens, partituras, histórias em cinemas pornô etc. Com um jeitão de fanzine punk, a obra enaltece o espírito D.I.Y. Com trabalhos de Gomez, Stêvz e Rodrigo Kesselring.

http://bongole.blogspot.com.br/

Beleléu #1

Beleléu é um selo carioca de quadrinhos independentes que vem ganhando cada vez mais espaço. A Beleléu #1 é, assim como a Bangolê, um compilado de quadrinhos, formatos e textos. As narrativas se pautam em um viés cômico, mas provacam reação diversas. Grande parte das histórias são feitas por Daniel Lafayette, Eduardo Arruda, El Cerdo e Stêvz. Destaque para as histórias curtas, de uma página, e os textos muito bem escritos.

http://www.revistabeleleu.com.br/

Quadrinhos A2

Despretensioso e divertido. O Quadrinhos A2 é uma série de quadrinhos autobiográficos criados por Paulo Crumbim e Cristina Eiko que já está na sua terceira temporada. Os temas abordados retratam a vida cotidiana dos dois, mostrando desde sua relação com o cachorro de estimação Pino até uma viagem à FIQ (Festival Internacional de Quadrinhos). Quando descobri o site passei horas lendo, sem nem perceber o tempo correr.

http://www.quadrinhosa2.com/

Quase Nada

Quase Nada é uma série de tiras feitas pelos gêmeos Fábio Moon e Gabriel Bá. Não há mais o que falar dos dois. Eles estão no auge da carreira, trabalhando em diversos projetos nacionais e internacionais, são conhecidos pra caralho. As tiras seguem um padrão, há sempre uma moral no quadrinho final, normalmente dita por um animal antropomorfizado. Toda semana sai tira nova, recomendado.

http://10paezinhos.blog.uol.com.br/

Little Rocks

Little Rocks é uma série de quadrinhos criada pelos ilustradores e quadrinistas Amilcar Pinna e Amanda Grazini. Aparentemente, as produções não tem ligação entre si, mas a maioria utiliza linguagem não verbal.

O que me chama atenção são as histórias em que eles intercalam os traços, enquanto o da Amanda é ôrganico, feminino, o do Amilcar é mais tradicional, sem perder a qualidade, claro. Os temas são diversos, com destaque para a história em que uma garota mergulha em uma xícara de chá, mó doidera.

http://little-rocks.blogspot.com.br/

Quadrinhos Ig

No meio do ano passado a seção Jovem do Ig começou a publicar quadrinhos feitos pelo Rafael Coutinho, Rafael Sica, Raphael Salimena e Eduardo Medeiros. Com histórias de temática totalmente diferente, podemos ver a capacidade de criação narrativa de cada um desses autores. Particularmente, gosto muito da série Roberto, do Medeiros, que conta a história de dois amigos, uma raposa (cachorro?) chamada Erasmo e uma Vitrola chamada Roberto. O traço e a escolha das cores são muito boas, além da história ser leve e divertida. Dá pra passar algumas horas por lá, acompanhando cada uma das produções. Duas delas, Tune 8 e O Beijo Adolescente vão ganhar continuação.

http://quadrinhos.ig.com.br/

Maria Nanquim

Maria Nanquim é um tumblr/twitter/facebook que divulga diversos quadrinhos, tanto brasileiros quanto internacionais. Sério, é uma curadoria fudida, entra na página e assina o feed assim que acabar de ler isso aqui. A nata da nata.

http://mariananquim.tumblr.com/

Quais outros quadrinhos vocês recomendam?

Devo ter esquecido de um monte de artistas bacanas, mas deixo essa tarefa para vocês, escrevam as suas listas nos comentários.


publicado em 08 de Setembro de 2012, 07:00
File

Ian Leite

Sócio da Monstro Filmes. É amante de quadrinhos, cinema, e de artes em geral.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: