[Denúncia] "O caráter", texto de reflexão para os moradores de Vargem-SP

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Caráter é uma qualidade inerente (que não se separa) a uma pessoa, animal ou coisa e traços psicológicos, modo de ser, sentir e agir de um individuo, um grupo, um povo e genética é o ramo da biologia que estuda as leis da transmissão da hereditariedade nas pessoas. Partindo desses princípios básicos temos também, o gênio que significa espírito benéfico ou maléfico, que segundo os antigos presidia (dirigia) o destino de cada um.

Se formos seguir segundo os antigos o caráter do homem serie inerente a que; poderia até garantir com certa desconfiança e (tristeza) que ainda não nos separamos dos animais e/ ou coisas, principalmente do dinheiro ($) "nem todos,"sendo que as religiões atuais deveriam e devem "sempre" usar (não abusar)do gênio benéfico, pois, a mente do ser humano, as vezes falha por motivos desses mesmos traços psicológicos e hereditários, uma vez que somos ensinados a seguir as pessoas de nossos ancestrais, ou seja, o homem evoluiu; mas ele mesmo parece que não se conscientizou, porque se acha acima de tudo, principalmente quando alcança o pode de líderes; seja de governos (presidentes, reis e etc) seja de religiões ( Islamismo, Budismo, Judaísmo, Cristianismo) o caráter desses homens estão inerentes a de gênios.

Com isso, perguntaria aos homens de caráter antigo e atuais:

Os gênios que inventaram as poderosas armas de guerra são maléficos e os que as compram e usam são benéficos. Via de regra normal, aquele que oprime ou impõe suas leis que por meio de guerras, ou de palavras no meu parecer são gênio maléficos, ou não!!!

Para se formar o caráter de uma pessoa, por trás desse caráter, sempre haverá um mestre, e esse mestre que o antigo quando o novo deveria, no mínimo procurar entender "o por que" das coisas acontecerem, pois o livre arbítrio que tanto falam é esse " mestre" que ninguém vê, mas, nos ensina da seguinte maneira,ou você usa o caminho do gênio benéfico que é a luz (no mínimo já fomos um grão de areia) ou o gênio maléfico, que é aquele, que nunca sabe nada, que vê nada, não escuta nada, mais quer que você emudeça e o obedeça!!! Em homenagem a quem "Homem" que " morreu" por mim, por você, por nós...

Procure-o dentro de você!!!

Aproveitando a Copa do Mundo adiantou expulsar os Holandeses???

por Claudio Correa

Pra quem achou que era brincadeira, a prova do crime.

Que texto é esse?

Eu li o texto acima domingo, em uma coluna de opinião – daquelas onde lemos os melhores artigos dos jornais, sabe? – do jornal A Cidade, principal publicação (só tem duas) de Vargem, município do interior de São Paulo, perto de Bragança Paulista e Extrema, na divisa com Minas Gerais.

Sabendo que os moradores de Vargem precisam de muita educação e que a cidade não tem vida autônoma, deixo as piadas de lado e lembro que esse jornal é uma das poucas coisas que podem ser lidas gratuitamente na cidade. Como o jornal é repleto de notícias tendenciosas e excessiva publicidade com erros ortográficos, esse texto do Claudio Correia é o único de reflexão, mais intelectual, para ajudar a pensar.

Ah, sim, mais um dado para sua reflexão: o jornal é produzido pela prefeitura.

Fiz questão de transcrevê-lo com precisão, na íntegra, sem aspas ou estilo de citação, para vocês terem a mesma experiência de leitura que eu tive, esperando um texto decente.

Muito do Brasil é isso: ignorância oferecida onde mais se precisa de educação.

O que podemos fazer?

De modo amplo, você, que acabou de dar risada ou se entristecer, pode começar a escrever melhor. A grande maioria dos comentários e emails que recebemos no PapodeHomem, por exemplo, têm muitos erros. Ampliar o pensamento, ler mais, pensar com mais rigor e abertura é algo a se considerar.

Para Vargem, se quiser ligar, os telefones da prefeitura são 11 4598-4143/2029/4500/2744. No site oficial (www.vargem.sp.gov.br), a página da ouvidoria está vazia e não há nenhum meio de contato. Mas podemos enviar vários emails para o próprio jornal: jornalacidade_jac@hotmail.com

Deixo esse desafio (eu acabei de fazer) aos leitores PapodeHomem: envie um email para o jornal.

Você pode oferecer seus serviços de diagramação ou revisão, algo que eles precisam muito. Ou pode pedir que nunca mais publiquem nada do Claudio Correa, listando os infinitos problemas de sua última coluna no jornal. Outra opção é pedir que publiquem algum texto do PapodeHomem, já que algumas matérias do jornal são "Ctrl+C, Ctrl+V" sem vergonha da Internet.

Não tirem sarro, não façam graça. Escrevam com seriedade (e, por favor, sem erros de português e sem abreviações). Vamos lotar a caixa deles de reclamações e sugestões. Quem sabe um de vocês não vira revisor do jornal?

Em minha próxima passada por Vargem, vou checar se houve alguma mudança. Faça o mesmo em sua cidade e nas cidades menores ao redor. Leia os jornais, observe a dinâmica da cidade, pergunte, cutuque.

Nesse imenso Brasil, já bastam os problemas. Não precisamos de Claudios Correas ensinando como não escrever, como não pensar.

*Se quiser, cole o email enviado como parte de seu comentário abaixo.

Atualização: resposta do jornal

Pessoal, recebi sábado a resposta do jornal A Cidade. O assunto do email: "Retratação". Segue:

"Boa Tarde!
Sou Danielle Morais, uma das responsáveis pelo Jornal A Cidade!
Quanto a coluna do Claudio Correa a qual causou tanto o que falar, não faz mais parte do jornal!
Agradecemos a preocupação de todos, e procuraremos melhorar a qualidade do nosso Jornal! Quanto a revisão sou eu mesma que faço, porém para revisar de fato este texto, ele teria que ser reescrito. Até porque eu mesma tenho uma coluna.
Em nome de toda equipe do Jornal A Cidade agradecemos as opiniões e estaremos mais atentos!"

Agora vou responder perguntando por que a coluna foi removida.


publicado em 14 de Julho de 2010, 05:55
Gustavo gitti julho 2015 200

Gustavo Gitti

Professor de TaKeTiNa, colunista da revista Vida Simples, autor do antigo Não2Não1 e coordenador do lugar. Interessado na transformação pelo ritmo e pelo silêncio. No Twitter, no Instagram e no Facebook. Seu site: www.gustavogitti.com


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: