Don Mann: o ex-soldado mais durão que existe

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Asm selo png

Num belo dia eu conheci um cara saco-roxo pra cacete. Era um cidadão do mundo: nascido no México, foi criado na Suíça quando garoto e veio crescer e virar homem aqui em São Paulo, Brasil. Seu pai era diplomata e ele acompanhava o velho em qualquer país que esse fosse trabalhar.

Ainda na Suíça, esse garoto, o Augusto, entrou para o exército. Aqui no Brasil, ele começou a treinar para voltar ao país europeu para entrar para as forças especiais do poderio militar de lá. Para isso, ele acordava às 5 da manhã, houvesse chuva ou sol, botava nas costas uma mochila com 25kg nas costas e fazia um percurso de aproximadamente 15km - da Zona Oeste até o começo da Rodovia Raposo Tavares - andando. Chegando no destino, ele tirava a mochila que, na verdade, era só pra aquecimento, e começava a malhar pesado em uma academia. Eu sempre achei isso foda pra caraho. O domínio do corpo, uma resistência que a gente acha ser fora do comum quando, se parar pra pensar, deveria ser o mínimo que poderíamos usufruir dos nossos músculos e ossos.

Perguntando sobre como ele conseguia isso, ele apenas respondeu: "procura aí na Internet o nome de Don Mann".

Por esses dias, a galera da Go Outside publicou uma matéria muito boa sobre esse ex-soldado que fez muita coisa. Muita mesmo.

Don viu o caminho de seu destino nos Navy Seals, a principal força especial militar dos Estados Unidos (essa mesma equipe que pegou, de uma vez por todas, o Osama Bin Laden, o principal inimigo americano da última década). Serviu seu país por 21 anos e quase morreu em um treinamento na Somália, quando foi capturado por 14 somalis.

“Ficamos três dias em poder deles. Só fomos libertados com vida porque conseguimos explicar que estávamos apenas treinando e também porque temos o que eu chamo de pensamento de sobrevivência, ou seja, um aparato mental que permite, entre outras coisas, manter a calma e ter confiança de que tudo sairá bem”

Desde 1998 que Don trabalha recrutando e treinando novos Seals. Depois de "aposentado", Don Mann se transformou em um atleta dos mais preparados e inquietos. Ele corre, anda de mountain bike, escala, pratica triathlon e organizador de provas de endurance (resistência física). Don tem 54 anos  e correu mais de mil competições de longa distância, incluindo a Raid South Africa, corrida de 11 dias e 804 quilômetros e o Ironman do Havaí. Além disso tudo, Don tornou-se a pessoa que mais organizou eventos de endurance no planeta, incluindo a Primal Quest Expedition, uma das provas mais duras de resistência física.

No Primal Quest, grupos de atletas de resistência correm, pedalam, remam e navegam na Dakota do Sul, por uma extensão de mais de 965km em um terreno extremamente difícil. Essa seria a materialização da ideia de Don para o que seria uma verdadeira prova de resistência. É muito interessante ver os (péssimos) vídeos e fotos do evento e perceber que não se trata de um grande e badalado evento. São grupos bem pequenos tentando apenas ultrapassar todos os limites da resistência corporal. Don colocou isso em prática. E não que esse super soldado tivesse começado a competir depois de velho.

Mesmo quando atuava ativamente como Seal, Don sempre competiu, fosse em provas oficiais ou amadoras. Dá só uma olhada na pequena compilação feita pela Go:

(...) fez a Odyssey Double Iron (evento de triathlon com o dobro das distâncias de um Ironman), completou – de mountain bike e sobre a neve fofa do Alasca – os 160 quilômetros da Iditasport e remou outros 160 quilômetros em cinco dias pelos Andes chilenos durante uma expedição pessoal. Além disso, organizou seis edições da mítica Primal Quest, considerada uma das mais difíceis competições de aventura do mundo. “Atualmente treino aproximadamente 15 horas por semana. Procuro pedalar no mínimo 240 quilômetros e remar pelo menos 24 quilômetros semanalmente. No início dos anos 1980, eram 50 horas!”, conta Don.

O treinamento dos Seals

De tanto gostar de treinar e superar limites, é claro que o ex-soldado escreveu coisas sobre o assunto. O mais recente, The U.S. Navy Seal Survival Handbook, relata todo o processo de treinamento de um soldado de elite, desde saber se portar em todos os tipos de clima, saber se encontrar e sobreviver em qualquer tipo de terreno, até como criar com as próprias mãos armas, ferramentas e abrigos, como encontrar água e comida, enfim, como se tornar um verdadeiro super homem.

Abaixo, os dois vídeos que se complementam mostram o treinamento de uma equipe específica de Navy Seals e todos os perrengues que esses homens passam para adquirir a experiência de sobrevivência, para saberem sair de qualquer situação com toda a saúde física e, claro, mental.

Link YouTube | Treinamento dos Navy Seals, parte 1

Link YouTube | Treinamento dos Navy Seals, parte 2

Com tantos desafios físicos e profissionais superados, faltou a Don a sorte ou traquejo para com sua vida pessoal. Depois de uma excursão longa de competições e reinos, o ex-soldado chegou em casa e não encontrou a mulher e a filha, com apenas 2 anos na época. O casamento de Don afundou:

“Nenhum Seal consegue sustentar um casamento por muito tempo, somos todos divorciados. Sua mulher ouve sua voz pelo telefone poucas vezes por mês, seus filhos não sabem quem você é. Infelizmente, ser um Seal exigiu mais da minha energia do que ser um marido ou um pai”

Don ainda treina e recruta soldados que farão parte dos Seals. A Go, pra finalizar, separou uma lista com as principais dicas do super Don Mann para quem quiser sobreviver em qualquer lugar do planeta, sob quaisquer condições.

Os preceitos de Don Mann

1. Transforme grandes objetivos em pequenos desafios. Em uma expedição de seis dias, por exemplo, não pense nas distâncias absurdas. Mentalize apenas: “Vou passar alguns dias pedalando minha bike, correndo e remando”.

2. Nunca desista.

3. Tente ficar mais forte e mais inteligente a cada dia.

4. Não existe mau tempo, apenas diferentes tipos de clima para os quais sempre podemos nos preparar.

5. Saiba cuidar de si mesmo, fazer pequenos curativos, aplacar pequenas infecções.

6. Aprenda a construir abrigos em qualquer ambiente. Na neve, faça uma caverna e na selva monte-o longe do chão, para evitar o ataque de animais.

7. Domine a técnica de fazer fogo. Ele espanta os animais, ferve sua água, aquece o corpo e cozinha o alimento.

8. Tente estar sempre próximo de onde há água.

9. Descubra os tipos de animais e plantas que podem ser comidos no ambiente onde você está, evitando envenenamento e inanição.

10. Sempre se lembre desta matemática: você pode sobreviver a três dias de frio extremo e seis dias sem comida.

Como eu disse lá no começo, o que o meu amigo Augusto fazia nada mais deveria ser, comparada às façanhas do grande Don Mann, apenas um mínimo do que o nosso corpo precisa para parecer e estar, de fato, completamente são. O que o ex-Seal faz já é pra poucos. Longe de ser impossível, mas perto de ser muito reverenciado.


publicado em 26 de Junho de 2012, 08:06
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: