Dr. Love is Back. In Black.

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Asm selo png

Pergunta: "Olá Dr. Love,

Eu estudo e tem um rapaz na minha sala de aula que me deixa com muito
tesão.

Ambos somos casados, mas preciso muito fazer sexo com ele.

Nunca cheguei a me mastubar nem pensando no meu marido, mas agora tenho até
vontade quando penso nesse rapaz. Faz 15 anos que sou casada e nunca dei
para outro. Me ajude, não sei mais o que fazer."

- Cris

Ahhhhhh, estou de volta, cansei de férias! Retiro prolongado é coisa de idoso com Mal de Alzeihemer.

clique na música acima para entrar no espírito. AC/DC agradece.

--- estralando os dedos pra tirar a poeira ---

Vamos lá, Cris, sua pergunta vai ser boa para esquentar os motores, já que trata-se de uma situação simples.

"Ambos somos casados, mas preciso muito fazer sexo com ele. "

Que isso sirva de lição para todos os homens. Toda vez que você escutar o verbo "preciso" junto da palavra "sexo" saindo da boca de uma mulher, tome cuidado. Você está frente-a-frente com um caso em estágio avançado de Buceta em Chamas(BC).

A mulher vítima dessa situação fará de tudo para ser devidamente preenchida o quanto antes. No entanto, há uma distinção importante a ser feita entre as três variações da BC.

fogo
Dizem que o incêndio da foto começou com uma BC que não foi levada à sério...

As três variações de BC

Na primeira, a portadora tem um desejo fortíssimo e precisa satisfazê-lo com seu parceiro, seja namorado, marido ou peguete.

Na segunda variação, não há necessidade de satisfazer a ânsia com a rola do mancebo rotineiro. Novidades são bem-vindas.

Na terceira e mais perigosa das variações, a mulher precisa ser preenchida por qualquer um, *menos pelo marido*. E disso sofre nossa candidata a puta do mês leitora Cris.

O que fazer?

Cris, você nunca ter se masturbado apenas agrava seu nível de BC. Comece a praticar o quanto antes, durante o banho é uma boa. E não precisa forçar pensamentos eróticos com seu marido. A idéia da masturbação é justamente poder transar com outros sem culpa. Uma vávula de escape natural.

Outro ponto, quanto mais frequente for seu contato com o rapaz-tesão, maior vai se tornar sua vontade de dar pra ele.

Se deseja preservar o casamento, sai fora. Mesmo. Depois que der a primeira vez - ainda mais considerando os 15 anos de monopólio estatal - vai ocorrer uma crise das bravas. Sem garantias após cruzar essa linha.

Se quiser dar pro dito cujo, vá em frente, use suas armas - aliás, ele está na sua ou nem te cumprimenta? - mas depois não reclame quando a conta chegar. Não dá pra cancelar o pedido.

Antes de se tornar uma puta convicta entregar aos prazeres da carne, lembre-se de que existem outros caminhos. Sex shops, casas de swing, segunda lua-de-mel. Tudo pra evitar ter que fazer refeição fora de casa. Coloque os elementos na balança e decida-se.

Dr. Love, Back in Black


publicado em 24 de Outubro de 2007, 19:31
92e8d9697a8dd2faf3d0bc4f9d3a08fc?s=130

Dr. Love

Consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: