A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Kit do fim dos tempos

Meu amigo, lenhador, meu companheiro estivador e todos os outros leitores do Papo de Homem. Esse papo de que o mundo vai acabar já deu no saco, né não? Faz mais de quatro bilhões que a danada a Terra tá girando por aí e continua com tudo em cima, mantendo um quadril que poucas tem, viu.

O mesmo posso dizer da humanidade. Civilizações foram extintas, grandes impérios caíram, a guerra dos 100 anos, juntamente com a peste negra, matou mais da metade da população europeia na idade média. E adivinha como estamos? Cada dia mais preparados e cada dia mais ruins de matar. O juízo final vai mesmo acontecer? Bring it on.

Como sabemos que, mesmo com os piores fatores contra a nossa assanhada raça humana, sobreviveremos (mesmo que poucos), fizemos um belo apanhado de possíveis apocalipses e qual o melhor kit de sobrevivência para cada um deles.

Obs: Todas as opções abaixo, além do kit apresentado, há itens indispensáveis para todos, como rádio portátil, alimento enlatado para três dias, água potável, isqueiro, papel higiênico, canivete suíço profissional e abridor de latas, talheres, conjunto de roupas íntimas e meias (2, alternados a cada três dias), capa de chuva, dinheiros (moedas e notas), cadernos e canetas, cobertores e sacos se dormir e produtos de higiene pessoal. Para todos os kits, é de suma importância um compartimento de ótima qualidade para transporte e manuseio.

Ataque Nuclear

Se você estiver em um bunker, pode continuar lendo esse texto

Claro que, caso seja esse o destino derradeiro da nossa espécie, para sobreviver e poder contar a história, você terá que ter, antes de mais nada, uma boa fortaleza antibombas enterrada no seu quintal. Mas, e quando a chuva de ogivas cessar? Além de uma roupa especial para voltar à superfície, será bom ter na mochila o seguinte kit:


  • Pilhas não recarregáveis (para a iminente falta de energia elétrica)

  • Uma boa reserva de pílulas de iodeto de potássio (ajuda a evitar câncer na tireoide em decorrência da radioatividade)

  • Inseticida para matar baratas, afinal, elas formarão a espécie dominante no planeta

  • Um detetor de radiação, para saber bem onde amarrar o burro

  • Uma garrafa de vodka

Catástrofes naturais

A terra vai tremer feito vara verde, o vento vai bufar tudo o que encontrar, as águas engolirão cidades inteiras, enquanto bolas em chamas dançarão sobre nossas cabeças.  Quando o sertão virar mar e o mar virar sertão, a adaptação será sua primeira tarefa para sobreviver. O que ter guardado no seu kit:


  • Conjunto profissional de primeiros socorros (com manual)

  • Bússola e utensílios para a configuração de mapa com a  nova geografia do lugar

  • Lanterna com flash (para localizar sobreviventes nos escombros e "se comunicar"  com possíveis outros sobreviventes)

  • Conjunto "pedreiro" para possíveis resgates (um par de luvas, capacete, máscaras descartáveis e óculos de proteção)

  • Uma garrafa de vodka

Ataque Zumbi

Link YouTube | Várias maneiras de se matar um morto-vivo

Sim, um vírus endiabrado transformou a maior parte da população em inertes comedores de cérebro. Alguns são meros estranhos, outros são familiares e amigos que você conheceu a vida toda. Uma infestação global de zumbis seria o cenário ideal para entrar em desespero e fazer todas as coisas incorretas para a sobrevivência. Mas não com esse kit na mochila:


  • Armas - uma de grande calibre (não automática), uma pistola e uma arma branca (pé-de-cabra e espada katana são as mais indicadas)

  • Fones de ouvido e um aparelho de som portátil (para manter a mente sã contra os gemidos zumbis)

  • Um exemplar do livro O Guia de sobrevivência a zumbis (do Max Brooks)

  • Combustível e fósforos para queimar os corpos dos zumbis abatidos (para erradicar o vírus)

  • Uma garrafa de vodka

Evolução das máquinas

Ok. Uma Skynet da vida finalmente põe as manguinhas de fora e resolve que nós, seres humanos, somos a maior ameaça à nossa própria existência. A inteligência artificial, crente que está fazendo a maior de suas benfeitorias, utiliza todas as armas de defesa da humanidade contra a própria raça humana e você se vê em um futuro distópico em que máquinas fazem um patrulhamento incansável para destruir tudo que possa parecer com um ser humano. O que levar na mochila para não virar papinha de engrenagens e parafusos:


  • Uma foto do ex-governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, com sua amante (isso trava qualquer T-800)

  • Um CD do Windows 95 (pirata) para sobrecarregar qualquer hardware

  • Uma cópia do projeto do triturador industrial que pode destruir qualquer coisa (para dar cabo nas máquinas assassinas)

  • Uma apropriada fantasia de robô, para infiltrar-se na cúpula inimiga e desativar todas as máquinas

  • Uma garrafa de vodka

Uma foto, um CD, uma fantasia e um triturador. "Hasta la vista, baby"

Doença infectocontagiosa que só dá em homens (menos em você)

O sexo masculino sucumbirá diante dessa praga maligna que ataca os genitais masculinos e destrói todo o sistema nervoso central. Você é o único sobrevivente viril num mundo de quase dois bilhões de mulheres em idade de procriar. E antes que você diga "mas amigo, se essa doença ataca todos os homens menos eu, então não sou homem", lembre-se que você será o único confuso em meio a mulheres que sabem exatamente o que querem. Pense nisso na hora de juntar na mochila o seguinte kit:


  • Flores

  • Caixa de bom-bom

  • Filmografia do Hugh Grant

  • Mixtape com as melhores canções do Barry White, Marvin Gaye, Sinatra, Portishead ou, caso haja Internet à disposição, o bom e velho fuckmusic.fm

  • Uma garrafa de vodka

Doença infectocontagiosa que só dá em mulheres

Nesse caso, nem a vodka teria serventia. Como viver em um mundo sem elas?

Aí complica, né.

Oferecimento: Nordweg

Curta a Nordweg no Facebook, Twitter e blog ou assine a newsletter para receber ótimas ofertas e novidades da marca no seu email (Também odiamos spam. Enviamos apenas um email por mês).

artigo-patrocinado


publicado em 14 de Julho de 2011, 06:12
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura