Como se transforma a paternidade no Brasil? Faltam apenas 5 dias para o PAI: Os desafios da paternidade atual.
Compre já o seu ingresso!

Mais estilo, em três questões

Quando Noel Rosa perguntou “com que roupa eu vou pro samba que você me convidou?” (com que roupa? - 1930), a vida era outra. Tempo clássico, tempo do samba, tempo cheio de tempo, antes ainda do tempo bom que não volta nunca mais.

link Noel Rosa

Nos tempos de hoje, temos diversos programas e compromissos que exigem (com maior ou menos intensidade) diversos estilos completamente distintos. E falar de moda sem parecer “empolgado demais” ou machão casseta e planeta (“eu sou espada, pô”) não é, das tarefas, a mais fácil.

Mas eu sei que o cara que lê aqui (o nosso papo de homem) gosta de saber como ficar mais estiloso. Por isso, cacei informações interessantes do que usar, já que agora o frio bateu. A facilidade camiseta-bermuda-tênis foi pro espaço e agora é correr atrás do que pode ser legal pra se vestir.

Queria ver o Noel nessa sinuca de bico.

O primeiro pensamento era o de excluir todos os vícios que as mulheres têm ao falar de roupas, suas combinações e contraposições. A idéia é esclarecer tudo (ou quase tudo) em três perguntas simples: O que? Como? e Onde?

- O que:

paris-hilton-jared-leto-makeout

O xadrez é a grande pedida. Blusas, jaquetas, casacos e até aquelas camisas grunge de flanela (que você adorava usar ouvindo Nirvana) estão na jogada. Só não vai transformar estilo em fantasia de festa junina.

Outro “o que” é o retrô. Fazer aquela linha do clássico ainda anda pegando muito bem. Pode ficar esperto porque tudo o que volta a ser usado com uma cara mais moderna é digno de, no mínimo, atenção.

- Como:

Com pouco.

O Xadrez já é, por si só, bem chamativo. Mas sem ele, sempre rola colocar uns acessórios legais e funcionais (afinal, passar frio não é nada estiloso). O cachecol já virou companheiro e agora a luva de couro vai ajudar mais ainda a cortar o frio. Pra quem trabalha de social ou curte andar por aí na estica mesmo, o sapato de bico fino não é mais coisa de “véi da gafieira” não (é o tal do retrô mostrando a força) e pode ser usado sem dó nem piedade.

3531623_SJPlZ
Brad Pitt putão, e a putinha do crepúsculo

Ainda com pouco.

As cores também estão das mais tranquilas para se usar. Preto, branco e cinza (difícil,né não) fecham a trinca de combinações. Mas é claro que a gente não precisa sair na rua no estilo Charlie Chaplin. Às vezes uma cor, pra quebrar o preto-no-branco da coisa toda, só vem pra ajudar.

- Onde:

E aí você que tem que me dizer, ou melhor, dizer pra você mesmo.

johnny-depp-middle-finger
Depp, em momento didático

Porque o que vai realmente te deixar estiloso é vestir sempre coisas que te agradam e que caem bem pra se sentir bem, ou seja, vista o que tiver a sua cara e o que condiz pro momento (trabalho, balada, encontro, passeio, churras com futibas ou futibas com churras).

Usando a parada pra ocasião certa, é só memo “ir pra luta e se aprumar”.


publicado em 04 de Junho de 2009, 10:18
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura