O modelo sueco de fazer jornalismo

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Asm selo png
  • 130x50 jpg

"Qualquer um pode ser jornalista?" é a pergunta que mais ouço desde que o diploma para o exercício da profissão subiu no telhado. Na Suécia, a imprensa é praticada mais ou menos desse modo.

Norran, tradicional jornal diário do norte da Suécia, tem convocado seus leitores para as decisões editoriais. Funciona da seguinte forma: a redação é dotada de uma ferramenta chamada eEditor, que permite a leitura em tempo real. Os leitores acompanham a construção da matéria e, por meio de um chat, discutem os textos com os jornalistas. Podem inclusive sugerir ângulos para tratar das pautas. Tudo é observado por um jornalista sênior.

O PdH faz algo parecido com o que Norran vem fazendo. Inclusive pensamos em adotar o sueco como língua oficial nos posts.

Durante uma palestra na Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias, em Paris, a redatora-chefe Anette Novak afirmou que a política de abrir a redação faz com que a comunidade tenha mais envolvimento com o jornal: "Percebo que, se alguém perguntar 'precisamos do Norran?', decidiriam 'não precisamos'. Temos que barrar essa ideia antes que ela chegue à cabeça dos leitores".

Novak aposta em três elementos para que seu jornal – que, apesar de tradicional, sofre com os limites publicitários e a saúde financeira como qualquer publicação regional – continue vivo:


  • criação colaborativa com os leitores,

  • transparência editorial com a comunidade,

  • credibilidade.

A fórmula parece ter surtido efeito. O jornal não revela números, mas aponta um forte crescimento no tráfego online e nas referências no Facebook. Com isso, anunciantes antigos que haviam abandonado o Norran durante a época de vacas magras têm voltado a fazer negócios com o jornal.

Abrir as redações para participação popular talvez responda à pergunta inicial do texto. É uma possibilidade. A única certeza é que a Suécia se mostra na vanguarda do jornalismo com atos como este. Num futuro próximo, teremos o país como símbolo da imprensa livre e democrática, e não apenas como terra de vikings e loiras atrevidas.

Oferecimento: Novo Volvo S60

Link YouTube | Abrir a redação para o povo é um atrevimento. Mas não tanto quanto o novo S60, o #volvoatrevido.

Falando na Suécia, a Volvo apresenta o novo S60, também conhecido como #volvoatrevido (veja no vídeo acima). Um Volvo como você nunca viu, que veio para marcar o início de uma nova era.



publicado em 29 de Junho de 2011, 12:00
File

Rodolfo Viana

É jornalista. Torce para o Marília Atlético Clube. Gosta quando tira a carta “Conquiste 24 territórios à sua escolha, com pelo menos dois exércitos em cada”. Curte tocar Kenny G fazendo sons com a boca. Já fez brotar um pé de feijão de um pote com algodão. Tem 1,75 de miopia. Bebe para passar o tempo. [Twitter | Facebook]


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: