Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Cem artistas em um homem

Talvez os caipiras de Hickory Grove, no Arkansas, nunca imaginassem que um conterrâneo viria a ser um dos mais admirados oradores do TED 2011. Shea Hembrey, nascido e criado no meio de tratores e trabalhadores rurais, inventou 100 artistas e suas obras.

Cansado de sair insatisfeito de exposições e museus, Shea passou dois anos no seu estúdio bolando personagens e fazendo peças de artes. Imaginou nomes, paixões, origens e, para cada uma das suas criaturas, concebeu uma obra.

Link YouTube | Shea Hembrey saiu da sua cidadezinha e acabou criando um mundo.

Com isso, montou a bienal Seek —ou melhor, montou o catálogo dela, pois apesar das obras existirem fisicamente, elas não estão expostas. Em Seek, Shea apresenta seus artistas e suas produções. Mas mais do que apreciar as peças —que têm uma qualidade artística inegável—, é importante ressaltar que Shea apenas inventou seus personagens e sua bienal porque não estava contente com a produção de arte atual.

Este sentimento não é incomum.

Mas para revitalizar a arte é preciso derrubar os preconceitos e elevar a outros níveis expressões historicamente marginalizadas. Como aconteceu à boa história em quadrinho que, nos últimos 20 anos, vem lutando (com sucesso) para se equiparar à literatura. Também como deve acontecer daqui a pouco ao graffiti, assim como a todas as facetas do hip-hop, movimento cultural genuinamente popular –ou seja, do povo e para o povo.

Renovar a forma de se fazer cultura é imprescindível para que a própria arte cumpra o seu papel: levar o homem à transcender seu mundo. Mesmo que, para isso, seja preciso inventar outros mundos, novas pessoas...


publicado em 18 de Junho de 2011, 09:01
File

Rodolfo Viana

É jornalista. Torce para o Marília Atlético Clube. Gosta quando tira a carta “Conquiste 24 territórios à sua escolha, com pelo menos dois exércitos em cada”. Curte tocar Kenny G fazendo sons com a boca. Já fez brotar um pé de feijão de um pote com algodão. Tem 1,75 de miopia. Bebe para passar o tempo. [Twitter | Facebook]


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura