Sutiã removível com palmas(!)

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Sim, ele existe.

O autor dessa maravilha moderna se chama Randy Safaran. O gênio não somente desenvolveu o protótipo, como compartilhou as instruções para fazê-lo, passo-a-passo.

Link vídeo

A parte fascinante é quando conta sobre sua inspiração:

A primeira vez que li sobre lingerie da Síria isso me impactou bastante. No ocidente, frequentemente pensamos nas culturas árabes como sociedades sexualmente reprimidas, quando - na verdade - eles estão muito mais avançados do que nós em avanços na indústria de lingeries.

Sugestão de leitura aos interessados.

Calcinha-celular, mais um exemplo *real* de lingerie da Síria, retirado do mesmo livro.

O artigo que o inspirou pode ser lido no site da BBC. Nele, encontramos mais pérolas como essa fala de Ali Nasser, um dos mais reconhecidos produtores de lingeries da Síria e muçulmano devoto:

Nosso trabalho é sobre despertar os desejos de um marido por sua mulher, para que ele não procure em outro lugar. É uma coisa boa e não há nada de errado com isso. Não há vergonha na religião.

Certo está o Mr. Nasser. Afinal, pelas leis islâmicas, se um marido falha em satisfazer sua mulher sexualmente - ou vice-versa - isso é base para divórcio. Bem prático.


publicado em 15 de Fevereiro de 2011, 10:28
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: