A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Trilha sonora não-oficial do PdH [maio/2012]

A comida incrível que a Mônica faz aqui no QG alimenta muito bem nossos estômagos. Mas as mentes, ânimos e processos criativos pedem outro tipo de nutrição: a musical.

Já falamos do que andamos assistindo e lendo neste mês de maio. Hoje o assunto é o que temos ouvido. Como música é um negócio que fala por si só, resolvi apenas pegar as três favoritas recentes de cada membro da equipe e montar um playerzão com tudo pra você ouvir, sem textos de justificativas de cada pessoa para suas escolhas. É a nossa jukebox do mês.

A lista é eclética, então recomendo gastar uns minutos passeando por ela. Tem de tudo. Desde os meus indie rocks até os trances do Alexandre Falcão (nosso expert em TI), passando pelo 3-hit-combo de trilhas de filmes do Gitti e pelos reggaes do Felipe Ramos (do Comercial).

Ouça no volume máximo.

Lista de músicas propostas por cada um de nós

Fred Fagundes: "One On One", do Hall & Oates, "Five Years", do David Bowie e "Stuck in The Middle With You", do Stealers Wheel.

Guilherme Valadares: "Flames", do Karl x Johan e "Arrival of the birds and transformation", do The Cinematic Orchestra.

Fabio Bracht: "It's Only Life", do The Shins, "Somebody", do Jukebox The Ghost e "Madeira Naval", do Ludov.

Jader Pires: "We Can't be Beat" e "Heartbreaker", ambas do The Walkmen.

Gustavo Gitti: “Lux aeterna”, do Clint Mansell (trilha do filme Requiem for a Dream), “Os meus olhos”, do Germano Rocha (trilha do filme Pina) e “Laurens walking”, do Angelo Badalamenti (trilha de Straight Story).

Felipe Franco: "Ain't No Rest For The Wicked", do Cage The Elephant, "Keep it to Yourself", do Sonny Boy Williamson e "Essa Pequena", do Chico Buarque.

Rodrigo Cambiaghi: "Me and my Bobby McGee", da Janis Joplin, "Cry Me a River", do Joe Cocker e "I Hold On", do Slash.

André Costa: "Já é", "De Repente Califórnia" e "Sereia", todas do Lulu Santos.

Marcos Barretta: "Immigrant Song", do Led Zeppelin, "Até Quando?", do Gabriel, o Pensador e "Tente Outra Vez", do Raul Seixas.

Alexandre Falcão: "Saltwater", do DJ Tatana, "Dance4Life", do Tiësto e "Salva Mea", do Faithless.

Luciano Ribeiro: "Get By", do Kassidy, "I’ll Stick Around", do Foo Fighters e "On and on and on", do Jack White.

Alberto Brandão: "Cyrin' Like a Bitch", do Godsmack, "2112", do Rush e "Escute Mudo!" do Cone Crew Diretoria.

Felipe Ramos: "Aonde vai chegar? (Coisa feia)", do Ponto de Equilíbrio e "Jerusalém", do Alpha Blondy.

* * *

Com qual dos nossos gostos musicais o seu se parece mais?


publicado em 01 de Junho de 2012, 11:47
File

Fabio Bracht

Toca guitarra e bateria, respira música, já mochilou pela Europa, conhece todos os memes, idolatra Jack White. Segue sendo um aprendiz de cara legal.\r\n\r\n[Facebook | Twitter]


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura