Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Wes Craven morreu, mas ainda temos muito pra assistir

Aqui algumas sugestões com algus de seus filmes mais marcante

Wes Craven faleceu ontem, aos 76 anos, por conta de um câncer no cérebro.

Ele escreveu, dirigiu e até atuou e tem mais de 25 filmes no repertório. Muitos deles marcaram gerações e são ainda bem assistidos. Outros ganharam remakes. Lembra de Pânico e A Hora do Pesadelo?

Craven estudou também a língua inglesa, psicologia e filosofia. Deixou a academia pra dirigir filmes pornô e entrou pra indústria hollywoodiana em 1972. 'A útima casa à esquerda' foi o seu primeiro filme.

Não pude ir à estreia deste por um erro de cálculo dos meus pais – não era nascida. Mas ainda bem que vivi pra ver esse trailer.

Preste atenção na voz do locutor, à lá saudosa Sessão da Tarde, e no charme da intonação da frase:

"Two girls from the suburb going to the city to have a... good time."

A produção foi bem-sucedida, já que foi novamente filmada em 2009, dessa vez sob a direção de Dennis Iliadis.

Esse trailer é mais sem graça:

E 12 anos depois do primeiro, Craven lançou o famoso 'A hora do pesadelo':

É o mesmo locutor?

Que também teve remake, em 2010. A direção, nesse, ficou por conta do Samuel Bayer.

Teve até Monica Potter

Não dá pra esquecer do mais famoso de todos, 'Pânico':

O filme foi parodiado com 'Todo Mundo em Pânico' e teve algumas sequências sofríveis. O último, 'Pânico 4', saiu em 2011:

Já temos o programa pra hoje à noite. Qual seu favorito de Wes Craven?

* * *

Update: navegando por aí, vi hoje no Devour um tributo ao cineasta. O vídeo é curtinho e reúne cenas dos clássicos.

 


publicado em 31 de Agosto de 2015, 21:56
10710799 10152759290008996 1807417555040828999 n

Marcela Campos

Tão encantada com as possibilidades da vida que tem um pézinho aqui e outro acolá – estuda Jornalismo na Universidade de São Paulo, mas também cursa Saúde Reprodutiva Holística no Justisse College. Compõe a equipe de conteúdo do PapodeHomem, modera uma comunidade de quase dez mil mulheres e não tem preguiça de bater um papo bom.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura