Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

25 folks para estourar seus tímpanos | Listas descaralhantes #24

Quando decidi escrever o "Curso intensivo de apreciação de folk" não imaginava que havia tanto amante do cancioneiro caipira americano por aí... Com o sucesso do post anterior, o Guilherme Nascimento Valadares, o criador da bodega toda, fez o convite:

"Que tal fazer uma shot rápida listando as 25 músicas de folk que você deveria escutar/conhecer?"

Bem, pensei alguns segundos depois do pedido pipocar na minha caixa de email e decidi:

"Ok, vamos lá nos arriscar novamente".

Então, sem ficar perdendo muito tempo, vamos ao trabalho. Mas antes de começar a lista (que é bem diferente de ranking,vocês sabem), vale mostrar como é que cheguei nessas canções.

Os parâmetros para a escolha


  • Tentar escapar das obviedades e limitar a quantidade de composições do Dylan.

  • Não escolher apenas músicas obscuras (ou ser menos hipster).

  • Usar artistas que citei no texto inicial e ir além.

  • Listá-las na ordem em que elas surgirem na minha mente.

1. Only Love Can Break Your Heart

Link YouTube

Para começar bem. Certa vez vi um sujeito com uma tatuagem com esse título no braço. Ganhou meu respeito imediatamente.

2. 4th Time Around

Link YouTube

Já de cara minha mente me traiu e trouxe essa maravilha à tona. Pérola do Blonde On Blonde, mas aí em cima está numa versão ao vivo.

 

3. Where Have All Flowers Gone?


Link YouTube

Confesso que só me aprofundei minimamente na produção de Seeger na semana que antecedeu a publicação do guia. Essa aí é um libelo contra a guerra, o momento em que o ser humano se mostra mais perverso.

 

4. The Partisan

Link YouTube

Segundo o próprio Cohen, uma canção de resistência baseada no seu afeto pelos rebeldes da Guerra Civil espanhola, pela Resistência Francesa e pelas vítimas do Holocausto.

5. All I Want

Link YouTube

"I am on a lonely road and I am traveling, traveling, traveling, traveling..." Canção de abertura de Blue. Alguém, por acaso, sabe qual é esse instrumento no colo dela?

6. Out On The Weekend

Link YouTube

Me lembra a felicidade que senti ao conseguir o Harvest em vinil. Perfeita para pegar a estrada.

7. Ashes Of American Flags

Link YouTube

Como a anterior, ótima para ouvir atrás do volante. Tão propícia que acabou como nome do (imperdível) road movie da banda.

8. Company In My Back

Link YouTube

Com um Wilco vem outro Wilco. Uma das canções que me fez ver o quanto a banda de Jeff Tweedy é única. E esse trechinho de bandolim poderia tocar o dia todo na minha cabeça.

9. Can The Circle Be Unbroken

Link YouTube

Os mais próximos que assistiam, corriam felizes para me dizer: você precisa assistir Alabama Monroe. O personagem principal faz uma versão dela.

 

10. Working Class Hero

Link YouTube

Lennon nunca escondeu sua paixão por Bob Dylan. Aqui ele pragueja contra os preconceitos que os filhos da classe trabalhadora sofrem. Necessário.

11. Junk

Link YouTube

Se o parceiro de Beatles vai com os dois pés no peito, Paul leva o folk de uma outra forma. Após a ressaca com o final dos Fab Four, Macca foi viver com Linda numa fazenda na Escócia. Lá surgiu o primeiro disco "McCartney", uma pérola quase toda folk.

 

12. Behind That Locked Door

Link YouTube

Está no essencial "All Things Must Pass". Coro, slide guitar, piano e um belo violão para encorpar tudo.

13. At The Chime Of A City Clock

Link YouTube

Nick Drake, um arranjo de cordas e um saxofone. É isso.

14. Guess I'm Doing Fine

Link YouTube

A música anterior me fez lembrar automaticamente desse discaço absurdo do Beck. Ele havia acabado de sair de um relacionamento longo e caiu no folk para se levantar novamente. Obrigado, cara.

15. A Well Respected Man

Link YouTube

Entra naquela famosa pergunta: mas isso é folk? É. E rock também. Ouvi a primeira vez na trilha sonora de algum filme que não me lembro agora.

16. Rockin' Chair


Link YouTube

Vocal principal de Richard Manuel que ganha o auxílio de Levon Helm e Rick Danko. Fala com saudade de um passado rural americano.

17. California Dreamin'

Link YouTube

Entra aqui de tanto que ouvi quando moleque. Minha mãe tinha uma dessas coletâneas anos 1960/1970 e eu sempre queria que chegasse nessa. Uma beleza.

18. Too Many Birds

Link YouTube

É um dos caras mais competentes do folk de hoje em dia. Sometimes I Wish We Were An Eagle é um álbum cinco estrelas.

19. Bird Stealing Bread

Link YouTube

Sam Beam, o homem por trás da Iron & Wine, é um cara que sabe fazer as coisas simples soarem completas. A lembrança da música vem à reboque da anterior. E, sim, tenho uma piração com pássaros.

20. How Low

Link YouTube

É um cara que conhecia mais recentemente. José González é um sueco, filho de pais argentinos que canta em inglês com sotaque porteño e toca um violão com um certo gingado.

21. Oh, Sister

Link YouTube

Das missões ingratas que o folk têm, fazer uma versão de uma composição de Dylan talvez seja a mais puxada. Mas essa supera qualquer expectativa: o violão base é trocado pelo violino, tocado sem arco.

22. Pray For Me

Link YouTube

Once I Was An Eagle é um álbum duplo que vale cada faixa. O primeiro lado está cheio de violões em afinações abertas e o segundo é cheio de canções acompanhadas por outros instrumentos. Essa é da última leva.

23. Drops In The River

Link YouTube

A banda liderada por Robin Pecknold é daquelas que tentar reproduzir só traz um resultado: vexame. Só eles sabem criar climão de final de tarde chapado numa chácara em forma de música.

24. Lonesome Death Of Hattie Carroll

Link YouTube

Dylan narra a história chocante e real de um assassinato de uma empregada negra por um fazendeiro branco de Maryland. O refrão é de arrepiar a espinha.

25. I Live For You

Link YouTube

Para fechar numa nice, mais uma dele: o maior guitarrista de todos os tempos.


publicado em 07 de Junho de 2014, 19:14
Eu1 perfil jpg

Rafael Nardini

Vive de escrever bobagem. Torcedor de arquibancada, fake de músico e curioso na cozinha.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura