4 homens e um destino - Uma viagem mucho loca

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Asm selo png
  • 130x50 jpg

48h, um Peugeot 207 Quiksilver com tanque cheio, 4 caras e o cartão de crédito liberado. O que pode acontecer? Hollywood.

Segue o relato, teoricamente cronológico, do espetacular final de semana vivido pela equipe PdH em Maresias. Assista ao vídeo antes, claro.

Personagens

1. Thiago Caetano: o ganhador da promo Atalho Peugeot

2. Guilherme: eu, porra

3. Gus Fune: o geek master das corporações PdH

4. Rafa Barros: o elemento surpresa

5. Cambiaghi: o parceiro pra todas as horas

6. Raul: o Hey-Man

7. Peugeot 207 Quiksilver: o tubarão do asfalto

Link YouTube | Vídeo da viagem em exatos 2:07, apenas para manter a brincadeira

São Paulo | Sexta, 18h

Após uma semana de planejamento cuidadoso, recebemos a ligação esperada, sobre a última lacuna da promoção. A Peugeot nos conseguiu um carro emprestado para fazer a viagem. Pequeno detalhe. Estava em Interlagos. Estou em São Paulo. Eram 18h de uma sexta chuvosa, com direito à manifestação na Av. Paulista. Ah, e tínhamos uma hora pra retirar o possante. Pqp.

Estaria nosso projeto em risco?

Nem fo-dendo. Contamos com a sagacidade do gerente da ação - Fernando Arrais - e de sua equipe. Cruzaram os 130km de engarrafamento paulista recorde, buscaram o carro a tempo, e entregaram na mão de nossos valorosos Gus Fune e Juan Pablo.

Rafa Barros foi queimar calorias na balada. Virou a noite.

Gus Fune virou à noite. Paradeiro desconhecido.

Eu, dormi pouco. Uma greve tirou meu sono.

Guarulhos | Sábado, 7h

O voo do Tiago aterrisava às 7h30. Acordamos 6h50, atrasados e com sono. Google Maps na veia, Centrum e guaraná em pó de café da manhã e pé na tábua.

IMG_0511

O pequeno indomável 207 já mostrava sinais de agressividade ao comer asfalto como se fosse sucrilhos. Chegamos no aeroporto a tempo.

Thiago aparece.

O cara é gente finaça, se enturma em 5 min. Primeiro grande risco ultrapassado. Afinal, poderia ser um Boça da vida e teríamos que fazer sala a contragosto o final de semana inteiro.

Pé na fuckin tábua. Vamo que vamo!

Estrada para Maresias | 10h

Revezamos volante. Rafa não, estava ressaquento demais para tanto. Seguiu em estado "hibernar" nas 3h do trajeto. Carro aprovado. Teto solar aprovadíssimo. Previsão do tempo deu chuva. Sol de 33 graus comendo. Chupa essa, ClimaTempo.

Deixamos rolar Audioslave em homenagem ao Rodrigo Almeida.

Hotel em Maresias | 11h

Chegamos na pousada, piscina perfeita. Pegamos o melhor flat do lugar, dois andares, capacidade para múltiplas mulheres hóspedes.

Eu, para a recepcionista: Frigobar está cheio?
Ela: Nopes.
Eu: Configura na capacidade máxima, brejas ridiculamente geladas, por favor.

Abrimos a primeira rodada. Brinde coletivo para a Peugeot!

Maresias | 13h

Devidamente instalados na praia, no melhor bar disponível, cujo nome não me recordo. Começa com K. E servia as melhores caipiroskas de Kiwi num raio de 50km. Assim reza a lenda.

Aqui Rafa Barros entra em ação. Sacou de seu bolso 11 placas mágicas. Recursos de sedução únicos (veja abaixo duas delas).

Munidos de nossos aparatos, partimos para a nossa versão de "Vou Não Vou". Gus Fune estava com as mãos sempre carregadas com uma ou duas caipiroskas. Cambiaghi e Raul chegam, esquadrão completo.

Digamos que nossa estratégia foi de Sniper, aquele sujeito que manda um tiro certeiro na cabeça do pombo a 3km de distância. As moçoilas, no entanto, optaram por manter a privacidade. Tinham seus bons motivos.

Segue foto compatível com a reação delas:

a-cosmo-bikini-model-beach-shoot-record-12

Maresias | 18h

Mais brejas, mais caipiroskas, mais vodka, mais porções variadas. Mais sol. Mais bikinis. Mais placas. Ah, o verão!

Sim, era o último dia do verão. Fizemos o 50 dias em 5 horas, com licença poética para JK e sua Brasília.

Maresias | 19h

Roda pra praia toda, por nossa conta!

(não pra todo mundo, todo mundo, pra todos os simpáticos convivas no perímetro. rendeu um belo brinde.)

Hotel em Maresias | 20h-23h

Travesseiro. Chão. Sofá.

Cada um dormiu no local onde se deitou primeiro.

Acordamos ao som da chuva e ao sabor da garrafas de Absolut/Johnny Walker fornecidas pela ágil dupla de reconhecimento avançado Cambiaghi e Raul.

Amigas deram o bolo, não queriam pegar chuva.

Thiago Caetano, leitor PdH que ganhou o concurso exclusivo que fizemos aqui com a Peugeot

Bar que começa com S, em frente ao Sirena | Domingo, 00h30

Sirena ainda estava vazio. Vazio não, vaziaço. Sem chances de entrar. O caminho foi entrar no melhor bar disponível, fugindo também da chuva. Estava rolando um karaokê ao vivo, ou algo que o valha. Tinha umas coroas aleatórias e uma dupla de gatíssimas.

Abrimos os trabalhos com... Jose Cuervo!

Engatamos papos com as moças, subitamente mais belas. As gatíssimas foram embora.

Merda.

As nossas amigas da praia – Bruninha, Lorraine, e cia limitada - chegaram.

Aí sim, fomos surpreendidos novamente!

Sirena | 2h30

Gus e Tiago entraram primeiro no Sirena, pra garantir o camarote que havíamos reservado. Seguidos por Raul e Cambiaghi.

Rafa na sequência. Eu por último. Ponto importante, logo ao entrar dei de cara com Raul e Cambiaghi conversando simultaneamente com 6 mulheres, elas estavam na despedida de solteira da amiga. Pro-fi-ssi-o-nais.

Rafa dá PT e dorme no sofá externo. Vira atração turística da balada. Coloco a bela fila de amigas da despedida de solteira pra tirar fotos com o rapaz. Sucessuuuu.

Gus e Tiago fazem amizades com gatas locais. Com muitas delas.

Sonzera da melhor qualidade rolando.

Saída do Sirena | 8h

Fechamos a balada, fomos os últimos a sair. Localizamos um quiosque com som e breja gelada. É esse o lugar. Mais uma hora jogando conversa fora, esperando o sol aparecer. Nada de sol, tempo nublado.

Foda-se, pegamos um táxi pro hotel. (Rá, acharam que voltamos bebuns de carro? Aqui não, rapá.)

Praia | 10h

Todos babando pela casa. Tava sem sono, saí pra dar um corrida de ida e volta na praia, 2 horinhas pra deixar o Dr. Fitness orgulhoso.

Mais Praia | 13h

O retorno das plaaaaaacas, agora com todos acordados! - exceto pelo Gus, que deu PT.

Hotel | 15h40

Gus ainda dormindo. Arrumamos tudo pra sair, 40 minutos atrasados em relação ao horário limite proposto para chegar em Guarulhos a tempo do voo. Capitão, vai dar merda.

Estrada de Mogi | 18h30

Puta tempestade rolando, com enchente no meio do caminho. Não nos ferramos por pouco. Estrada lotada, Peugeot 207 abrindo caminho apesar do trânsito dos infernos. O lado bom foi termos comido a melhor torta de frango do litoral paulista no caminho, indicação do Rafa.

Aeroporto | 19h10

Voo saiu cravado às 19h, perdemos. O próximo sai no dia seguinte, às 19h! Merda.

Terminal Rodoviário Tietê | 21h

Achou que um avião perdido ia nos segurar? Problema difícil é coisa de frouxo. Aqui a gente mata no peito e resolve de letra. Compramos uma passagem leito pro Thiagão voltar pra Juiz de Fora no mais alto nível de relaxamento noturno.

Lanchamos toneladas no BOB's e ficamos de papo até às 22h. Nos despedimos.

207,9 Km rodados

Putaqueopariu.

Nem parece que todo o roteiro durou menos do que 48h completas. Chegamos no QG exaustos. Tanto que não consegui fechar esse relato antes. Valeu cada segundo. Ação histórica, carro fuderoso, lembranças únicas. Que venham mais como essa para vocês e para o PdH.

Valeu, Peugeot!


publicado em 24 de Março de 2010, 06:02
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: