69 filmes que nasceram de 8 grandes parcerias do cinema

Deram certo feito arroz e feijão.

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Batman e Robin; Crusoé e Sexta-Feira; Bebeto e Romário; Dom Quixote e Sancho Pança; Chitãozinho e Xororó. Grandes duplas sempre marcam história, independente do âmbito em que estivermos falando. O mesmo acontece nas telas do cinema. Diretores de renome sempre tiveram fiéis escudeiros para, numa troca justa, alcançarem o sucesso na sétima arte.

Pode ser por afinidade, admiração ou até mesmo por pensar ter encontrado a "garota dos olhos". Pode ser o protagonista da porra toda ou até mesmo o coadjuvante certeiro. Às vezes o papel não passa de uma pequena aparição no desenrolar da história. Fato é que a maioria dos grandes diretores têm um ator ou uma atriz preferida. Vamos listar aqui algumas das parcerias de maior sucesso do cinema internacional:

Martin Scorsese e Robert De Niro 

Dos dois Oscar de melhor ator que De Niro ostenta em sua prateleira, um deles veio sob a direção de Martin Scorsese, em "Touro Indomável" (1980). Da mesma forma, a atuação de De Niro ajudou na indicação de Scorsese na categoria de "Melhor Diretor".

A parceria começou em 1973, com "Caminhos Perigosos" e encerrou-se no longa "Cassino". Sucessos de crítica não faltaram. Além de "Touro Indomável", "Taxi Driver" e "Os Bons Companheiros" são filmes icônicos e cultuados.

1. Caminhos Perigosos (1973)

2. Taxi Driver (1976)

3. New York, New York (1977)

4. Touro Indomável (1980)

5. O Rei da Comédia (1982)

6. Os Bons Companheiros (1990)

7. Cabo do Medo (1991)

8. Cassino (1995)

Bônus: Scorsese e Leonardo Di Caprio 

Se a parceria de mais de 20 anos rendeu oito papéis para De Niro em filmes dirigidos por Scorsese, não é errado falar que Di Caprio é o novo garoto dos olhos do diretor. De 2002 para cá, Scorsese e Di Caprio já firmaram parceria em cinco filmes de grande sucesso. O queridinho de Hollywood ficou de fora da produção de "Silêncio", trabalho mais recente de Scorsese, mas isso não quer dizer que o ator não possa aparecer futuramente em novos projetos do diretor.

9. Gangues de Nova York (2002)

10. O Aviador (2004)

11. Os Infiltrados (2006)

12. A Ilha do Medo (2010)

13. O Lobo de Wall Street (2013)

Wes Anderson e Bill Murray 

Bill Murray é o ator preferido do excelente Wes Anderson, que sabe usar cores como poucos no cinema - você pode entender um pouco mais sobre esse importante passo na produção de um filme com esse texto aqui. Além dos filmes já dirigidos por Anderson até aqui, Bill Murray estará no "Isle of Dogs", animação que será lançada em 2018.

14. Rushmore - Três é Demais (1998)

15. Os Excêntricos Tenenbaums (2001)

16.  A Vida Marinha com Steve Zissou (2004)

17. Viagem a Darjeeling  (2007)

18. Fantastic Mr. Fox (2009)

19. Moonrise Kingdom (2012)

20. O Grande Hotel Budapest (2014)

Menção honrosa para Owen Wilson, que participa de sete filmes também, tendo atuado em seis deles.

Bottle Rocket (1996) - ator e corroteirista

Rushmore - Três é Demais (1998) - corroteirista

Os Excêntricos Tenenbaums (2001) - ator e corroteirista

A Vida Marinha com Steve Zissou (2004)

Viagem a Darjeeling (2007)

Fantastic Mr. Fox (2009)

O Grande Hotel Budapest (2014)

Christopher Nolan e Michael Caine 

De mordomo do Batman para o homem de confiança de Nolan. Não seria forçar a barra dizer que o ator britânico é o Alfred do diretor. Tá bem, a piada não foi boa, mas a parceria entre os dois é excelente. Michael Caine participou dos três filmes da franquia Batman sob o comando de Nolan e, entre os filmes do morcego, brilhou também em "O Grande Truque", "A Origem" e "Interstellar".

21. Batman Begins (2005)

22. O Grande Truque (2006)

23. Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008)

24. A Origem (2010)

25. Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012)

26. Interstellar (2014)

Quentin Tarantino e Samuel L Jackson

Tarantino entra em uma seção separada aqui. Ele é o meio termo entre Hitchcock, que fazia aparições rápidas em seus filmes, e Woody Allen, que assume o papel de protagonista em vários títulos. Tem um estilo parecido com o de Shayamalan, que faz uns bicos nos seus filmes - Tarantino aparece em 9 de suas produções, muitos não creditados.

Então, desconsiderando o estimado diretor sanguinolento, temos o ator Samuel L Jackson como quem mais participou dos filmes de Tarantino. Era um dos protagonistas em Pulp Fiction e seguiu firme e forte em todas as grandes produções do diretor. Aí você deve pensar: "Mas ele não aparece em Bastardos Inglórios, não é mesmo?" Correto. Mas Tarantino gosta tanto dele que achou um espaço pra ele narrar a história do comandante Hugo Stiglitz, vivido pelo ator Til Schweiger na história.

27. Pulp Fiction: Tempo de Violência (1994)

28. Jackie Brown (1997)

29 Kill Bill: Vol. 2 (2004)

30. Bastardos Inglórios (2009) - narração

31. Os Oito Odiados (2015)

32. Django (2012)

 Tim Burton e Jhonny Depp 

Jhonny Depp é disparado o ator preferido do sombrio Tim Burton. Começou lá em 1990 com o icônico Edward Mãos de Tesoura, passando por Willy Wonka e chegando ao Chapeleiro  Maluco. Depp participou de oito filmes que tiveram Burton como diretor - poderia ser nove com a mais recente produção de Alice no País das Maravilhas ("Através do Espelho"), porém o diretor ficou apenas com a produção do longa.

33. Edward Mãos de Tesoura (1990)

34. Ed Wood (1994)

35. A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça (1999)

36. A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005)

37. A Noiva-Cadáver (2005)

38. Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (2007)

39. Alice no País das Maravilhas (2010)

40. Sombras da Noite (2012)

Almodóvar e Chus Lampreave 

A atriz espanhola Chus Lampreave figurou em oito produções do diretor Pedro Almodóvar, que tem uma preferência nítida por atrizes para os papéis de seus filmes - o que é extremamente plausível, tendo em vista que usualmente suas produções giram em torno do universo feminino. A atriz, de aparência simpática, desbancou outras queridinhas de Almodóvar, como Carmen Maura, Cecilia Roth e Rossy de Palma. Chus morreu em abril de 2016, com 85 anos.

41. Maus Hábitos (1983)

42. O Que Fiz Eu para Merecer Isto? (1984)

43. Matador (1986)

44. Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos (1988)

45. A Flor do Meu Segredo (1995)

46. Fale com Ela (2002)

47. Volver (2006)

48. Abraços Partidos (2009)

Irmãos Coen e Frances McDormand 

A parceria entre os irmãos Ethan e Joel Coen com a atriz Frances McDormand começou em 1984, com "Gosto de Sangue". Desde então, Frances apareceu em sete filmes dos norte-americanos. Durante a carreira, a atriz foi indicada ao Oscar em três ocasiões, mas só levou a estatueta para  a casa com o papel da chefe de polícia em “Fargo”, em que foi contemplada com o prêmio na categoria de melhor atriz.

50. Gosto de Sangue (1984)

51. Arizona Nunca Mais (1987)

52. Ajuste Final (1990)

53. Fargo (1996)

54. O Homem Que Não Estava Lá (2001)

55. Queime Depois de Ler (2008)

56. Ave, César! (2016)

Woody Allen e Mia Farrow 

Se Tarantino era um caso à parte, Woody Allen é o ponto mais fora da curva. De todas as produções que dirigiu, Allen aparece em nada menos que 29 filmes - sendo "Noivo Neurótico, Noiva Nervosa" o mais icônico, em que foi indicado ao Oscar de melhor ator e conquistou a estatueta na categoria de melhor diretor.

Deixando o próprio Woody Allen de fora dessa disputa desleal, temos a atriz Mia Farrow como a maior participante de longas-metragens do diretor. Mia participou de 13 filmes dirigidos por Allen, quantia equivalente a mais que um terço de toda filmografia da atriz. Recebeu três indicações ao Globo de Ouro de melhor atriz em filmes dirigidos por Allen: em Broadway Danny Rose (1984), A Rosa Púrpura do Cairo (1985) e Simplesmente Alice (1990).

57. Sonhos Eróticos Numa Noite de Verão (1982)

58. Zelig (1983)

59. Broadway Danny Rose (1984)

60. A Rosa Púrpura do Cairo (1985)

61. Hannah e suas Irmãs (1986)

62. A Era do Rádio (1987)

63. Setembro (1987)

64. A Outra (1988)

65. Contos de Nova York (1989)

66. Crimes e Pecados (1989)

67. Simplesmente Alice (1990)

68. Neblina e Sombras (1991)

69. Maridos e Esposas (1992)

Se tiver sugestões, compartilha nos comentários? Te vejo lá!


publicado em 04 de Março de 2017, 11:32
Moco jpg

Lucas Lopes

Eterno lutador contra a procrastinação, sofredor de Ecdemomania e admirador de palavras complicadas. Jornalista e MVP por duas temporadas seguidas no basquete com bolinhas de papel.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: