Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Como brincar com seu cachorro: dando uma canseira de patins

Cachorros que ficam muito tempo dentro de casa sem passear ficam ansiosos, frustrados, comem sapatos, paredes, roem móveis e ficam insuportáveis. Alguns até podem ficar agressivos e atacar.

Muita gente, quando vê o próprio cão agitado ou agressivo, tem a brilhante ideia de trancá-lo na área de serviço ou no quintal, como "punição" pelo mal comportamento. Isso só piora as coisas, o bicho fica com ainda mais energia. Só que mais frustrado e reprimido. Essa decisão "genial" pode acarretar em problemas de saúde no animal.

Entendo que nem todas as pessoas tem tempo de passear e gastar energia do próprio cão – principalmente os cães de porte maior que precisam de muito mais que um passeio de 20 minutos para se cansar.

É o caso do nosso mascote Clint, resultado da raça, idade jovem (2 anos e meio) e conviver num ambiente de muita energia. Uma volta no quarteirão só deixa o bicho mais aceso. Um passeio de meia hora não gasta nem 10% das energias do danado. Pela lógica, a gente precisaria de muitas horas para fazer o bicho se cansar e ficar tranquilo.

No entanto, passeamos pouco e ele é um cão manso, pouco agitado e que não destrói propriedades. Como fazemos isso?

Roubando no jogo.

Link Youtube

Foram algumas tentativas até a gente se sincronizar, se entender e conseguir de fato patinar juntos, com ele me puxando. Mas o esforço valeu a pena.

A maior vantagem é que em pouco mais de 1 hora patinando, o Clint já estava completamente exausto pelo dia todo, assim posso fazer minhas tarefas do resto do dia tranquilo enquanto ele simplesmente dorme como uma pedra em casa.

Para quem quiser tentar usar seu cão como motor de 4 patas pro patins, skate ou bike, deixo aqui algumas dicas que aprendi na prática.

Antes de qualquer coisa, saiba patinar, andar de skate, bike ou qualquer invenção que você fizer.

Seu cachorro possivelmente fará algumas barberagens como empacar, disparar, se jogar na frente, pular em você. É preciso estar seguro para conseguir se equilibrar, desviar, brecar em momentos inesperados.

Vamos ao passo-a-passo:

1. Certifique-se de que seu cão tem força e porte pra esse tipo de atividade e está nas devidas condições. Cuidado com animais que estão acima do peso, idosos, filhotes, cio, esperando filhotes etc. Esse tipo de atividade exige bastante esforço físico.

2. Passeie com ele antes no local para reconhecer e se familiarizar com o ambiente. Deixe ele fazer xixi e cocô também.

3. Não alimente seu cachorro antes. Não é legal praticar atividades esportivas de estômago cheio. Também tome cuidado para não dar muita água para ele.

4. Use uma guia curta, de mais ou menos 1m. Evite aquelas guias retráteis e use uma coleira tipo enforcador no começo. Dessa maneira, você o treina a andar na sua velocidade e consegue ter mais controle para mantê-lo sempre ao seu lado. Quando vocês pegarem a manha, pode trocar o enforcador por uma coleira normal.

Atividade, Clint

5. Comece andando lado-a-lado devagar, não deixe a guia tencionada de maneira que ele fique muito à frente ou atrás de você. É bem comum no começo o cão querer disparar. Não se assuste, puxe a guia para mantê-lo ao seu lado.

6. Não deixe ele se desconcentrar parando para cheirar coisas ou fazer xixi (por isso a importância de passear antes).

7. No caso de sair de bicicleta: Acostume-o sempre a andar de um lado específico. Evite deixá-lo ficar trocando de lado, isso pode acabar custando alguns tombos, enroscos na roda e coisas do tipo.

8. Treine fazer curvas, aumentar e diminuir velocidade, parar, fazer paradas bruscas etc.

9. Procure entrar numa espécie de sintonia com seu cão. Você perceberá que está rolando essa sintonia quando ele andar, parar, acelerar e fazer curva com você sem precisar puxar ou dar comandos.

10. Quando sentir que vocês estão se entendendo, é hora de aumentar a velocidade. Acelere gradativamente de maneira que seu cão comece a trotar. Deixe ele passar na sua frente, relaxe e deixe-o puxar.

11. A hora que seu cão começar a empacar ou diminuir o ritmo, é hora de fazer uma pausa para água.

Não é tão complicado quanto parece, mas também não é moleza. Exige paciência e treino, como qualquer atividade física. Mas definitivamente vale a pena.

Divirtam-se!


publicado em 09 de Fevereiro de 2013, 12:12
Fa6216a91d207a00d48a0f1c69f44eb9?s=130

Rodrigo Cambiaghi

Gerente de Mídia do PapodeHomem, é especialista em mídia programática e monetização de sites. Reveza o tempo entre filha, esposa, cão, trabalho, banda, games, horta de casa, cozinha e a louça que não acaba nunca.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura