Como comprar um computador... em 1953

Hoje, se você quer fazer uma boa compra, é importante pesquisar, perguntar opiniões e ter uma boa noção do que realmente precisa. Em 1953 não era diferente, exceto pelo fato de que um computador era um item totalmente dispensável e inatingível para cidadãos comuns como você e eu.

Um computador não custava menos do que centenas de milhares de dólares – na década de 1950, o que equivale a muitos milhões em dólares de hoje. Você precisava de uma sala, ou um complexo, para armazená-lo, além de uma equipe de engenheiros qualificados para operar o bicho.

Link Youtube | Um comercial de computador dos anos 50

Você precisava saber se tinha preparado todas as instalações de cabos, se o piso estava preparado e se a altura da sua sala oferecia respiro. Coisas assim.

A sorte é que desde lá, pessoas já tinham um coração generoso o bastante para ajudá-lo nessa tarefa.

620_computingandautomation01
Computers and Automation

Este é um questionário de compra publicado na revista – a segunda publicação sobre o assunto, diga-se de passagem – feito para que você não caísse no erro de comprar um trambolho de toneladas que não atendia às suas necessidades.

As imagens deste texto são do mesmo periódico, uma introdução ilustrada ao universo dos computadores, de 1957 – e valem uma observação cuidadosa.

Se hoje você olha para essas perguntas e muitas delas parecem meio cômicas ou não fazem o menor sentido, não se esqueça de lembrar: daqui a pouco tempo, você também vai ser peça de museu.

620_computingandautomation02

Gerais


  • As instruções e dados intercambiáveis são armazenadas em todas as memórias?

  • A operação interna é binária, decimal ou o quê?

Memória


  • Quais são os tipos e tamanhos das memórias intermediárias (tambor magnético ou equivalente)?

  • Qual é o tipo e o tamanho da memória lenta?

620_computingandautomation03

Operação anormal


  • Quais são os indicadores e efeitos (máquina pára, registro é feito, etc) de ação falha pelo operador, erro de programa ou dados defeituosos?

Programação


  • Qual é a sua característica definidora?

  • Qual é o formato (cartões, fita, etc)?

  • Quais são as rotinas de compilação disponíveis?

  • Quais são os fatores de redução na velocidade de operação?

  • Se a programação é limitada, a quantos passos?

620_computingandautomation04

Operação funcional


  • Quais são os diagramas e descrições de controles, indicadores, dispositivos monitores, contadores de progresso de programa, etc, para computação, meios de entrada e saída e auxiliares operacionais? Quais são os fluxogramas de instruções, dados, indicadores, etc?

Fita magnética


  • Qual é a descrição das unidades de fita magnética?

Detalhes de armazenamento


  • Se tubos de raios catódicos são usados, quais são os detalhes construtivos e operacionais?

  • Se armazenamento flip-flop ou equivalente magnético é usado?

  • Se tambor magnético é usado, quais são as especificações assim como construção e operações?

620_computingandautomation05

Pessoal


  • Quais são os requisitos para o pessoal de manutenção para número (turnos), formação, treinamento?

  • Quantos operadores são necessários (para 1, 2 ou 3 turnos)?

Produção


  • Quantas instalações propostas foram feitas?

Requisitos de instalação


  • Qual é o espaço de piso necessário para todas as unidades?

620_computingandautomation06

Testes de aceitação


  • Algum teste de aceitação de qualquer parte ou de toda a instalação foi executado?

Projeto de Engenharia


  • Quais são os planos de piso e elevação com dimensões, peso, requisitos de alimentação, cabeamento e canalização (incluindo espaçamento sob o piso e espaço aéreo adicional)?

620_computingandautomation07

Partes e componentes


  • Quais são os tipos de tubos, diodos de cristal e itens críticos similares?

  • Para quais medidas os chassis ou seções similares foram padronizadas?

620_computingandautomation08
Nota do editor: Vi as perguntas aqui.


publicado em 25 de Agosto de 2013, 13:01
Avatar01

Luciano Ribeiro

Cantor, guitarrista, compositor e editor do PapodeHomem nas horas vagas. Você pode ouvir no Spotify. Também escreve no Medium e em seu blog pessoal. Quer ser seu amigo no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura