Como o Sensacionalista se tornou o site de humor mais importante do país?

"A realidade é tão absurda que algumas notícias do Sensacionalista poderiam ser verdade. A concorrência com a realidade é muito desleal".

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

Nota editorial: essa é a segunda parte da entrevista com o Leo Lanna, um dos co-fundadores do Sensacionalista. Nas próximas semanas, soltaremos os próximos segmentos dessa conversa. ;-)

Nos digam nos comentários se preferem assim ou com o vídeo na íntegra, como fizemos com os quatro primeiro episódios?

* * *

Se me convidassem a resumir a política brasileira e seus desdobramentos nos últimos dois ou três anos em uma única frase, poucas soariam mais apropriadas do que “parece coisa do Sensacionalista.

E, aparentemente, não estou sozinho nessa.

As paródias jornalísticas do site caíram nas graças da internet e, da Copa do Mundo no Brasil e eleições de 2014 para cá, o Sensacionalista pulou de 5 mil visitas por dia para 11 milhões de visitantes únicos ao mês. Com o slogan “um jornal isento de verdade”, a página faz sentido em um País em que tanto notícias em si quanto muitos dos veículos que tradicionalmente as veiculam merecem pouco mais que risadas. "Optamos por fazer um tipo de humor que joga luz no ridículo da sociedade pra ver se a sociedade acorda”, diz Leonardo Lanna.

Para Leo — um dos cofundadores do site ao lado dos jornalistas Martha Mendonça, Nelito Fernandes e Marcelo Zorzanelli — dois dos principais motivos para o sucesso da página são a agilidade com que fazem graça em cima das notícias mais quentes do dia (as reuniões de pauta acontecem por WhatsApp) e a disposição em recalibrar a mira para qualquer alvo que faça por merecer — embora sejam constantemente acusados de escolher lados.

Link YouTube

A minha frase favorita da conversa entre Guilherme e Leo é essa que pincei abaixo:

"A realidade é tão absurda que algumas notícias do Sensacionalista poderiam ser verdade. A concorrência com a realidade é muito desleal".

* * *

Para os comentários, queria propor uma discussão diferente e estupidamente bem pensada. Você se lembra qual a notícia do Sensacionalista mais te marcou ou de alguma piada criada por eles que gostaria que fosse verdadeira?

E o inverso: qual notícia da mídia tradicional você preferia que fosse uma criação do Sensacionalista?

* * *

A primeira parte da conversa, "O mundo está muito chato para quem ainda não pulou para o século 21", foi dedicada aos limites do humor. 

Mecenas: Consul Cervejeira

Conversas bem pensadas pedem uma cerveja no ponto.

A Cervejeira Consul tem controle eletrônico de temperatura para deixar sua cerveja perfeitamente gelada e sem complicação.

Consul será o Mecenas da segunda temporada d'O Papo.  Vamos trazer convidados que tem ideias bem pensadas para dividirem suas visões, provocar, questionar e porque não, brindar conosco.

Toda semana uma entrevista diferente aqui no canal do Papo.


publicado em 22 de Setembro de 2016, 00:05
Ismael veredas corte jpeg

Ismael dos Anjos

Ismael dos Anjos é mineiro, jornalista e fotógrafo. Acredita que uma boa história, não importa o formato escolhido, tem o poder de fomentar diálogos, humanizar, provocar empatia, educar, inspirar e fazer das pessoas protagonistas de suas próprias narrativas. Siga-o no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: