Assistam na íntegra a live que fizemos no Facebook com o Dr. Tiago Pádua (Oncologista) e o Dr. Lucas Ventura (médico de família) falando sobre o tema: "Por que os homens vivem 7 anos a menos que as mulheres". Vamo lá!

Entrevista com Sargento dos Fuzileiros Navais - Parte II

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Asm selo png
  • 130x50 jpg

Dando continuidade à polêmica discussão, segue a segunda parte da entrevista com o 3º Sgt. Muller, dos Fuzileiros Navais.

Papodehomem: Atualmente você está em algum quartel?

8º distrito Naval.

Papodehomem: A família faz falta, principalmente no começo?

Claro mas quando a família apóia sua decisão fica tudo mais fácil.

fuzileiros-emblema
Emblema dos fuzileiros, motivo de orgulho

Papodehomem: Falando em família, conte-nos como era a sua família e se você teve muitas regalias quando era criança e adolescente.

Eu sempre fui de família humilde, morei em periferia, trabalho desde os  12 anos de idade, fui panfleteiro, entregador de marmita, pacoteiro de mercado, repositor, Office-Boy e depois Militar, acho que nunca tive muitas regalias.

Papodehomem: Quais são os pré-requisitos básicos para se tornar um Fuzileiro Naval?

www.mar.mil.br

Papodehomem: Você alguma vez já pensou em se candidatar em ir para o Haiti ou isso não está nos seus planos?

Estive no Haiti de julho de 2004 a Fevereiro de 2005.

Papodehomem: Sobre a violência que hoje é uma forte realidade do Brasil você é a favor da presença das forças armadas nas ruas?

Não, isso é responsabilidade da polícia, está faltando competência e um absurdo que uma cidade como São Paulo com um efetivo de policiais grande não consiga combater marginais que cometem crimes drogados e que mal sabem atirar, está faltando treinamento para os policiais e menos corrupção.

Papodehomem: Os militares são treinados para ir para a guerra e se hoje você fosse convocado para ir para uma qual seria a sua reação?

Ossos do ofício, eu sou treinado para tal situação porém eu não quero que ela aconteça pois a guerra nunca é boa para a população.

Papodehomem: Qual é o seu maior medo?

Ainda não o conheço.

Papodehomem: Uma curiosidade, a mochila que vocês carregam pesa em torno de quanto? Depois de horas de treinamento e caminhada o peso dela aumenta muito?

Depende. Pode chegar a 50 kg, não é o peso que aumenta, é o corpo que está mais fraco.

Papodehomem: Quando você tiver filhos, gostaria que eles seguissem essa mesma carreira ou gostaria que eles nem penassem na idéia?

Se eu influenciar meus filhos a serem militares minha namorada me mata.

Papodehomem:  O treinamento militar tem como objetivo deixar o guerreiro em qual forma física?

A forma que ele precisar ter para ser resistente fisicamente e, principalmente, psicologicamente.

Papodehomem:  A comida dos quartéis é muito ruim ou é algo que consegue-se suportar?

Não é ruim, mas é bem diferente da comida da minha mãe e da minha vó.

fuzileiros2
Seeeentido!

Papodehomem:  Você acha que o processo de formação de um militar também ajuda na formação de um verdadeiro homem?

Ajuda, porém se o cara for mal caráter não tem o que mude ele.

Papodehomem: Atualmente qual o seu maior obejtivo?

Crescer, sempre crescer.

Papodehomem: Nos seus dias de folga o que você gosta de fazer? Chega a sentir falta da farda e da rotina militar?

Gosto muito de dormir, leio livros, tenho uma vida normal como qualquer civil.

Papodehomem: Você sendo sargento treina os militares de patente mais baixa e nesse treinamento você é um sargento bonzinho ou pega muito no pé do pessoal?

“Amado por poucos, odiado por muitos e respeitado por todos.”

Uma frase bem conhecida entre os fuzileiros navais. Eu me encaixo nela.

Papodehomem: Você se considera um fanático pela pátria?

Não podemos confundir Fanatismo com Patriotismo. Eu defendo meus ideais como brasileiro, e amo o meu país, mas odeio os seus pontos fracos.

Papodehomem: O que você sente pela frase: “Brasil ame-o ou deixe-o.”

Sinceramente, muitas coisas, mas eu colocaria essa frase em Brasília.

Papodehomem: Quais são as suas últimas palavras para o pessoal que está lendo está entrevista agora? Sua última mensagem.

Antes de ler sobre quem foi general Marshal, tente saber quem foi Mascarenhas de Moraes, antes de ler sobre Pearl Harbor , tente saber o que foi Monte Castelo e Montese, antes de cantar We are the champions, cante o Hino nacional.

Antes de falar quem são os SEALS, ROYAL MARINES, RANGERS e DELTAS, procure saber quem são as Forças Especiais, os Comandos, Comandos Anfíbios, Para-sar, Grumec. Enquanto muitos ficam exaltando nações estrangeiras lembre-se que para eles nós somos um bando de índios ignorantes.


publicado em 10 de Janeiro de 2008, 12:18
146b56d45a6d1a1ec3b59be0c340a750?s=130

Vitor Spadotto

Estudante de administração de empresas e aprendiz do mercado de ações. Atualmente reside em Campinas - SP.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: