Eu vivo, tu vives, eles vivem

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

Keith Wright perdeu sua esposa e companheira aos 85 anos. "Uma idade avançada" diriam os mais cirúrgicos. "Pois é, ele já estava bem melho e, ela, deveria estar também. Uma pena, mas é o que se acontece nessa idade".

É o que acontece?

O mais velho mochileiro do mundo!

Esse australiano tem, hoje, 95 incríveis anos e, dos últimos 10, dedicou à deliciosa e estranha coceira que é mochilar. Já foram 9 de lá pra cá. Suas viagens incluem o pacote completo de mochileiro: come refeições baratas na rua, se hospeda em quartos coletivos de hostels, fica perambulando pelas ruas da cidade pra sentir o pulso e a vida de cada lugar, tira fotos com a molecada dentro de bares, abraçado a menininhas ou com incríveis copos gigantes de alguma bebida.

Link YouTube | Olhe os segundos 43 e 50

Nesse ano, Keith já saiu de casa e está desfrutando um mochilão que passa por visitando Madri, San Sebastian, Paris, Munique, Viena e Londres. Se a morte acontece, também acontece de, bem, viver. A diferença é que não negamos a primeira, mas muitas vezes relutamos a segunda.

O vovô do pornô gay

Esse começo saiu lá da matéria da Vice Magazine há pouco mais de uma semana.

"Durante os anos 60 e 70, Peter de Rome fez quase 100 filmes, a maioria só de brincadeira. Esses filmes mostravam homens — incluindo ele mesmo — se masturbando, transando, chupando, metendo e se divertindo pra cacete. As pessoas começaram a prestar atenção no trabalho de Peter em 1973, quando sua produção Hot Pants bombou no Wet Dream Film Festival, de Amsterdã, e desde então seus filmes são celebrados por sua beleza cinematográfica por aqueles capazes de apreciar a composição e iluminação de uma cena pornô mesmo enquanto se masturbam.
Tudo isso rendeu ao Peter o apelido de “Vovô do Pornô Gay”. O senhor de 87 anos é considerado um cara “bem legal, de verdade” e seu amigo Ethan Reid recentemente fez um filme sobre sua vida e obra para ajudar o Peter a celebrar o sublime que existe dentro da comunidade de arte-pornô. O filme se chama Fragments: The Incomplete Films of Peter de Rome. Assista ao trailer abaixo"

Link Vimeo

Na matéria completa da Vice, há uma entrevista muito boa com o vovô sobre a liberdade (e a vontade de ser livre) dos anos 60, a tranquilidade que era filmar um pornô gay, da brincadeira que foram todos aqueles anos que se foram até o meio e final da década de 70 e a arte acoplada (sem trocadilho) em todos os pontos de seus filmes.

O que o Sr. Peter de Rome fez foi abrir espaço para que, hoje, perto dos 90 anos, seus feitos de brincadeiras fossem visto de forma séria e já inserida no cotidiano dos nossos dias, e não como uma loucura e extravagância de uma época maluca regada a drogas e filosofia hippie. Se o que Peter fazia era vanguarda, hoje é contemporâneo. Se alguns podem vê-lo como um velho pervertido, posso garantir que ele é um tiozão muito mais estiloso que muita molecada que tá em casa, jogando videogame no prolongar do feriado.

Stephen "Fucking" Hawking

Todo mundo conhece o Stephen Hawking, certo? Um dos maiores teóricos físicos que conhecemos e, além disso, um verdadeiro rockstar da ciência. Stephen tem 70 anos e convive com uma esclerose lateral amiotrófica que o impede de exercer suas atividade motoras. Mas isso não o impede de aproveitar a porra toda. Quando eu disse que Hawking era um rockstar, era exatamente o que eu queria dizer.

O nosso amigo Edward Pimenta registrou toda a sua admiração por Hawking no post "Stephen Hawking, agnóstico e voyeur, curte a vida adoidado". Vê só as brincadeiras desse senhor de idade, entravado numa cadeira especial, e repense sua vida.

Clube de swing
Hawkings tem três filhos e divorciou-se duas vezes. Ao completar 70 anos, no começo de 2012, declarou que, de todos os mistérios do universo, o mais inextricável talvez seja a mulher. Raríssimo senso de humor.
De vez em quando, ele dá uma passada num clube de swing em San Bernadino, na Califórnia, o Freedom Acres. Acho que ele curte um bom lap dance. Sensacional. Por essas e outras, Hawking transformou-se num personagem pop.

Malandro

O que eu quero dizer com tudo isso?

Vai viver, amigão.


publicado em 08 de Junho de 2012, 08:42
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: