Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Guia da Rodada Final do Brasileirão 2015

Veja pelo que seu time briga na última rodada do campeonato

A temporada 2015 do futebol brasileiro está chegando ao fim. Sem o título da Libertadores, nem clube brasileiro vai disputar o mundial que seria a última competição oficial do ano.

Sendo assim, só nos resta a última rodada do campeonato brasileiro para saborear antes de ser oficialmente decretado o período de peladas e amistosos totalmente aleatórios.

Com o título definido, as vagas da Libertadores 2016 encaminhadas e faltando muito pouco para conhecer os rebaixados, pode parecer uma rodada desinteressante, mas ainda há muito em jogo antes das férias coletivas do futebol brasileiro.

Se o seu time está na série A, veja bem:

Corinthians

Campeão com muitas rodadas de antecedência, o Corinthians sobrou neste Campeonato Brasileiro e agora sonha em estabelecer a melhor campanha da história dos pontos corridos. Se vencer sua última partida em casa contra o ameaçado Avaí, a equipe alvinegra vai alcançar os 72,8% de aproveitamento e ultrapassar o Cruzeiro de 2003 que obteve 72,5%. É pra colocar no currículo.

Atlético/MG

Com a derrota na última rodada para o Grêmio, o Atlético não conseguiu garantir o vice-campeonato antecipadamente. Por isso, agora o Galo entra em campo precisando da vitória para conquistar uma premiação um pouquinho maior. O segundo colocado leva R$ 2 milhões a mais do que o terceiro.

Grêmio

A briga do tricolor gaúcho é a mesma que a do Galo. Terceiro colocado em todo o segundo turno, o Grêmio viu a distância para o Atlético diminuir rodada a rodada e permanecer com chances de conquistar o vice-campeonato até o fim. Se vencer o já rebaixado Joinville fora de casa, os gaúchos dependem só de um empate dos mineiros.

São Paulo

O que para muitos foi um ano desastroso para o São Paulo, pode acabar com um final feliz. Depois de várias trocas de técnico e até renúncia do presidente, o tricolor paulista tem tudo para ficar com a vaga na Libertadores 2016.

Vencendo o Goiás fora de casa, o São Paulo se garante sem depender de resultados, mas mesmo se empatar só não classifica se o Internacional tirar uma desvantagem de 7 gols. Improvável.

Internacional

O Inter também aposta tudo nessa vaga para a Libertadores de 2016. Durante boa parte da última rodada, os gaúchos ganhavam e viam o São Paulo perder, o que lhe deixaria em situação confortável nesta rodada. Mas como isso não aconteceu, o Inter precisa vencer o Cruzeiro no Beira Rio e torcer para o São Paulo perder para o Goiás.

Sport

Com a vitória sobre o campeão Corinthians na penúltima rodada, o Sport subiu pra sexta posição e, como não tem mais chances de Libertadores, agora só pensa em chegar em quinto no final do campeonato. Por que isso é tão importante?

O quinto colocado garante acesso direto às oitavas de final da Copa do Brasil 2016. Para uma equipe de fora do centro-sul do Brasil isso significa economizar energia e dinheiro com menos viagens no ano, além de afastar a chance de uma zebra nas primeiras rodadas.

Santos

Com a derrota na final da Copa do Brasil e sem chances de chegar a Libertadores, a última rodada deve ser melancólica para o Santos. Porém, se o clube subir pelo menos uma posição na tabela pode coroar a arrancada do segundo turno e atingir a melhor colocação do clube no Campeonato Brasileiro desde 2007.

E olha que nesse período passou pelo clube ninguém menos do que Neymar.

Cruzeiro

A equipe celeste sapecou 3 a 0 no lanterninha Joinville no penúltimo jogo e mostrou que não vai passear nas últimas rodadas.

Mesmo sem chances de Libertadores, o Cruzeiro também pode alcançar a quinta colocação do campeonato com uma combinação de resultados.

A seu favor tem o confronto direto com o Internacional, no Rio Grande do Sul. Se chegar lá, o Cruzeiro também pode garantir R$ 1 milhão a mais no cofre.

Atlético/PR

A situação do Furacão é muito parecida com a do Cruzeiro. Depois de aplicar 3 a 0 em casa na penúltima rodada (mas contra o Flamengo), o Atlético vai visitar Santos tentando assegurar a nona colocação que lhe garante R$ 1,1 milhão de premiação. Além de ampliar a sua maior sequência de partidas sem perder.

Atualmente, a equipe vem de seis rodadas invictas.

Ponte Preta

Com a cabeça em 2016, sem vaga na Libertadores e sem ameaça de rebaixamento, a Ponte Preta, enquanto equipe, tem realmente muito pouco a disputar na última rodada do campeonato.

Mas alguns jogadores ainda precisam mostrar serviço para ter chances de renovar seus contratos que duram só até o final desse ano. É o caso do zagueiro Diego Ivo, dos volantes Josimar e Juninho e dos meias Bady e Felipe. Esses, com certeza, não vão entrar pra perder.

Palmeiras

Campeão da Copa do Brasil na última quarta-feira dentro de casa, o Palmeiras já garantiu um final de temporada tranquilo, mas, atualmente na 11ª colocação, o Palmeiras ainda está atrás de equipes com orçamentos muito menores do que o seu como a Ponte e o Atlético. Uma vitória pode colocar o Palmeiras na 'primeira página' da tabela e prolongar a festa do título.

Flamengo

Depois de investimentos que trouxeram jogadores como Emerson Sheik e Paolo Guerreiro para o elenco, o Flamengo até chegou a engrenar uma sequência de vitórias, mas depois despencou. Na penúltima rodada, tomou de 3 a 0 do Atlético/PR e caiu para a décima segunda colocação.

Mas com uma vitória na última rodada, o clube pelo menos vai poder se orgulhar de ser o melhor carioca da competição. Ou devemos dizer ‘menos pior’?

Fluminense

O tricolor das Laranjeiras quer justamente a mesma coisa que o Flamengo: ser o melhor carioca do Brasileirão. Além disso, a equipe aposta todas as suas fichas numa vitória fora de casa contra o Figueirense, que poderia evitar ser a pior campanha do returno do campeonato.

Nas últimas 18 rodadas, o Fluminense somou apenas 14 pontos, um a menos do que o já rebaixado Joinville.

Chapecoense

A equipe catarinense tem o cenário mais tranquilo possível para a última rodada. Sem grandes pretensões no campeonato, a Chapecoense se livrou do rebaixamento e, mesmo se tudo der errado na rodada final, não será ultrapassada por ninguém, garantindo a 14ª colocação.

Mas se vencer, a equipe pode ser a 12ª colocada e garantir até R$ 800 mil de premiação. Com orçamento de R$ 20 milhões por ano para o futebol profissional, qualquer bônus pra Chape é muito bem vindo.

Coritiba

Os três pontos conquistados fora de casa contra a equipe reserva do Palmeiras no Allianz Parque deixaram o Coritiba em excelente situação, mas a equipe ainda está remotamente ameaçada pelo rebaixamento.

Por isso, nem pensar em bobear.

Um empate em casa, salva a equipe paranaense e rebaixa o Vasco. A seu favor, os jogadores ainda vão contar com o retorno do apoio da torcida, já que teve que jogar as últimas partidas em casa de portões fechados.

Avaí

O Avaí abre a fila dos desesperados.

A vitória em casa contra a Ponte Preta na penúltima partida foi fundamental para tirar o time da zona de rebaixamento a uma rodada do final.

Agora, o Avaí depende só de si, mas vai enfrentar nada mais nada menos do que o campeão Corinthians, em Itaquera, para tentar escapar do rebaixamento.

Uma vitória garante a primeira divisão em 2015, um empate já exige que nem Figueirense, nem Vasco vençam seus jogos.

Figueirense

Contra o Fluminense, em casa, o Figueira joga suas últimas esperanças de ficar na série A.

Além de todos os ingredientes que envolvem a luta contra o rebaixamento, adicione uma rivalidade local com o Avaí. O rival aproveitou um tropeço do Figueirense na penúltima rodada para ultrapassá-lo. A derrota para o São Paulo fora de casa é considerada um tropeço porque a equipe tomou a virada já nos acréscimos da partida. Agora é tudo ou nada.

Vasco

Dentre os clubes que ainda lutam para não cair, o Vasco é o time de mais tradição e por isso mesmo mobiliza muita torcida contra e a favor de sua manutenção na série A.

Com uma campanha irrisória no primeiro turno, muita gente já considerava o cruzmaltino carta fora do baralho, mas a equipe reencontrou o caminho das vitórias e permanece viva até a última rodada.

O Vasco não pode pensar em outro resultado que não seja uma vitória fora de casa contra o Coritiba e ainda tem que torcer para Avaí e Figueirense não vencerem.

Detalhe: o Figueirense joga contra o Fluminense, rival carioca.

Goiás

O Goiás depende de um verdadeiro milagre na última rodada para escapar do rebaixamento.

Com 38 pontos, a equipe precisa vencer o São Paulo e ainda torcer para Vasco e Figueirense não vencerem e o Avaí perder. Só com essa combinação tripla de resultados, o esmeraldino se salva.

A seu favor, o apoio da torcida e uma vitória importante conquistada fora de casa no último final de semana.

Salve-se quem puder.

Joinville

Já rebaixado na competição, o Joinville voltará para a segunda divisão do futebol brasileiro em 2016, mas o clube com menos de 40 anos de existência não pode se envergonhar.

Se vencerem a última partida fazendo dois gols a mais do que Vasco, o Joinville terminará o campeonato em último, mas não será a pior campanha nem do primeiro turno, nem do segundo turno, não terá o pior ataque, nem a pior defesa.

Já é algo que serve de consolo.


publicado em 04 de Dezembro de 2015, 15:25
Breno franca jpg

Breno França

Editor do PapodeHomem, é formado em jornalismo pela ECA-USP onde administrou a Jornalismo Júnior, organizou campeonatos da ECAtlética e presidiu o JUCA. Siga ele no Facebook e comente Brenão.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura