Mais de 15.000 homens estão fazendo nosso curso online de estilo, para cultivar uma relação de mais confiança e liberdade com suas roupas. Inscreva-se também, é gratuito.

Mantendo a calma sob pressão

Todo mundo tem algum ponto de instabilidade. Algum momento onde a mente se perde, a ansiedade se instala e as coisas começam a sair do trilho. Aprenda com o poker a segurar a onda.

Como você se sentiria se milhares de dólares estivessem prestes a desaparecer da sua conta? Em uma única jogada, uma quantidade de dinheiro enorme escorregando da suas mãos?

Este é um risco que muitos jogadores profissionais de poker precisam aprender a controlar sempre que entram num grande torneio. Apostas altas e uma intensa competitividade marcam as competições importantes e não saber lidar com toda essa pressão pode colocar tudo a perder.

Não é por acaso que a principal diferença dos grandes jogadores de poker é o intenso preparo físico e mental e, como muitas vezes a briga de verdade acontece dentro da cabeça do jogador, o preparo da mente se faz ainda mais importante.

Vivian Saliba, embaixadora da 888Poker, por exemplo, nos contou que faz trabalhos com meditação e Yoga, intensificando ainda mais as práticas quando se aproxima das competições.

Mas a quantidade de dinheiro é grande, as expectativas de patrocinadores, investidores e até mesmo a própria vontade de se sair bem são enormes. É por isso que algumas mudanças de mindset e outras estratégias para lidar com a pressão podem fazer toda diferença não apenas no poker, mas para lidar com problemas da vida cotidiana.

Tudo o que você tem é o buy-in

Conversando com jogadores profissionais, a primeira mudança que observamos na forma que abordam o jogo é o distanciamento do dinheiro.

Toda mesa tem um buy-in e, independente de quanto foi o valor, o jogador precisa se desligar das cifras e pensar como se toda partida fosse igual. O dinheiro transforma-se em fichas e só o que importa dali em diante é jogar.

É neste ponto que jogadores profissionais de poker são realmente muito bons. Eles são capazes de se distanciar do quanto foi investido e olhar apenas para o jogo.

Em partidas muito grandes onde existem investidores apoiando o buy-in, ajuda muito trabalhar apenas com pessoas muito profissionais, gente que não se apega emocionalmente ao retorno financeiro.

Saiba quem você é

Todo mundo tem algum ponto de instabilidade. Algum momento onde a mente se perde, a ansiedade se instala e as coisas começam a sair do trilho.

Reconhecer, saber onde estão esses pontos e entender exatamente o que está causando esse desequilíbrio ajuda bastante para que o jogador se mantenha calmo na maior parte do tempo.

Por mais que, de um lado, alguns pontos não sejam difíceis de controlar, do outro é possível saber exatamente quando não existe razões para temer. Você sabe qual o seu nível, o nível das outras pessoas na mesa e o que precisa fazer. Entende o que precisa ser corrigido e que é uma questão de tempo. O que resta é seguir a estratégia.

Dê sempre o melhor de si

Independente de quanto está em jogo, o empenho do atleta não pode ser diferente.

Essa é uma visão que é bem disseminada entre os profissionais. A maioria acredita e reforça: sejam 200 reais ou 20 mil dólares em jogo, se decidiu entrar na partida é importante dedicar-se ao máximo. O jogo é o mesmo, você entra e dá o que pode de si.

A mentalidade presente nos jogadores de poker é sempre muito firme e decidida, busca o melhor desempenho, mesmo que isso não represente uma grande vitória, é uma característica que encontrei em todos com quem pude conversar.

Seja realista, mas otimista

Nada de se preocupar demais

Ter consciência dos riscos, saber quando entrar ou foldar (desistir/passar) é importante. Ter em mente o quanto está em jogo no pote faz parte da estratégia.

É fato que ser realista com o jogo é necessário, mas não podemos confundir essa realidade com pessimismo (talvez excesso de pragmatismo?). Trazer uma visão pessimista sobre o jogo pode fazer o jogador sair de uma mão prematuramente, não acreditando na sua própria leitura e perdendo oportunidades.

Trazer um certo otimismo é importante para assumir alguns riscos controlados. É com este otimismo que saem os bons blefes e a carta que faltava para completar uma boa mão.

Por mais que tenham essa visão de lidar intensamente com o risco, os grandes jogadores profissionais tendem a assumir uma visão otimista das possibilidades. Eles seguem acreditando em boas apostas, mas sabem também a hora de parar.

* * *

Manter a calma sob pressão pode parecer simples quando abordamos dessa forma, mas na prática é um treinamento diário e que exige autoconhecimento e muito esforço pessoal. Treinar a mente para encarar cenários da forma como queremos vai muito além da nossa vontade, é preciso disciplina e muita dedicação.

É por isso que os jogadores profissionais, como foi o caso da Vivian Saliba, costumam procurar outras formas de treinamento para a mente, como é o caso da meditação e do Yoga.

A jornada é dura para a vida toda e sempre existirá um ponto para ser ajustado. Mas como faz parte de todo esporte, o trabalho do atleta é observar suas falhas e trabalhar para que o desempenho seja cada vez melhor.

Mecenas: 888poker

888poker é uma das maiores marcas de poker online do mundo.

A marca promove alguns dos maiores festivais de poker do mundo, entre eles os 888poker LIVE, que já passou pelo Brasil em 2016 e 2017.

Com um time de embaixadores que reúne alguns dos maiores campeões de poker no mundo, entre eles a brasileira Vivian Saliba, o 888poker ainda é patrocinador oficial da Copa do Mundo de Poker, a World Series of Poker, que tradicionalmente acontece todo ano durante o verão de Las Vegas.

 

publicado em 19 de Dezembro de 2018, 14:49
12596172 10153389055960906 1551523976 n

Alberto Brandão

É analista de sistemas, estudante de física e escritor colunista do Papo de Homem. Escreve sobre tudo o que acha interessante no Mnenyie, e também produz uma newsletter semanal, a Caos (Con)textual, com textos exclusivos e curadoria de conteúdo. Ficaria honrado em ser seu amigo no Facebook e conversar com você por email.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura