A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Netflix no Brasil: Sessão da Tarde ou serviço bom de filmes online?


Com a chegada do Netflix ao Brasil, você pode assistir a Cães de Aluguel com um clique.
O Netflix, assim como a possibilidade de trombar com a Zooey Deschanel na rua, é uma daquelas coisas que os gringos têm e a gente inveja. Ou melhor, era, porque semana passada o serviço finalmente estreou no Brasil. Pena, né? Bem que a história poderia ser sobre a Zooey se mudando para o Brasil.
Zoey, vem pra cá conhecer a gente ou coloca os teus filmes logo no catálogo do Netflix Brasil

Para quem não conhece, estamos falando de uma das formas mais fáceis de assistir a filmes hoje em dia. O Netflix é como uma locadora de filmes, só que você paga por mês e não por aluguel (e não precisa colocar uma roupa decente pra sair na rua e pegar o filme, já que o endereço dessa locadora é o seu computador). O Gizmodo escreveu um post bem completo sobre a estreia do serviço.
O que podia significar o sucesso ou fracasso do Netflix no Brasil era o seu preço e, nisso, eles parecem ter acertado: você paga R$15 por mês e tem um mês grátis para experimentar. O catálogo é bem limitado e conta com muita velharia estilo "Sessão da Tarde" do tempo que você era moleque. Mas mesmo assim, poxa. Quinze reais por mês. Se você assistir a uns três filmes por mês o negócio já vale o preço.
A coisa mais sensacional é poder assistir aos filmes com um clique. Você escolhe, clica e espera o sistema verificar a velocidade da sua conexão e ajustar a qualidade do filme de acordo. Feito isso, o filme começa a rolar. Em questão de 30 segundos do momento em que eu entrei no site, Marty McFly já estava tocando Johnny B. Good no baile da formatura em 1955 (porque eu pulei direto para essa parte, óbvio).
Infelizmente, além do fato do catálogo ainda ser bem limitado, muitos dos filmes só têm versões dubladas. Isso desempolga um pouco, mas o povo já reclamou no canal do serviço no Facebook e a empresa já prometeu que vai oferecer cada vez mais opções com legenda.
Não vejo motivo para o serviço não emplacar por aqui, pelo menos nos primeiros meses. O preço está convidativo, especialmente com o primeiro mês grátis, e praticamente não há barreira de entrada. Você só precisa de um navegador e uma Internet mininamente decente (dizem que a partir de 2MB já rola uma qualidade aceitável, mas só testei na minha de 10MB).
Por enquanto o Marty McFly está segurando a bronca. Mas por quanto tempo?

Dá para assistir no Wii e no PS3, e nos próximos meses estrearão as versões para iPad/iPhone e Android. A questão é principalmente se o catálogo vai continuar sendo atualizado com frequência e substância. Se não for, é capaz dos mais desocupados assistirem tudo o que querem no primeiro mês e saírem antes de fazer o primeiro pagamento. Acho que o Netflix não vai querer isso.
Agora dá licença que eu preciso corrigir o pecado de nunca ter assistido a Cães de Aluguel. Pelo menos esse tem áudio original e legenda.

publicado em 13 de Setembro de 2011, 10:13
File

Fabio Bracht

Toca guitarra e bateria, respira música, já mochilou pela Europa, conhece todos os memes, idolatra Jack White. Segue sendo um aprendiz de cara legal.\r\n\r\n[Facebook | Twitter]


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura