A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

O filme mais violento do mundo

Aviso: as linhas a seguir estão imbuídas com muita satisfação pessoal e uma certa dose de orgulho.

Caríssimos leitores do PdH e estimados colegas de site, é com muito prazer que comunico a vocês que o curta-metragem O Filme Mais Violento do Mundo, com direção do mineiro Gilberto Scarpa e de produção da Abuzza Filmes, Ateliê 22 e Kinoosfera Filmes, produtora da qual este humilde escriba é sócio, foi o vencedor do prêmio de melhor filme no 8º FestCineamazônia 2010.

O filme conta a história de Raimundo, um diretor de cinema sonhador que recorre ao amigo J.C. para viabilizar sua próxima produção. JC, entretanto, impõe a Raimundo algumas condições para que ele financie o filme. É assim que nasce a ideia de se fazer o filme mais violento do mundo, com não-atores, favela, sexo e muitos tiros.

A produção tem grandes nomes no elenco, como Antônio Abujamra, Mauricio Tizumba, Geraldo Carrato e Antônio Naddeu. Foi realizada em duas etapas. Na primeira, em São Paulo, foram feitas filmagens no Buddha Bar, na cobertura da famigerada Daslu. Já a segunda etapa foi executada toda em Belo Horizonte, cidade em que reside o diretor.

Gilberto Scarpa em uma das cenas.

Aliás, gravem bem o nome de Gilberto Scarpa. Ele é diretor de um dos curtas mais inteligentes dos últimos tempos, Os Filmes Que Não Fiz(online na íntegra), um documentário ficcional que narra as desventuras de um diretor de cinema fracassado, interpretado pelo próprio Scarpa.

Finalmente, por mais clichê que isso possa soar, tenho que deixar aqui os meus mais sinceros agradecimentos à equipe que trabalhou no filme, sem a qual não teríamos a menor condição de realizar um filme dessa qualidade, e a todas as pessoas que de certa forma tiveram qualquer tipo de participação na execução do projeto. Esse já foi. Que ainda venham muitos filmes pela frente.

Ainda não disponibilizamos esse curta na Internet, uma vez que ele ainda se encontra na vida útil para circulação em festivais de cinema. Adianto, porém, que nós costumamos disponibilizar nossos curtas na integra na Internet. Assim que o filme estiver na Internet, prometo postá-lo aqui para que todos possam vê-lo.

Abujamra no filme.

publicado em 17 de Novembro de 2010, 11:00
4433381927e9cf1c678f84678c5e10d2?s=130

Guilherme Pinheiro

Criado para ser engenheiro, acabou se formando em Direito e terminou como produtor de cinema. Não tem a menor ideia de como chegou até aqui, embora nunca tenha parado para pensar nisso.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura