Quer dar um tapa no visual mas não sabe por onde começar? Fizemos um curso online de estilo pra isso, o “Mas você vai de chinelo?”. Inscreva-se agora! É gratuito!

O impressionante testemunho de Terry Crews para o Senado, contando de seu abuso sexual

Terry Crews testemunha em apoio a vítimas de abuso sexual

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 47 nh 1 png
  • Logo havaianas 130x50 png

Terry Crews é um famoso ator e ex-atleta, popular no Brasil pela sua atuação em Todo Mundo Odeia o Chris e Brooklyn 99 e também na franquia de filmes Os Mercenários.

De constituição física impossível de não se notar, seria difícil imaginar que, algum dia, ele viria a testemunhar sobre uma situação de assédio. Mas é exatamente o que houve. 

Harvey Weinstein é um produtor de cinema em Hollywood cujas práticas de assédio foram denunciadas por diversas vítimas em 2017, incluindo atrizes do porte de Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow. O ator decidiu, então, juntar-se ao coro, denunciando o assédio que sofreu por Adam Venit.

"O assédio durou alguns instantes, mas foi o suficiente para ele me dizer, ao segurar minhas genitálias, quem é que detinha o poder, que ele estava no controle".

Terry também conta que "a masculinidade tóxica permea a cultura" e falou sobre sua infância, onde via seu pai agredir sua mãe e prometeu a si mesmo que não perpetuaria esse tipo de abuso com as mulheres. Ainda assim, admite sua parcela de culpa no cotidiano, sendo também parte do problema.

"Como homem, eu fui ensinado minha vida inteira que eu deveria controlar o mundo. Por isso, usei de poder, influência e controle para dominar tudo: do campo de futebol americano até o estúdio de filmagem. Até mesmo em minha própria casa, com minha mulher e meus filhos."

Ele falou também um pouco sobre como a forma como a indústria de Hollywood opera faz você naturalizar o assédio como parte da rotina de trabalho.

"Esse problema é crítico em qualquer lugar em que haja uma dinâmica de poder. Hollywood definitivamente é uma área problemática simplesmente porque há muitas pessoas que a veem como um sonho e alguém tem poder sobre esses sonhos. O que também acontece é que você é levado a pensar que esse tipo de comportamento faz parte do seu trabalho."

Ele diz também que o assédio em Hollywood não acontece apenas com mulheres. "O que aconteceu comigo aconteceu com muitos, muitos outros homens em Hollywood", disse. "Desde que eu trouxe a minha história à tona, milhares de outros homens vieram me dizer, 'Aconteceu comigo também, essa é a minha história'. Mas eles não se sentem seguros para falar sobre isso porque você é colocado na lista negra, sua carreira fica em perigo. Depois disso ninguém mais quer trabalhar com você."

Terry Crews diz ter sido desencorajado por muitas pessoas, mas decidiu prosseguir com a denúncia que custou sua participação em Os Mercenários 4. Segundo ele, após ser perguntado se houve alguma retaliação em função da denúncia, o produtor da franquia, Avi Lerner, "ligou para meu agente dizendo que eu teria de desistir do caso se quisesse estar na sequência de Os Mercenários. Do contrário, eu teria problemas".

Em seu depoimento, ele explica a razão de continuar, mesmo após a retaliação.

"Todo homem, mulher e criança merece ser visto como igual perante a lei. A Declaração dos Direitos das(dos) Sobreviventes de Assédio Sexual faz isso por meio do reconhecimento dos direitos básicos dos sobreviventes. Podemos chamar atenção para uma cultura de masculinidade tóxica e a necessidade de quebrar com dinâmicas de poder, mas enquanto isso, essa declaração cria mudanças de longo prazo e dá poder e devolve o controle aos sobreviventes."

Abaixo você pode conferir na íntegra o depoimento completo. 

Link Youtube

 


publicado em 28 de Junho de 2018, 21:00
Logo pdh png

Redação PdH

Mantemos nosso radar ligado para trazer a você notícias, conversas e ponderações que valham o seu tempo. Para mergulhar na toca do coelho e conhecer a visão editorial do PdH, venha por aqui.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: