Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

O segredo do sucesso do Chicago Bulls

Time de Chicago mantém a melhor média de público da NBA, como?

Na madrugada desta sexta-feira, o Chicago Bulls vai encerrar uma sequência de cinco jogos consecutivos como mandante na tabela da temporada 2015/2016 da NBA. A quantidade de partidas seguidas diante da torcida pode até parecer estranha para nós brasileiros, mas não é tão rara no basquete americano.

Para citar outro exemplo, o Golden State Warriors – equipe do momento na NBA – acabou de encerrar uma sequência de sete jogos como visitante (6 vitórias e 1 derrota) e iniciou uma idêntica a dos Bulls com cinco partidas dentro de casa.

Num calendário concorrido como o da liga de basquete americana é difícil conciliar tantos compromissos. São 82 datas para cada um dos times apenas na temporada regular. Mas mesmo convivendo com críticas dos jogadores, as franquias, emissoras de TV, a Liga e os patrocinadores seguem faturando muito em cima desse modelo de negócio.

E para deixar tudo ainda mais atrativo, os americanos fazem questão de embalar muito bem o pacote. Um jogo da NBA nunca é só um jogo de basquete. Se dentro de quadra os Bulls aproveitaram a sequência para acumular pelo menos quatro vitórias consecutivas e diminuir a distância para o Cleveland Cavaliers – líder da conferência leste – fora de quadra, eles também souberam aproveitar o espetáculo, e capitalizá-lo.

O time que já foi de Michael Jordan e Scottie Pippen ostenta as melhores médias de público temporada após temporada. Mesmo tendo conquistado o último título em 1998, os torcedores dos Bulls permanecem fiéis.

Desde 2002, o clube permanece no top 5 de médias de público na NBA. Em 2014/2015, o Chicago teve uma média de 21.674 torcedores por partida. E os números desse ano já apontam para o mesmo caminho. Com um terço da temporada regular disputada, os Bulls lideram o ranking de público dentro de casa com uma boa vantagem frente ao segundo colocado, os Cavaliers, do astro LeBron James.

  1. Chicago Bulls – 21.250
  2. Cleveland Cavaliers – 20.562
  3. Portland Trail Blazers – 20.437
  4. Dallas Mavericks – 19.861
  5. New York Knicks – 19.648

O sucesso da franquia é tão grande que eles também tem a liderança quando computados o público como mandante e visitante. Mas é preciso fazer um adendo. Apesar de ser inquestionável o fanatismo do torcedor do Chicago, os Bulls tem um trunfo a seu favor, o United Center.

United Center

A casa do time de Illinois é a maior dos EUA em tamanho e um dos maiores em capacidade. Estima-se que o ‘novo’ ginásio, inaugurado em 1994, comporte até 23 mil espectadores para uma partida de basquete.

A título de comparação, o Mineirinho é o maior ginásio brasileiro e tem capacidade para 25 mil pessoas, mas raramente fica lotado, mesmo em jogos da Seleção Brasileira de Vôlei, por exemplo.

O ginásio foi idealizado por Jerry Reinsdorf e Bill Wirtz, donos das franquias de basquete e hóquei no gelo de Chicago. A ideia era montar uma única estrutura para receber as duas modalidades. Deu certo.

O projeto foi patrocinado pela empresa United Airlines que já desembolsou 1,8 milhões de dólares por ano até 2014 para batizar o ginásio.

Tão logo a arena foi inaugurada, o 'velho' Chicago Stadium foi ao chão e os torcedores prontamente abraçaram a nova casa – afinal, Michael Jordan jogava lá nessa época.

Mas, fazendo uma conta rápida, percebemos que... com uma média um pouco acima de 21 mil torcedores e capacidade de quase 23 mil, o ginásio não fica sempre lotado. Por isso os Bulls tem uma taxa de ocupação percentual um pouco abaixo de seus adversários diretos. Mesmo assim, os números são invejáveis.

Mais aí, você se pergunta: o que faz os jogos em Chicago atraírem tanto público se o time não conta mais com astros do peso de LeBron James ou Kobe Bryant e se não conquista um título há mais de 15 anos?

Difícil dar uma resposta única, mas com certeza um dos motivos atende pelo nome de Benny, the Bull.

Benny, the Bull

Não tem muito o que dizer. Quer entender um pouco do sucesso do Chicago? Quer conhecer uma mascote legal de verdade? Quer só dar umas boas risadas? Esteja convidado a assistir os vídeos a seguir.

Link Youtube

Link Youtube

A gente não teve coragem de escolher só um, então resolvemos colocar os dois vídeos. Curtiu?


publicado em 18 de Dezembro de 2015, 19:24
Breno franca jpg

Breno França

Editor do PapodeHomem, é formado em jornalismo pela ECA-USP onde administrou a Jornalismo Júnior, organizou campeonatos da ECAtlética e presidiu o JUCA. Siga ele no Facebook e comente Brenão.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura