A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Os 20 melhores países para se viver, de acordo com os Millennials

Pra onde miram os olhos da novíssima geração que se movimenta cada vez mais ao redor do mundo?

A famigerada Geração Y está em constantes mudanças e o mundo é bem menor que antes. Essa é a síntese dos novos tempos, mais pessoas querendo mudar de ares, maiores as possibilidades de isso acontecer, informação globalizada, profissões atendendo requisitos em qualquer parte do globo, a facilidade, como não se teve antes, de se locomover pelos continentes. 

A necessidade de entender melhor o mundo como um todo e a preciosidade de poder explorar isso in loco, ou seja, indo até lá ver com os próprios olhos que um dia a terra há de comer como vivem os americanos, uma família alemã, como os japoneses se comportam nas ruas de suas cidades, se os países da África são como imaginamos, se são como as fotos nos mostram. 

Tem muita gente indo morar bem longe de seus lugares de nascimento. E isso é ótimo. 

Uma pesquisa feita em conjunto entre BAV (empresa de consultoria), a Universidade da Pensilvânia, a U.S. News e a World Report, divulgada pelo The Independent, mostra quais são os 20 países preferidos pelos Millenials, adultos com menos de 35 anos, para morar. O ranking foi determinado pelas respostas de quase 6.000 pessoas da Geração Y que poderiam optar por morar em lugares de uma das quatro regiões apontadas: Américas, Ásia, Europa e Oriente Médio (juntos) e África.

E cá estão as preferências da meninada:

20. Japão​

Capital: Tóquio
PIB: $4.9 trilhões
População: 127 milhões
Qualidade de vida: 6.2

19. Argentina​

Capital: Buenos Aires
PIB: $610 bilhões
População: 43 milhões
Qualidade de vida: 1.2

18. Grécia

​Capital: Atenas
PIB: $242 bilhões
População: 11 milhões
Qualidade de vida: 1.4

17. Singapura

Capital: Singapura
PIB: $298 bilhões
População: 5.5 milhões
Qualidade de vida: 4.6

16. Áustria​

Capital: Viena
PIB: $428 bilhões
População: 8.5 milhões
Qualidade de vida: 7.3

15. Luxemburgo

Capital: Luxemburgo
PIB: $60.1 bilhões
População: 556,074
Qualidade de vida: 6.3

14. Alemanha

Capital: Berlim
PIB: $3.7 trilhões
População: 81 milhões
Qualidade de vida: 8.1

13. Portugal​

Capital: Lisboa
PIB: $227 bilhões
População: 10.4 milhões
Qualidade de vida: 3.5

12. Dinamarca

Capital: Copenhage
PIB: $336 bilhões
População: 5.6 milhões
Qualidade de vida: 9.2

11. França

Capital: Paris
PIB: $2.8 trilhões
População: 66.2 milhões
Qualidade de vida: 5.5

10. Espanha

Capital: Madri
PIB: $1.4 trilhões
População: 46.4 milhões
Qualidade de vida: 4.2

9. Irlanda​

Capital: Dublin
PIB: $232 bilhões
População: 4.6 milhões
Qualidade de vida: 5.7

8. Estados Unidos​

Capital: Washington, DC
PIB: $16.8 trilhões
População: 318.9 milhões
Qualidade de vida: 5.4

7. Reino Unido​

Capital: Londres
PIB: $2.7 trilhões
População: 64.5 milhões
Qualidade de vida: 7.3

6. Holanda​

Capital: Amsterdã
PIB: $854 bilhões
População: 16.8 milhões
Qualidade de vida: 8.5

5. Suécia​

Capital: Estocolmo
PIB: $580 bilhões
População: 9.7 milhões
Qualidade de vida: 9.5

4. Nova Zelândia​

Capital: Wellington
PIB: $186 bilhões
População: 4.5 milhões
Qualidade de vida: 8.2

3. Itália

Capital: Roma
PIB: $2.1 trilhões
População: 61.3 milhões
Qualidade de vida: 3.6

2. Canadá

Capital: Ottawa
PIB: $1.8 trilhões
População: 35.5 milhões
Qualidade de vida: 10

1. Austrália​

Capital: Canberra
PIB: $1.6 trilhões
População: 23.5 milhões
Qualidade de vida: 9.1

* ** 

Daí faço, aqui, a pergunta da pesquisa: qual lugar do mundo você diria "é, eu moraria aqui"? Nos vemos nos comentários.

Ah. Explica porquê, claro.


publicado em 09 de Agosto de 2016, 00:10
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura