Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Os 11 momentos mais importantes do poker, mundial e brasileiro, que nos trouxeram até aqui

Já que amanhã é o Dia do Baralho, hoje vamos falar um pouco sobre momentos essenciais para o poker chegar onde chegou no mundo e no Brasil. Desde a última vez que escrevi no PapodeHomem o esporte cresceu, celebridades abraçaram o jogo e fomos reconhecidos definitivamente como esporte da mente.

Cinco grandes momentos mundiais:

A chegada do poker online

Governor of Poker, um dos jogos populares para um bom Texas Holdem
Governor of Poker, um dos jogos populares para um bom Texas Holdem

Por que foi inesquecível?

Antes do poker online, os grandes profissionais do esporte diziam a seguinte frase:

“Se a gente não te conhece, a gente pode te vencer.”

As principais técnicas do poker eram conhecidas por poucas pessoas e a única forma de um jogador treinar em alto nível era jogando contra eles nos jogos caríssimos. Portanto, esse universo era dividido entre os profissionais que jogavam high stakes, grandes perdedores que jogavam em jogos caríssimos contra eles e jogadores amadores que jogavam na mesa da cozinha de suas casas.

O que podemos aprender com isso?

Em uma palvra? Poker!

O poker online permitiu que um jogador começasse a jogar sem investir nada em torneios gratuitos irem construindo um bankroll (grana) para jogar cada vez mais caro enquanto evoluíam tecnicamente. E é exatamente isso que qualquer um pode fazer: jogar a risco zero enquanto aprende.

Chris Moneymaker

Link YouTube

Por que foi inesquecível?

Em 2003, o contador Chris Moneymaker ganhou uma vaga para disputar o evento principal daWSOP (a série mundial de poker) por meio de um satélite* de 39 dólares e acabou se tornando o campeão do mais importante torneio de poker do mundo.

Ele embolsou nada menos que 2,5 milhões de dólares. O episódio gerou o que o mundo do poker chama de “efeito Moneymaker”, a percepção coletiva de que qualquer um poderia se tornar um milionário jogando poker.

*Torneio satélite: torneio de menor porte que premia o vencedor com uma vaga para disputar um torneio maior.

O que podemos aprender com isso?

Que a combinação de estudo, disciplina e talento podem fazer um jogador recreativo se tornar um profissional competente.

Milionário em um torneio? Talvez com um tanto de sorte.

Um jogador vencedor? Sim, com um tanto de conhecimento!

A criação da Hole Cam

113-large-en
Foi aqui que o poker começou a ganhar aquele drama nas transmossões, que ficaram muito mais apetitosas

Por que foi inesquecível?

Hole Cam é aquela câmera minúscula, usada para filmar as cartas dos jogadores. Antes de elas serem criadas, as transmissões de poker eram feitas sem mostrar  as cartas dos jogadores, o que as tornava muito chatas.

Com a invenção das hole Cams, as transmissões passaram a ser bem mais dinâmicas. Hoje, a minha narração do campeonato mineiro é feita com baralhos chipados que já informam as cartas de todos os jogadores ao vivo para a equipe de transmissão e já as colocam na tela da TV. Esta transmissão é pioneira no Brasil, mas tudo começou começou com as camerazinhas.

O que podemos aprender com isso?

Honestamente? Só as regras!

Nenhum jogador jamais vai conseguir evoluir muito seu jogo apenas vendo poker na televisão e sem estudar em casa, discutir com outros jogadores e ver vídeos educacionais.

Dito isto, a popularidade de um esporte está diretamente ligada a capacidade dele criar ídolos, como recentemente aconteceu com Tiger Woods e o golf. Só com transmissões recheadas de adrenalina foi possível apresentar ao grande público os maiores nomes do poker.

O filme "Cartas na mesa"

Link YouTube

Por que foi inesquecível?

Hollywood lançou vários filmes de poker incríveis como Cincinnatti Kid, de 1965, com Steve McQueen, Maverick e Casino Royale, mas nenhum capturou a essência do poker como Cartas na Mesa (Rounders, 1998, com Matt Damon e Edward Norton).

Este filme explorou todas as sutilezas do jogo, desde tells (expressões corporais, blefes e disfarces) a bad beats (aquele jogo aparentemente ganho que é perdido por uma série de eventos improváveis, mas possíveis). Não à toa, é o filme preferido da grande maioria dos jogadores, afinal vários se aventuraram no mundo do baralho por causa dele.

O que podemos aprender com isso?

A não sermos degenerados feito o Worm, personagem do Edward Norton no filme, que vive quebrado e apanhando por aí!

Andy Beal

Link YouTube | Jennifer Harman, jogadora profissional de poker, contando a história

Por que foi inesquecível?

No poker, o placar é o dinheiro, e muito dinheiro significa grandes jogos.

Quando milionários se aventuram em alguma coisa, eles costumam levar até as últimas consequências e o caso mais notável foi o do banqueiro texano Andy Beal.

Andy jogou contra os maiores jogadores do mundo de 2001 a 2006, com regras negociadas entre ele e as estrelas do jogo, em jogos de limit heads up de valores altíssimos. Os adversários dele tiveram que juntar todas as suas economias para enfrentar Beal, e em alguns momentos o banqueiro esteve muito perto de quebrar as principais estrelas do mundo do poker.

Em fevereiro de 2006, ele ganhou mais de 13 milhões de dólares do grupo em uma sessão, para no final do mesmo mês, perder mais de 16 milhões para eles. Andy eventualmente largou o poker e a história deste duelo é contada no livro The Professor, The Banker and The Suicide King, de Michael Craig (em inglês).

O que podemos aprender com isso?

A lição mais interessante desta história é que, se você jogar fora dos seus limites financeiros (bankroll), não importa sua vantagem técnica, você pode acabar perdendo seu dinheiro. Portanto, não entre em jogos mais caros do que você pode, ainda que eles pareçam fáceis!

Cinco grandes momentos no Brasil:

Título mundial do Alexandre Gomes

Link YouTube | Olha a zona da brasileirada no vídeo amador! Há versões mais educadas, mas esta é animal!

Por que foi inesquecível?

A primeira vez a gente nunca esquece e o primeiro bracelete (honraria dada aos campeões de eventos da World Series of Poker) vencido por um jogador brasileiro veio pelas mãos do paranaense Alexandre Gomes em 2008.

Quando ganhou seu bracelete, Gomes já era uma das principais estrelas brasileiras do esporte e já contava com uma quarta colocação no Pokerstars Caribean Adventure em Bahamas, considerado por muitos o torneio mais difícil do mundo. No ano seguinte, Alexandre ganhou a Bellagio Cup, torneio da World Poker Tour, que lhe rendeu mais US$ 1.187.000,00.

O que podemos aprender com isso?

Este primeiro bracelete mostrou que os jogadores brasileiros estavam em condições de competir de igual para igual com os estrangeiros, o que não era verdade poucos anos antes.

Bracelete do Akkari

Link YouTube

Por que foi inesquecível?

Quando o mundo do poker pensava que nada se igualaria ao primeiro bracelete brasileiro, vem o segundo, esse pelas mãos do mais importante e carismático jogador do país, André Akkari.

O jogador já era o rosto mais conhecido do poker nacional e o bracelete veio para confirmar o crescimento técnico do país no esporte. Depois do bracelete, Akkari se tornou o embaixador do poker no país e hoje é um dos mais importantes e conceituados profissionais do maior site de poker online do mundo.

O que podemos aprender com isso?

Se poker é longo prazo e qualquer resultado é possivel em um torneio apenas, o segundo título de WSOP sedimentava a posição do país entre os países em clara evolução técnica no esporte.

Ronaldo Fenômeno é poker

Link YouTube

Por que foi inesquecível?

No começo de 2013, o fenômeno twittou:

“Tem mais esporte na minha vida. Agora é all-in”.

Logo depois, ele foi anunciado pelo Pokerstars como seu novo jogador e garoto propaganda, assim como já havia acontecido em outros países com atletas como os tenistas Boris Becker e Rafael Nadal. Ter um dos principais atletas da história do país como a cara do poker nacional mostra a que ponto o esporte chegou no país.

O que podemos aprender com isso?

Que o poker foi a solução encontrada por diversos atletas para manter a competitividade depois de pararem as atividades em seus esportes principais. O jogo tem todos os elementos, desde a adrenalina até a competição pura e simples, com a vantagem de que homens, mulheres, fortes e fracos fisicamente, jovens e idosos podem competir em igualdade de condições.

Ministro dos Esportes abre o campeonato brasileiro re poker

Link YouTube

Por que foi inesquecível?

Em novembro de 2014 o BSOP foi aberto com um discurso do ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, que disse:

“É um momento importante do nosso calendário esportivo. Que gera renda, movimenta a economia do nosso país. Recolhe tributo para a sociedade e gera a diversão para a sociedade.”

O reconhecimento do ministro e do ministério dos Esporte mudaram a concepção do jogo em nosso país, gerando grande satisfação a todos nós que enfrentamos o preconceito poucos anos antes disso e lutamos muito para chegar a este ponto.

O que podemos aprender com isso?

Que a luta por uma causa justa, por mais dura que possa parecer, no fim das contas pode ser vencida. O poker é um esporte da mente e, depois de anos de trabalho e competência das entidades que cuidam do esporte, ele foi reconhecido como tal.

BSOP Million

Link YouTube

Por que foi inesquecível?

A última etapa do campeonato brasileiro de 2011 foi batizada de BSOP Million, e garantiu pela primeira vez um milhão de reais em premiação a ser distribuída.

O torneio foi realizado em São Paulo e o campeão foi o paraibano Flávio Reis, que faturou R$ 443.800,00. Depois disso, o torneio continuou crescendo e este ano ele vai ter nada menos que 5 milhões de reais garantidos somente em seu evento principal, mas o primeiro BSOP Million bateu, em 2011, uma marca que o mundo do poker nacional pensava que só seria alcançada muito tempo depois disto.

O que podemos aprender com isso?

O campeão da última etapa do campeonato brasileiro de 2008, Bruno Foster, levou pra casa R$ 30.000,00. Dois anos depois, em 2010, o carioca André Dobras faturou R$ 209.000,00. Em 2012, o jogador Ricardo Tavares faturou R$ 500.000,00 e este ano o campeão vai levar pra casa mais de R$ 1.000.000,00. Definitivamente o esporte está crescendo como nunca no Brasil.

Bruno Foster chega ao November Nine

Link YouTube

Por que foi inesquecível?

A World Series of Poker é o maior torneio do mundo e é constituída de aproximadamente 60 eventos (varia a cada ano) dos mais diversos valores e modalidades. O último evento do ano é considerado o mais importante de todos e o mundo considera que, quem o vence, é o campeão do mundo de poker daquele ano.

Para que os melhores momentos do torneio possam ser mostrados na TV e para que o mundo conheça os nove finalistas, o torneio para em julho, quando sobram 9 jogadores dos mais de 6.000 que entraram no torneio, e volta em novembro.

Em 2014 teremos a primeira presença brasileira nesta mesa final, com o cearence Bruno Foster (sim, o mesmo que citei no tópico anterior), que já garantiu U$ 730.725 e que, se cravar o torneio, vai levar nada menos que U$ 10.000.000,00.

O que podemos aprender com isso?

Se a curva de crescimento do poker nacional já estava apontando para o céu, imagina se o campeão do mundo, com dez milhões de dólares, for verde e amarelo?

Estamos com você, Foster!


publicado em 12 de Setembro de 2014, 09:42
A1101bf7d5b8382363b0cb45b3d40d56?s=130

Guilherme Kalil

É narrador do programa Poker Show na rede BhNews e continua viciado em Coca Zero.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura