Afinal, brasileiro gosta ou não gosta de sertanejo?

Dados divulgados pelo Spotify indicam um fenômeno curioso de pessoas que adoram sertanejo e outras que só escutam pop internacional

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

O Brasil é um país enorme, de dimensões continentais, heterogêneo, diversificado, toda aquela coisa que nós já sabemos. Mas, cara, de vez em quando nós conseguimos afirmar algumas coisas sobre esse país mesmo que elas não sejam 100% verdadeiras.

Não precisa exagerar. Estou falando de coisas do tipo: todo mundo conhece o Silvio Santos, todo mundo já assistiu ao Big Brother uma vez na vida (admita), todo mundo já disse que torce para algum time de futebol nem que seja ‘eu torço pra seleção brasileira’.

Só que em relação a gênero musical, o brasileiro é realmente um bicho complicado de entender e a principal dúvida que surge é: afinal, brasileiro gosta ou não gosta de sertanejo?

Entenda por sertanejo esse gênero que se transformou em pop, que pouco ou nada fala propriamente do campo e que também se intitula sertanejo universitário. Tudo isso, hoje, está englobado nesse gênero que divide paixões, opiniões e se transformou num fenômeno que vale a pena refletir sobre.

Um sinal claro disso foi o acidente que matou o cantor Cristiano Araújo em 24 de junho desse ano. O carro em que ele estava capotou na BR-153, no trecho entre as cidades de Goiatuba e Morrinhos, em Goiás, matando o cantor e a namorada. A morte do autor de músicas como "Mente para mim" (2011), “Bara Bara” (2012), "Caso Indefinido (2013) e “Hoje eu to terrível” (2014) causou comoção em milhões de brasileiros e passividade para outros que simplesmente não sabiam de quem se tratava.

Link Youtube | Cuidado, não nos responsabilizamos por 'chicletes'.

As reação foram tão distintas que valeram um artigo do El País de nome “Cristiano Araújo, o cantor que ninguém conhecia, exceto milhões”.

O caso mostra uma espécie de divisão que separa as preferências musicais dos brasileiros em pelo menos dois grandes grupos com características bastante distintas. Um que ouve, consome e adora sertanejo e outro que prefere pop internacional.

Recentemente o Spotify divulgou alguns dados que confirmam essa tese. No ranking de artistas, álbuns, discos e playlists mais ouvidas no aplicativo, os dois gêneros dominam e dividem as preferências.

Dá uma olhada:

Top 5 - Artistas mais ouvidos

  1. Jorge & Mateus
  2. Maroon 5
  3. Henrique & Juliano
  4. Calvin Harris
  5. Ed Sheeran

Top 5 - Álbuns mais ouvidos

  1. Os Anjos Cantam - Jorge & Mateus
  2. Stories - Avicii
  3. Beauty Behind The Madness - The Weeknd
  4. Peace Is The Mission - Major Lazer
  5. Reflection - Fifth Harmony

Top 5 - Músicas

1. Lean On - Major Lazer

Link Youtube

2.  Sugar - Maroon 5

Link Youtube

3. Thinking Out Loud - Ed Sheeran

Link Youtube

4. Uptown Funk - Bruno Mars

Link Youtube

5. Blame - Calvin Harris

Link Youtube

Top 5 - Playlists

  1. Esquenta Sertanejo
  2. Sucessos Brasil
  3. Today’s Top Hits
  4. Tarde Acústica
  5. Pop no Trabalho

Bem, com isso dá pra fazer uma série de análises, mas não tem como negar que é evidente essa distinção de gêneros. A gente pode procurar explicações na veia rural ainda pujante dos brasileiros ou na influência da globalização, mas tudo isso não passaria de especulações. O que sabemos é que esse fenômeno tem origens muito mais profundas do que uma opção casual de quem está ouvindo ali na hora.

Antes de sair por aí esculachando esse tipo de música, vale a pena refletir que "Ai se Eu te Pego" foi a sexta música mais vendida no mundo em 2012. Não foi um fenômeno local, foi global. Antes de falar que esse tipo de música é ruim e aquele é bom, vale citar exemplos como o jazz que era visto com muito descrédito e preconceito nos EUA até virar um dos gêneros mais conceituados do mundo. Com o samba, no Brasil, aconteceu a mesma coisa. Como podemos perceber, o buraco é muito mais embaixo.

Agora, se você faz parte da pequena intersecção que gosta tanto de pop internacional quanto de sertanejo saiba que também existe produto audiovisual pra você hoje em dia. Se liga no canal do Youtube desses caras que fazem mashups com os dois tipos de música.

Deixe suas considerações sobre o tema nos comentários. Sua contribuição é o que evolui o debate. De que gênero você mais gosta e como você explica essa distinção tão grande de gostos?


publicado em 02 de Dezembro de 2015, 16:04
Breno franca jpg

Breno França

Editor do PapodeHomem, é formado em jornalismo pela ECA-USP onde administrou a Jornalismo Júnior, organizou campeonatos da ECAtlética e presidiu o JUCA. Siga ele no Facebook e comente Brenão.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: