A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Sete dicas de como melhorar a dieta vegetariana para quem pratica esportes

Mesmo para quem ainda come carne, mais vegetais melhora a produtividade esportiva. Para os vegetarianos, as dicas de ouro de como comer melhor

Quando eu comecei a praticar mais esportes, me vi com a necessidade de começar orientação também com a nutricionista, pelo simples fato de que a coisa não estava rendendo como eu gostaria, estava mais difícil de avançar com os treinos e a própria produtividade nas coisas que eu fazia. "Cacete, se eu tô treinando há tanto tempo, porque não estou fazendo aquelas coisas ainda?".

E daí que a coisa caminhou para uma rotina com menos carne. Naturalmente. Quando se começa a melhorar a alimentação, vai incluindo mais vegetais e menos porções de carne.

Isso tudo para dizer que essas dicas aqui embaixo não servem apenas para vegetarianos, mas pra todo mundo que pode se alimentar com mais qualidade e fazer refeições com menos quantidades de carne.

E, para os que já tiraram proteína animal da vida, aproveitem. A Go Outside publicou umas ajudas bem boas:

1. Mapeie sua dieta

"Você não precisa mudar completamente sua dieta para fazer a transição para um estilo de vida mais natural. Comece ma­peando os alimentos que já consome: quais são os macronutrientes (carboi­dratos, proteína e gordura) e micronutrientes (vitami­nas e minerais)?

Substitua produtos de origem animal por outros de origem vegetal que tenham perfil nutricional semelhante, prestando atenção aos micronutrientes que são mais facilmente encontrados em fontes animais, como vitamina B12, ferro, zinco e cálcio."

2. Explore o supermercado

"Desafie a si mesmo a provar uma fruta, legume ou outro alimento vegetal novo a cada semana.

Isso vai obri­gá-lo a sair da zona de con­forto (de um jeito positivo) e permitir que experimente receitas diferentes."

3. Misture tudo

“Mas e a proteína?” Há uma razão para vegeta­rianos e veganos ouvirem essa pergunta o tempo todo: produtos de origem animal contêm todos os nove aminoácidos essen­ciais necessários para a construção de proteínas.

Fontes vegetais? Apenas quinoa e soja oferecem isso.

Para incluir a dose su­ficiente de proteínas com­pletas na dieta, combine alimentos diversos: feijões e arroz, lentilha e grão-de-bico com substitutos da carne, como tofu e seitan (espécie de carne feita com a proteína do glúten)."

4. Sem carne, por favor!

Link YouTube | Já conhece o projeto "Segunda-feira sem carne"? O Paul McCartney te explica

"Não me tornei vegetariano da noite para o dia. Dê pequenos passos. Escolha uma refeição na semana para ser vegetariano – ou um dia inteiro se quiser se arriscar mais, como a segunda-feira sem carne.

Se não acredita (ainda) nas suas habilidades culiná­rias vegetarianas, recorra aos profissionais. Peça a opção vegetariana no res­taurante a fim de expandir seu paladar e pense em novas ideias para seus próprios menus."

5. Prepare com antecedência

"Quando você está cansado ou sem tempo, é fácil retor­nar aos hábitos alimentares de antes.

Reserve uma hora no fim de semana para pre­parar uma grande salada ou prato à base de vegetais e separe em porções para o almoço e o jantar ao longo da semana."

6. Seja malandro

"Se você não ama vegetais, não se preocupe: boa parte dos vegetarianos não é 100% fã deles também.

Acres­cente folhas verde-escu­ras, como espinafre, couve ou rúcula, no seu suco matinal. Você vai ingerir uma boa dose de fibras, cálcio e folato, e a fruta vai mascarar o sabor."

7. Aventure-se

"Graças aos pratos étnicos que existem nos livros de culinária, é possível garimpar um mundo de novos sabores.

A grande variedade de temperos e os diferentes modos de preparo mantêm tudo mais fresco e criativo."


publicado em 19 de Julho de 2017, 00:00
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura