A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

13 sinais de que um menino se transformou em homem

Não existem demarcadores concretos que denunciem quando alguém já pode ser considerado homem de verdade. Tem muita gente do sexo masculino por aí, mas pessoas que se portem de modo confiável e comprometido é um pouco mais difícil.

Claro, estas não são características exclusivas do gênero masculino, nem dão algum diploma ou garantia absoluta, mas são indícios de que a pessoa não está mais aqui a passeio e que não chega ao outro extremo de se levar a sério demais.

É de maturidade que falo aqui, coisa preciosa.

1. Sabe expressar aquilo que pensa e sente sem jogos

Papo-reto, afeto e honestidade
galeres

O típico jogo de meninos é tentar sair ganhando todas as paradas e conseguindo aquilo que querem, preferencialmente sem esforço ou sem levar em consideração todas as condições. Para isso dramatizam, inventam, choram, na tentativa de dobrar o mundo ao seu gosto. Sua tática costuma ser uma variação de chantagem emocional que faça dos outros marionetes de seus interesses.

Um homem maduro percebe o momento adequado para se expressar sem atropelar os outras com suas vontades inadiáveis. Para isso, coloca as cartas na mesa com a tranqüilidade de quem está desarmado.

2. Valoriza a credibilidade

Meninos costumam agir sob impulso, por isso são capazes de fazer promessas para a vida inteira para alguém hoje e, amanhã, prometer o mesmo para outra pessoa com a mesma pseudo-convicção. Por isso, agem levianamente com trabalho, relacionamentos, família e consigo mesmos.

A credibilidade de um homem é o carro chefe do seu currículo. Seu talento vem acompanhado de uma certeza de que a fala é fiel aos atos, ainda que seja: "agora não vou prometer isso".

3. Sabe equilibrar posturas

É muito fácil para o menino afirmar que é 8 ou 80, afinal qualquer coisa que der na cabeça dele será justificado por sua imprevisibilidade e intensidade.

A maturidade traz a tranqüilidade de quem não precisa agir como uma caricatura exageradamente feliz ou preocupada. Ele pondera e deixa decantar suas ideias e sentimentos até a efetiva ação. Com firmeza, sem radicalismos.

4. Evita auto-afirmação barata

Precisa?
Precisa?

Como está sempre hesitante, o menino se agarra a pequenos jogos de poder e usa os outros como escada de seus interesses. Garotas se transformam em cabides de sua vaidade e a escravidão por status é o arroto de sua pobreza emocional.

O homem de verdade consegue se movimentar mesmo sem estar no pódio e ainda assim se felicita com as vitórias e alegrias que permeiam a jornada de crescimento alheio. Por isso, não usa os outros como meios para seus fins, mas como parceiros de realização mútua.

5. Sabe liderar e ser liderado

O menino, por medo de voltar à condição de criança, quer sempre estar com as rédeas na mão. Ele dita condições, normas e regras rígidas para si mesmo e para os outros numa tentativa de não voltar ao cativeiro da casa dos pais.

Como o adulto já não vê esse retorno psicológico como uma realidade plausível, não precisa se reafirmar com a batuta na mão. Pode conduzir ou deixar-se guiar sem ver sua autoridade ferida.

6. O sexo não o aprisiona

Para meninos o sexo é o primeiro caminho de realização e prazer. Por isso, se agarram a ele como se fosse a única forma de encontrar entrega, afetividade, intensidade e gozo. Em pouco tempo ficam reféns do prazer a qualquer custo e acabam usando pessoas como peças dessa engrenagem egocêntrica.

Uma pessoa madura já ampliou seus horizontes e não resume seu prazer vital à cama. Já consegue saborear a sutileza do encontro sem afobação, desfrutando de um bom papo noite a dentro e uma vida recheada de trocas emocionais significativas. A verdadeira sensação de intimidade é sua meta. O sexo é um detalhe importante, mas não exclusivo para esse fim. Sua parceira é mais importante que sua vagina e o orgasmo é uma parte do espetáculo, não o show inteiro.

7. Avança ou recua quando necessário

Não precisa ser assim
Não precisa ser assim

Para o menino só serve a vitória e, nessa empreitada de inevitável fracasso, agarrará cada disputa pessoal como um pitbull furioso, só largando se alguém sai machucado.

O homem maduro sabe admitir falhas, às vezes recua e não precisa estar sempre certo. Consciente de que a vida não é um jogo, pode abrir mão de excessos que os garotos nunca deixariam para trás. Ele segue em frente, seja lá qual for o resultado.

8. Seja um período ruim ou bom, ele sabe que vai passar

Meninos só interagem com quem terão algum proveito e fazem de tudo para continuar navegando em mar calmo, controlando tudo ao seu redor.

Homens passam por situações de escassez e continuam de peito aberto, criativos, dispostos, encontrando caminhos desconhecidos e prontos para lidar com privações.

Se a recompensa jorra em sua vida pessoal e financeira consegue ter virtudes e bens sem oprimir os outros, pois sabe utilizar seus recursos em benefício dos seres.

9. Seus desejos e caprichos nem sempre são prioridade

Consequência e responsabilidade são palavras pouco usadas no dicionário de meninos, já que estão habituados a colocar as coisas na conta dos pais ou da sociedade injusta. Para eles é natural e até vantajoso não lidar com limites.

O cara de "responsa" sabe bem onde pisa e, se avança sobre a liberdade alheia, percebe a hora de dizer sim ou não para os próprios desejos.

10. Não fica tentando sustentar estereótipos de macho

Link Vimeo | A água segue, sem se importar com a forma que vai ter de assumir

Os garotos com pouco repertório emocional (ainda que tenham 40 anos) se agarram em estereótipos de macho e se levam demasiado a serio. Lutam cegamente pelos brinquedos convencionais como carros, casas e iates, mas esquecem de alavancar uma vida significativa com felicidade, liberdade e paz de espírito.

Os bem vividos têm jogo de cintura e flexibilidade para mudar a rota da sua vida. Posicionam sua mente em um lugar privilegiado, de ludicidade, que vê a vida como uma dança harmoniosa onde não existem ruas sem saídas.

11. Palavras são só palavras, ele age

Os mimados reclamam e não pedem nada, não são capazes de sugerir mudanças ou verdadeiramente pensar em soluções. Falam e não comunicam com clareza o que exatamente os aflige ou como podem contribuir para uma mudança.

Para eles é mais importante se livrar do peso da cobrança – de si próprio ou de um outro – do que fazer o que tem de ser feito. Por isso prometem. Confiam no autoengano de suas promessas e esquecem que são as ações que falam mais alto.

Homens não esperam o momento ideal, tomam a frente e fazem o que tem que ser feito, sem preguiça. Na sua mente a mamãe não vai resolver a prova final.

12. Tenta acessar sua sabedoria mais profunda em meio às crises

Quando o horizonte do homem avança, há uma tendência em não mais ir atrás de soluções individuais. Ele percebe que é melhor e mais fácil avançar por meio de uma mente coletiva que traz à tona uma inteligência mais profunda. Aprende a converter qualquer interação num espaço de transformação e dali sair renovado diante de uma crise, sem paralisia.

Atos extremos estão reservados para mentes estreitas que só vêem dois caminhos. Certo/errado, bom/mau, justo/injusto. No universo infantil de alguém preso a estes eixos, há muito mais espaço para sentimentos contraproducentes como culpa, vergonha e medo.

13. São menos autocentrados

Um homem deixa que seu ego seja espremido pelas imprevisibilidades da vida sem que perca os outros de vista. Ainda que o ego baita forte e constante em suas mãos, insiste em trazer outros consigo, como parceiros. Não é uma pessoa plena, mas tem coragem para enfrentar suas incompletudes sem se fechar em sua bolha pessoal

Se você achou o mundo dos homens muito lento, chato, utópico ou com pouca ação e intensidade, já tem um bom indicio de qual ponto se encontra no percurso de amadurecimento pessoal. Fique atento se é acometido da ejaculação existencial precoce que paira no mundo dos meninos ou se submerge nos desafios silenciosos do oceano das incertezas humanas.

Quais outros sinais vocês acham que um menino emite quando se transforma em homem?

Mecenas: Schweppes 230 anos

Schweppes comemora 230 anos, e por ser o primeiro refrigerante do mundo, carrega um nome cheio de histórias e legados.

Seu toque amargo e sabor discreto, fez com que Schweppes caísse no gosto nada popular dos maiores mixologistas se tornando ingrediente indispensável para os mais variados drinques. Schweppes é a prova de que o clássico realmente nunca sai de moda.

E para comemorar mais de dois séculos de história, lançou novas latas em edições comemorativas.

papo-de-homem

Conheça mais a respeito do que Schweppes tem dito sobre meninos e homens e as milhares de histórias da marca.


publicado em 13 de Maio de 2013, 07:00
File

Frederico Mattos

Sonhador, psicólogo provocador, autor dos livros "Relacionamento para Leigos" e "Como se libertar do ex". Adora contar e ouvir histórias de vida. Nas demais horas cultiva a felicidade, lava pratos, oferece treinamentos online em A Mente Humana e escreve no blog Sobre a vida.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura