Buffon não se cala diante de ofensas ao rival Torino e mostra que o futebol é feito de homens de caráter

Alguns torcedores da Juventus insultam Torino na véspera do aniversário de uma das maiores tragédias do futebol — e Buffon nos mostra novamente porque é ídolo

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Em 4 de maio de 1949, o time italiano Torino vinha de quatro conquistas seguidas do campeonato nacional. Seu esquadrão era conhecido pela alcunha de "Os invencíveis". Nesse belo artigo do site "Imortais do Futebol" você entende o quão fantásticos eles eram.

Torino na década de 40

Infelizmente, uma trágica queda de avião matou todo o time, deixando uma triste marca em sua torcida.

Corte para quarta passada, véspera da tragédia.

 Insultos foram pixados em muros na estrada que leva à Basílica de Superga, na qual o avião caiu. No próximo sábado, os rivais vão se enfrentar no clássico da 35ª rodada do Italiano. Se vencer, a Juventus garante o inédito hexacampeonato e supera justamente o recorde do oponente de conquistas seguidas.

O lendário goleiro Gianluigi Buffon — campeão de quase tudo pela Juventus, menos da Champions League — não se calou diante das ofensas e escreveu uma poderosa mensagem no Facebook:

"Honra a vocês, campeões do "Gran Torino", para a eternidade. E perdão àqueles que cometem atos tão inclassificáveis como zombar de vocês ou faltar com o respeito 70 anos depois dos fatos.

(...)

Num belo dia após uma vitória, meus pensamentos estão com a família do Toro, seus torcedores e esses gloriosos campeões.

(...)

Os mortos estão mortos. É preciso deixá-los em paz e respeitá-los, mesmo se são inimigos ou seus rivais mais ferozes.

Um abraço a todos que acreditam que, principalmente no esporte, é preciso ser homem de bom caráter."

Buffon segue sendo o melhor goleiro de 39 anos que você respeita. Palmas.


Leituras recomendadas:


publicado em 04 de Maio de 2017, 17:04
Logo pdh png

Redação PdH

Mantemos nosso radar ligado para trazer a você notícias, conversas e ponderações que valham o seu tempo. Para mergulhar na toca do coelho e conhecer a visão editorial do PdH, venha por aqui.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: