A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Um esporte que nos dá orgulho

Com final quase inédita entre dois brasileiros, etapa de Portugal coroa surfe nacional e coloca fogo na disputa pelo título da temporada

Eu não sei se você gosta de surfe. Assim como não sei se gosta de vôlei, ginástica olímpica ou curling (como eu). Acontece que mesmo que você não curta esportes, pode ser que você queria saber o que alguns brasileiros andam aprontando nas praias do mundo por aí.

Eles escolheram interromper os estudos em troca da profissionalização no esporte. Nem por isso deixaram de buscar sempre as melhores notas e foi com uma nota 10 que o brasileiro Filipe Toledo venceu a etapa de Portugal do Mundial de Surfe e assumiu a vice-liderança do ranking a uma prova do final da temporada.

Mas não se trata só da nota 10 que Filipinho tirou. Afinal de contas ele já tinha tirado outra nota 10 e vencido outras duas etapas na temporada, entre elas a do Rio de Janeiro. Só que, apesar da manobra já ser digna de nota por si só, ela aconteceu justamente numa final quase inédita entre dois brasileiros.

Foi só a segunda vez que isso aconteceu na história. A primeira foi lá em 1999. De lá pra cá, se passaram mais de 15 anos até esse momento que coroa o bom momento do surfe brasileiro. Assim como na semifinal, a disputa entre compatriotas não teve colher de chá. Filipe Toledo e Italo Ferreira disputaram nota a nota o título em Portugal e o resultado final separou os dois por apenas sete décimos (17.83 a 17.13).

Vale lembrar que o atual campeão mundial é outro brasileiro: Gabriel Medina. Ele que foi alçado ao status de ídolo com o primeiro título do país na história da modalidade pode ter dado a impressão de que se tratava de um fenômeno.

Bem, ele até pode ser um fenômeno, mas nem só de Medina vive o surfe nacional.

Atualmente, dos cinco primeiros colocados do ranking mundial, três são brasileiros. Medina é o quarto, Filipinho é o segundo e Mineirinho (vice-líder até ontem) agora é o terceiro colocado. Todos estão na briga - com maior ou menor chance - para conquistar o título na última etapa que vai rolar no Havaí entre 8 e 20 de dezembro.

Em tempos onde a seleção de futebol anda decepcionando, vale a pena acompanhar a saga desses caras que estão ~tirando uma onda~ mundo afora (desculpem, não resisti).


publicado em 31 de Outubro de 2015, 20:46
Breno franca jpg

Breno França

Editor do PapodeHomem, é formado em jornalismo pela ECA-USP onde administrou a Jornalismo Júnior, organizou campeonatos da ECAtlética e presidiu o JUCA. Siga ele no Facebook e comente Brenão.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura