6 erros de arbitragem em jogos do Brasil nas Copas do Mundo

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

O segundo gol de Luis Fabiano contra a Costa do Marfim, você sabe, foi ilegal. Não fosse a horrenda fase atravessada pelo futebol francês, onde até o arbitro é ruim, o centro-avante de apelido mais suspeito de todos os tempos – Fabuloso – não teria feito aquele que muitos consideram, até aqui, o golaço da Copa do Mundo.

Em tempo: numa Copa tão confusa, tão imprevisível, o gol mais bonito até aqui foi ilegal. Sugestivo, não?

O pior de tudo talvez tenha sido o lance que seguiu o gol. A cena do árbitro sorrindo e batendo no braço é antológica. Daqueles que, se fosse a reação de um árbitro para um atacante argentino, estaríamos todos perplexos e criando teorias de conspiração com infográficos de erros que favoreceram os boludos.

No jogo de domingo, aparentemente, houve um erro. Talvez seja cedo para acusar o arbitro de má fé. Erros acontecem. A prova está no vídeo abaixo. Listamos seis erros de arbitragem que envolveram a Seleção Brasileira em Copas do Mundo.

Para o bem ou para o mal. Depende do seu ponto de vista.

Link YouTube | Destaque para o tira-teima Atari-style em 1986

Meus comentários estão no vídeo acima, mas segue um resumo de referência:


  • 2002 – Brasil x Turquia. Luisão sofre falta quase no meio-de-campo e o Kim Young Joo, coreano boa praça, marca pênalti.

  • 2002 – Brasil x Bélgica. Marc Wilmots marca contra o Brasil quando jogo ainda estava 0x0. O árbitro, só ele, vê uma falta sobre Roque Jr.

  • 1994 – Brasil x Holanda. Um dos épicos da Seleção Brasileira em Copas do Mundo. Mas repare no lance que originou a falta sobre Branco.

  • 1962 – Brasil x Espanha. Nilton Santos, enciclopédia do futebol e malando, deu um passinho e evitou o pênalti. Na cobrança, o árbitro, de novo, quebrou um galho.

  • 1978 – Brasil x Suécia. Quarenta e cinco minutos do segundo tempo. Escanteio para o Brasil. Gol de Zico? Não, o árbitro terminou o jogo com a bola em direção à área.

  • 1986 – Brasil x Espanha. O Brasil venceu, mas a Espanha foi prejudicada pela arbitragem. Ou melhor, o Brasil foi favorecido. Tem um tira-teima 16 bits não me deixa mentir.

Lembram de outras falhas que ajudaram ou prejudicaram a seleção?

Oferecimento: Hyundai

Comente jogos pelo Twitter, responda ao Quiz da Copa e concorra a vale-presentes de até R$ 1.000,00.


publicado em 23 de Junho de 2010, 07:27
File

Fred Fagundes

Fred Fagundes é gremista, gaúcho e bagual reprodutor. Já foi office boy, operador de CPD e diagramador de jornal. Considera futebol cultura. É maragato, jornalista e dono das melhores vagas em estacionamentos. Autor do "Top10Basf". Twitter: @fagundes.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: