Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

A ciência do aperto de mão

Ao ser apresentado a alguém, você sorri, diz algo parecido com "tudo bem?" e oferece um aperto de mão. A única coisa que você efetivamente disse foi o "tudo bem?", mas o nosso subconsciente não para no nível verbal. O sorriso e o aperto de mão comunicam muito mais do que aparentam. Entre homens, principalmente, o aperto de mão é rico em significados.

Assim como a reverência japonesa transmite muitos detalhes em sua sutileza -- coisas como ângulo da cabeça, posição das mãos e direção do olhar comunicam diferentes níveis de humildade, admiração e respeito --, o nosso aperto de mão ocidental também tem os seus detalhes. Alguns dos quais você pode não saber ainda.

Aperto de mão
Sorria, olhe nos olhos, seja firme, não aperte demais; bigodão e chapéu são bons, mas opcionais

1. Ele melhora suas chances de conseguir um emprego

Em um estudo feito este ano, quase uma centena de estudantes se submeteu a entrevistas de emprego fictícias com recrutadores profissionais, e paralelamente foram classificados quanto à qualidade do aperto de mão. Descobriu-se que havia uma forte sobreposição entre o grupo dos que receberam boas avaliações dos recrutadores e o grupo dos que tinham os apertos de mão melhor avaliados.

Análises deram suporte ao aperto de mão enquanto mediador de efeito da extroversão do aplicante nas recomendações de contratação dos recrutadores, mesmo depois de levadas em conta diferenças de controle na aparência física e nas roupas dos candidatos.

2. Você imediatamente comunica seu nível de consciência própria

Outro estudo, este de 2011, partiu do princípio que apertos de mão são "comportamentos interpessoalmente coordenados que requerem motivação e prática para funcionarem bem" para tentar avaliar o quanto se pode descobrir sobre outra pessoa somente através do gesto.

Dois avaliadores, um homem e uma mulher, foram apresentados a diferentes candidatos. Apenas metade deles se apresentou com um aperto de mão. Após essa apresentação, eles tiveram suas personalidades avaliadas.

Descobriu-se que extroversão é um traço percebido facilmente mesmo que você não ofereça um aperto de mão, mas "consciousness" (um termo difícil de traduzir, mas que resolvi traduzir como "consciência própria", em nível também corporal) é muito mais facilmente percebida através dessa interação física.

O aperto de mão moderou a exatidão da impressão de consciência própria, especialmente entre homens, o que pode explicar a importância que os profissionais de negócios dão a entrevistas presenciais.

YouTube | Os diversos apertos de mão de Troy & Abed, em Community, mostram que também não é o caso de levar tão a sério

3. Ter habilidade com toque te faz mais poderoso

O simples fato de você estabelecer uma relação de toque, física, com outra pessoa, já pode ter efeitos marcantes.

Se você estiver pedindo por algum favor ou buscando concordância, um aperto de mão ou qualquer toque simples pode ajudar, como concluiu este estudo:

Transeuntes, 53 homens e 67 mulheres, foram solicitados a tomar conta de um cão grande e agitado por 10 minutos, para que o dono pudesse entrar em uma farmácia onde animais são proibidos. Em metade dos casos, os sujeitos foram fisicamente tocados durante o pedido. A análise mostrou que, quando tocados, 55% dos sujeitos concordaram com o pedido, enquanto apenas 35% dos que não foram tocados concordaram.

Agora eu entendi por que o Guilherme tem o hábito de tocar o Rodolfo no braço durante as reuniões de pauta. Achei que fosse por algum outro motivo. Hm. Estudo útil.

Outro estudo recente, de 2010, observou equipes da NBA por duas temporadas e constatou que equipes cujos integrantes tinham mais hábito de se tocar de alguma forma acabaram tendo resultados médios melhores -- tanto a equipe quanto os jogadores, individualmente. Essencialmente, nos faz bem ser tocados, seja na forma de um aperto de mão, abraço ou algum outro tipo de interação física amigável.

Sabe-se lá se isso se aplica a qualquer tipo de situação em qualquer tipo de equipe, mas é um estudo a ser considerado.

4. É quase um atestado de saúde

Ao escrever este texto, eu mesmo fiquei impressionado com a quantidade de dados biológicos têm a ver com o aperto de mão. Segundo um estudo de 2007:

A Força do Aperto de Mão (HandGrip Strength -- HGS) é uma medida não-invasiva de saúde saúde física que é negativamente correlacionada a deficiências, morbidez e taxas de mortalidade em adultos. Altamente herdável, a HGS é indicativa dos níveis de testosterona no sangue e de massa corpórea livre de gordura.

O mesmo estudo também encontrou relações entre a HGS e aspectos morfológicos do corpo, além de histórico sexual e de comportamento agressivo, concluindo que a força do aperto de mão é um "sinal honesto da qualidade genética de um homem".

5. Um bom aperto de mão denuncia o quão homem você é

Um artigo do New York Times sobre o mesmo estudo acima mostra mais relações entre a força do aperto de mão e... as suas capacidades sexuais, meu caro.

(...) homens com notas altas em força de aperto de mão também foram considerados mais agressivos e dominantes, além de terem tipos corpóreos mais masculinos (ombros mais largos, cinturas mais finas). Eles também tiveram "mais oportunidades sexuais", o que resultou em um número maior de parceiros sexuais, e idades mais baixas de primeiro encontro sexual.

E tem gente que ainda acha que um aperto de mão é só uma formalidade como qualquer outra.

Barking Up The Wrong Tree


publicado em 27 de Maio de 2012, 19:01
File

Fabio Bracht

Toca guitarra e bateria, respira música, já mochilou pela Europa, conhece todos os memes, idolatra Jack White. Segue sendo um aprendiz de cara legal.\r\n\r\n[Facebook | Twitter]


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura