A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

"Seja homem!": o guia da School Of Life mostra um caminho mais lúcido de como ser homem

Ou como eles enxergam como deveria ser um homem. A sacada é saber transitar entre as mais diferentes definições, sendo você

Ser homem. O que nos interessa. Como devemos agir. Temas que permeiam toda a existência do PapodeHomem. 

Já esboçamos inúmeras definições por aqui. Criamos diálogos e conversamos em inúmeras caixas de comentários, dos mais diferentes textos. Nos questionamos como homens se transformam. Falamos - e listamos - sobre homens e masculinidades possíveis.

Muito já foi dito. E mais continuará sendo. Faz parte do que é o portal. Mas é bonito ver outros espaços que respeitamos começando a fazer o mesmo, trazendo a discussão à tona. 

A School Of Life, em um vídeo recente, fez exatamente isto: apresentou caminhos para ser um homem. Ou os questionou, a depender da ótica. 

Para quem não conhece a escola, a School Of Life foi fundada em 2008 por Alain de Botton, um dos maiores filósofos de nosso tempo, junto com inúmero colegas. Eles têm diversas filiais em todo o mundo, inclusive no Brasil, e um canal recheado de conteúdo interessante no YouTube, de onde tiramos este vídeo. 

É uma escola, em termos gerais, que pensa questões da vida moderna sob um aspecto filosófico. E agora eles pensaram sobre o que é ser homem. 

Afinal, crescemos querendo se adequar a grupos, seguir cartilhas. A de como ser um homem admirável segue sendo uma delas. O vídeo apresenta então dois perfis de pesos diferentes, mas não exatamente opostos:

  • O primeiro é almejado ideal masculino tradicional, o homem que não teme nada, sempre sucede, está pronto pra tudo sem se abalar, não titubeando em momento algum. Nunca perde o controle, sempre está pronto. Eles chama esse perfil de "cool man", e apontam que é aquele que todos nós, homens, buscamos. 
  • O segundo, seria o de uma masculinidade mais próxima do real, um modo de ser homem mais possível: conhece de si, é relaxado quanto suas ansiedades e angústias. Se relaciona com o fracasso sem escondê-lo. Faz cagada, erros colossais, perde pessoas queridas. Admiti as baixas, segue. Vive consciente de sua vulnerabilidade, brincando com ela. 

O jogo de cintura é entender que estamos sempre transitando entre eles, e que não deveríamos tentar se prender em alguma caixa. Ou saltar de uma para outra. 

Porque, no final, um vídeo não define o que é ser homem, mas pode ajudar a enxergarmos caminhos. E eles são inúmeros. Seguimos juntos. 

 

Mecenas: Natura Homem

Natura Homem acredita que existem tantas maneiras de exercer as masculinidades quanto o número de homens que existem no mundo. Sem modelos a serem seguidos, sem colocar ainda mais pressão sobre os nossos ombros.

As nossas verdades, os nossos ritmos, os nossos jeitos de ser e estar no mundo. Seja homem? Seja você. Por inteiro. Natura Homem celebra todas as maneiras de ser homem.


publicado em 24 de Julho de 2017, 08:00
Logo pdh png

Redação PdH

Mantemos nosso radar ligado para trazer a você notícias, conversas e ponderações que valham o seu tempo. Para mergulhar na toca do coelho e conhecer a visão editorial do PdH, venha por aqui.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura