Quais 33 conselhos seus personagens pop favoritos poderiam te dar?

Quando Don Draper se aprochegar a você na poltrona, meu amigo, não recue

Esses dias acabei por dizer que viveria tranquilamente de ler bons livros e assistir séries envolventes.

Não se passaram muitos segundos até que eu me retratasse, dizendo que muito provavelmente o contato social me faria falta irreparável. O toque, o vibrar das vozes e o calor de estar perto de gente. Poucas vezes há algo melhor que isso.

Mas a fala não veio deslocada: é realmente surpreendente a nossa capacidade de contar histórias nas quais nos encontramos completamente absortos. E se as novelas brasileiras têm maior comprometimento com o retrato dos valores morais que achamos que deveríamos cultivar – e que muitas vezes não correspondem à realidade –, nos refugiamos nos dramas dos filmes e seriados estadunidenses.

Inegável que o país é o maior exportador das duas categorias. Suas produções são mais permissivas de dilemas reais, conflitos morais e éticos que fazem mais do que aflorar nossa curiosidade com reviravoltas inesperadas – nos provocam e nos espelham, muitas vezes de forma tão caricaturada que incomoda.

Fato é que dá pra sacar muito do comportamento humano em doses diárias de ficção. Que mais explicaria os sucessos de séries como House, Dexter e dramalhões dos mais variados senão nosso profundo interesse por... nós mesmos?

Não é raro que quotes dos nossos personagens favoritos nos marquem irrevogavelmente, quando não são objeto de questionamento.

Passeando pelas ruas da internet, descobri uma bela coletânea em infográfico de 33 conselhos sobre negócios oferecidos por 33 personagens da cultura pop.

Alguns deles são bastante válidos, especialmente quando lidos na hora h, do aperto da necessidade. É o caso dos conselhos de John Keating, Mindy Lahiri, Harry Hart e Miranda Bailey, que podem muito convir a quem é novo no mercado ou se encontra de frente a um novo desafio.

Outros se mostram bem questionáveis. Alguns por serem deliberadamente egoístas ou descreditados de quem está ao seu redor, como os de Don Draper e Saul Goodman – não à toa.

Outros ainda são merecedores de dúvida e reflexão por estimularem visões excessivamente competitivas de mundo, segundo as quais a falha é inaceitável, e que levam à desconexão humana e à perda da capacidade empática, compassiva, de se relacionar com o outro. É o caso dos conselhos de Peggy Olson e Jordan Belfort.

O que todos – sem exceção – nos oferecem são fragmentos que constituem as nossas matrizes de certo ou errado e, mais importante, a noção de que essas coisas muitas vezes são menos óbvias do que gostaríamos, e de que pode ser fácil encontrar-se nos becos da dúvida.

Nessas horas, bom é poder ver-se em outros olhos, sejam eles os da ficção ou dos parceiros de bons papos, pra perguntar, discutir, conversar, e tentar chegar a algum lugar nesse mundão de meu deus.

Sem mais delongas, aos conselhos:

Don Draper, de Mad Men

"Se você não gosta do que está sendo dito, mude os rumos da conversa."

Annalise Keating, de How to Get Away With Murder

"Pense com cuidado. Tudo depois deste momento não vai só determinar a sua carreira, mas sua vida."

Rocky Balboa, de Rocky Balboa

"Ninguém vai bater tão forte quanto a vida. Mas o importante não é o quão forte você consegue bater de volta, mas sim o quão forte você pode apanhar e continuar seguindo em frente."

Diane Lockhart, de The Good Wife

"Quando a porta na qual você estava batendo finalmente se abre, você não pergunta o porquê. Você corre pra entrar."

John Keating, de Sociedade dos Poetas Mortos

"Há tempos para arriscar e momentos para agir com cautela, e um sábio homem os sabe discernir."

Mr. Miyagi, de Karatê Kid

"Nunca ponha sua paixão à frente de seus princípios porque, mesmo que você ganhe, você estará perdendo. Tudo bem perder para seu oponente, mas não é ok perder para o medo."

Tyrion Lannister, de Game of Thrones

"Nunca se esqueça de quem você é. O resto do mundo não esquecerá. Vista sua personalidade como uma armadura, e ela nunca poderá ser usada contra você. Uma vez que aceita seus defeitos, ninguém pode usá-los contra você."

Jim Young, de O Primeiro Milhão

"Uma venda é feita em toda ligação que você faz. Ou você vende ações ao cliente, ou ele te vende motivos pra não comprá-la. De qualquer forma, uma venda é feita, e a única pergunta é por quem ela será feita."

Walter White, de Breaking Bad

"Percebi que o medo é o pior dos sentimentos. É o real inimigo. Então levante-se, saia para o mundo real e quebre a cara deste inimigo o mais forte que você puder."

Mindy Lahiri, de The Mindy Project

"É estranho ser sua própria pessoa-modelo, sabe? Recomendo."

Albus Dumbledore, de Harry Potter

"É preciso muita coragem para enfrentar seus inimigos, e o mesmo tanto para enfrentar nossos amigos."

Elle Woods, de Legalmente Loira

"Você deve sempre ter fé nas pessoas. E, mais importante, você deve sempre ter fé em si mesmo."

Harry Hart, de Kingsman

"Se você é capaz de adaptar-se e aprender, pode transformar."

Frank Lucas, de O Gângster

"O valor mais importante no mundo dos negócios é a honestidade, integridade, trabalho duro, família... Nunca esquecer de onde viemos."

Olivia Pope, de Scandal

"Eu não faço milagres nem o impossível. Faço frios cálculos quando em situações difíceis e não me meto em nada que saiba que não vá ganhar."

Leslie Knope, de Parks and Recreation

"O que é irritante pra um, para outro é inspirador e heroico."

Saul Goodman, de Breaking Bad

"Você pode fazer qualquer coisa funcionar se estiver comprometido o suficiente. Certa vez, disse a uma mulher que eu era Kevin Costner, e ela acreditou porque eu acreditei."

Peggy Olson, de Mad Men

"Eu nunca recomendaria imitação como uma boa estratégia. Você ficaria em segundo lugar, que é muito longe do primeiro."

Frank Underwood, de House of Cards

"Imaginação é em si própria uma forma de coragem."

Michael Oher, de Um Sonho Possível

"Quero dizer que qualquer boboca pode ser corajoso, mas honra, essa é o real motivo pelo qual você decide fazer ou deixar de fazer algo. Você deveria ansiar pela coragem e ter honra."

Miranda Bailey, de Grey's Anatomy

"Nunca tenha medo de se impor, mas tenha certeza de que você está certo quando o faz."

Joy, de Joy: o nome do sucesso

"Chegamos aqui com trabalho duro, paciência e humildade. Então, quero te dizer: não ache que o mundo te deve alguma coisa, porque não deve."

Michael Scott, de The Office

"No fim das contas, vida e negócios são as nossas conexões humanas."

President Bartlet, de The West Wing

"A cada vez que medimos nossa capacidade de lidar com desafios, olhamos pra cima e lembramos que essa capacidade pode ser ilimitada."

Ryan Bingham, de Amor Sem Escalas

"Quanto mais lentamente nos movemos, mais rápido morremos. Não somos cisnes, somos tubarões."

Jane Villanueva, de Jane the Virgin

"A vida é cheia de momentos difíceis, e você precisa lutar pelo que quer."

Harvey Specter, de Suits

"A primeira impressão é a que fica. Se você começa na última posição, nunca será o primeiro."

Benjamin Button, de O Curioso Caso de Benjamin Button

"Nossas vidas são definidas por oportunidades, até as que perdemos."

Jack Donaghy, de 30 Rock

"Não há ideias ruins. Só há boas ideias que acabam por dar muito errado."

Bertram Gilfoyle, de Silicon Valley

"Não é mágica. É talento e suor."

Jordan Belfort, de O Lobo de Wall Street

"Quero que você se deixe sem saída. Não dê a si mesmo nenhuma opção que não a de ter sucesso no que faz. Faça com que as consequências de falhar tornem-se tão duras e inimagináveis que você não terá escolha a não ser fazer tudo para ter sucesso."

Chris Gardner, de À Procura da Felicidade

"Nunca deixe que alguém te diga que você não pode fazer alguma coisa. Nem eu. Se você tem um sonho, há de protegê-lo."

Megan, de Missão Madrinha de Casamento

"Não me associo a pessoas que culpam o mundo por seus problemas. Você é o seu problema. E também a solução."

* * *

A tradução livre dos conselhos foi feita a partir do infográfico original, em inglês. Aqui vai, pra quem preferir:

 


publicado em 17 de Maio de 2016, 17:02
10710799 10152759290008996 1807417555040828999 n

Marcela Campos

Tão encantada com as possibilidades da vida que tem um pézinho aqui e outro acolá – estuda Jornalismo na Universidade de São Paulo, mas também cursa Saúde Reprodutiva Holística no Justisse College. Compõe a equipe de conteúdo do PapodeHomem, modera uma comunidade de quase dez mil mulheres e não tem preguiça de bater um papo bom.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura