Ei, Stallone, o que é persistência?

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

Quando pensei em escrever este texto, logo lembrei do filme Rocky. Interpretado por Sylvester Stallone, o cara passa por uma série de desafios e quedas, nunca desistindo, sempre levantando, até alcançar seu sonho de vitória.

Como não lembrava de muitos detalhes do filme, resolvi pesquisar um pouco. Para minha surpresa, ouvi do Tony Robbins uma história muito melhor para lhe contar!

Sylvester Stallone, um cachorro e um roteiro

Após concluir a faculdade, Sylvester Stallone mudou-se para Nova Iorque para perseguir a carreira de ator. Fez testes com praticamente todos os diretores de elenco da cidade, sem obter sucesso. Pensou que poderia tentar escrever e então escreveu alguns filmes enquanto aguardava sua carreira de ator decolar.

Em determinado momento conseguiu atuar em um filme, The Lords of Flatbush (1974).

Link YouTube | Stallone numa gangue antes de sempre bater solo em Rocky e Rambo

Apesar desta oportunidade, ainda não havia sido desta vez que conseguiria viver da carreira de ator. Continuou participando de testes de elenco, recebendo uma rejeição atrás da outra. Também continuou escrevendo filmes.

Um trabalho comum estava fora de questão porque Stallone sabia seu destino: queria ser ator. Ao acabar todo dinheiro que tinha, teve de se dobrar a vender as joias da esposa para poder sustentar sua família.

Certo dia, Stallone assiste a uma luta entre Weppner e Ali – Weppner era espancado brutalmente, mas continuava levantando e continuava a lutar. O cara estava brigando pela vitória mesmo com suas chances de vencer serem praticamente zero. Stallone se inspirou pela luta e trabalhou fervorosamente em um roteiro por mais de 24 horas seguidas. Finalmente acabou e chamou seu filme de Rocky (1976).

Apresentou seu filme para diversos produtores e recebeu muitas rejeições. Isto continuou por muitos meses.

Nesta época, estava tão mal financeiramente que precisou fazer algo que o devastou emocionalmente. Foi a uma lojinha da vizinhança e vendeu seu melhor amigo, seu cachorro. Alguém comprou o cachorro por US$ 50. Stallone conta que este foi um dos piores momentos de sua vida.

Ele continuou tentando vender seu filme e eventualmente começou a receber alguns retornos positivos. Alguém quis comprar o script por US$ 100.000 mas não aceitavam que Stallone fizesse o papel de Rocky. Lembre que Stallone estava completamente falido, mas ele recusou a oferta, pois desejava ser um ator, não apenas um escritor.

Pode admitir, você sempre procura por uma escadaria em momentos de muita felicidade.

Algumas semanas mais tarde essas mesmas pessoas entraram em contato com Stallone com uma oferta de US$ 250.000. Ele continuava insistindo em interpretar Rocky e eles disseram não. A oferta continuou aumentando, mas sem Stallone no papel principal. O preço eventualmente chegou próximo dos US$ 400.000 e, mesmo assim, Stallone não aceitou. Ele interpretaria o personagem principal, não podia abrir mão disso.

Certo dia ofereceram US$ 25.000, um percentual nos royalties, e o papel principal no filme. Eles pensaram que o filme não lucraria muito e que, na pior das hipóteses, se fosse um fracasso completo, não teriam tido uma perda tão grande. Stallone aceitou a oferta com entusiasmo.

Então, o que fez Stallone ao receber seu cheque? Voltou à loja onde havia vendido seu cão para comprá-lo de volta. Aguardou por alguns dias até que o comprador do cachorro aparecesse e finalmente lá estava ele com seu cachorro. Ofereceu US$ 150 para comprar o cachorro de volta. O homem declinou a oferta. A oferta foi aumentando para US$ 1.000, então para US$ 5.000, para US$ 10.000. Acabou custando US$ 15.000 e uma ponta no filme para comprar de volta seu cachorro. O cara e o cachorro estão realmente no filme Rocky.

Rocky foi um enorme sucesso em todo o mundo e ganhou o Oscar de melhor filme, em 1976. Na cerimônia de premiação, Stallone leu em voz alta as muitas notas de rejeição que recebeu, basicamente dizendo que o script era muito superficial, previsível e resultaria em um filme que ninguém gostaria de assistir.

O filme conta a história de triunfo de um lutador...

A verdadeira persistência se paga. A persistência vence a derrota mais rapidamente do que capacidade ou sorte jamais conseguirão.

Alguns minutos de injeção na veia (pra ver em tela cheia)

"In the burning heart, just about to burst
There's a quest for answers, an unquenchable thirst"

Link YouTube | Cenas de toda a saga (veja versões com a música "Eyer of the Tiger" e com a música tema)

Você cede por pouco?

Ao cuidar de sua vida financeira, ao perseguir o "sonho da casa própria", ao decidir garantir seu futuro, você está sendo tão persistente quanto pode? Como você está demonstrando sua persistência? Você paga a si mesmo primeiro? Você traça planos para adquirir os bens que deseja e obedece estes planos? Você controla os impulsos na hora das compras, pesando o impacto que gastos não planejados terão no seu futuro? Quão comprometido você é com seus objetivos?

Você cede por pouco? Perde anos em uma zona de conforto, abandona seus sonhos e sua sede apenas para sobreviver?

Como sua vida mudaria se você fosse tão comprometido e persistente quanto o Stallone?

Update pós-publicação

Histórias são histórias. Cada lado conta a sua versão. Partes da história são exageradas para adicionar drama e reforçar o ponto que queremos ressaltar: a persistência.

Temos que ressaltar ainda que a realidade do Stallone foi muito mais dura do que a demonstrada na história. Devido aos problemas que teve no nascimento, tem problemas físicos no rosto e problemas de dicção, teve uma infância dificílima. A história deste primeiro filme ressalta apenas uma das características vencedoras dele, a persistência. O cara é O CARA.

Há outra versão da história, como foi comentado abaixo por alguns leitores. A ideia original era publicar outro artigo com a versão alternativa, também fantástica e interessante, principalmente para os profissionais do marketing, terminando com a pergunta "Qual história lhe inspira mais?".


publicado em 13 de Maio de 2010, 00:56
32bf018aa82744e220879cafbd5e37ad?s=130

Fabricio Stefani Peruzzo

Fabricio Stefani Peruzzo é empresário e investidor. Financeiramente independente desde os 35 anos, ajuda as pessoas na trilha da independência financeira e construção de patrimônio. Saiba mais em http://www.peruzzo.org e http://www.investimentoemimovel.com.br


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: